terça-feira, setembro 06, 2016

Justiça

A série Justiça é na verdade um experimento social do quanto o telespectador aguenta assistir cenas estapafúrdias sem quebrar a TV.

Com certeza a história de segunda é a que mais me irrita, mas Fátima, na terça feira, também não fica atrás. Também pode colocar na mesma conta os episódios de quinta em que jurávamos que a protagonista seria Rose, mas pelo visto não. Maurício, na sexta, é de longe a história com mais ponta solta de todas. Só que o que pega mesmo pra mim é a Elisa e Vicente.

O cara matou a filha dela, ela convida pra subir, dá carona, janta, dá aula pra ele. Daí o assassino diz que Isabela abortou pouco antes, dizendo com todas essas palavras, te juro em nome de mamãe Oxum, "se ela não tivesse abortado, nada disso aconteceria", ou seja, matei, mas a culpa é dela. E . o . que . a . Elisa . faz? Batiza a filha dele.

Eu sou louca em história de perdão, mas não há a menor condição esse roteiro. Nem uma palestra do Freixo e Suplicy sobre direitos humanos feat Encontro de Kardecistas e Budistas ia dar uma galera tão sangue de barata assim.

Revoltadíssima com essa série, a última vez que caí do cavalo assim foi com A regra do jogo.

O segredo da vida é realmente não ter expectativas.

É de cair o cu da bunda.

8 comentários :

romanofeed disse...

Assisti os três primeiros capítulos depois me perdi (é isso que a Netflix faz com a gente, o vício da maratona!), de início foi a premissa da série que me "ganhou" e depois a forma como a história seria contada (histórias se cruzando e a gente podendo vê pontos de vista diferente para o mesmo acontecimento), não me irritou muito o "sangue de barata" que você cita, eu até engoli (com dificuldade, mas engoli!)
O que me irritou foi a como a história estava desenrolando,é tudo muito simples, fica a impressão que tudo é muito fácil, eu quero vê drama (seja clichê, faça um dramalhão). Recife é realmente um ovo!
A história da Fátima foi a que mais gostei (apesar de não ter engolido o desfecho que tá levando e de não ter acompanhado a história das sextas-feira) Mas estamos ai, apesar de ter achado a série "fodona" provavelmente não a acompanharei mais... O que me resta agora é SUPERMAX, e tomara que me surpreenda!
Abraço e parabéns pelo blog!

Katarina Holanda disse...

Eu curti muuuito a premissa e gostei dos primeiros episódios, mas essa semana que passou foi completamente perdida! Nada que aconteceu fez a história andar e todo mundo resolveu ficar se amar do nada, to desistindo.. :/

Unknown disse...

Você sumiu... Cadê os posts?? Por favor!!
Não deixei seus leitores de lado... #VoltaProBlogPatricia

Swonkie disse...

Olá :) Enviamos um convite para o teu email. Caso não tenhas lá recebido poderás aceder à nossa plataforma em https://swonkie.com
Contamos contigo? :)

Edson disse...

#VoltaProBlogPatricia

Tayra disse...

#VoltaproblogPatricia 2

Não aguento mais dar F5, quase 4 meses nessa mesma sina. Saudade dos seus textos, do seu humor ácido, das suas reflexões. Não deixa a gente órfão não... :'( </3

Larissa Pedrosa de Souza Moreira disse...

#voltaproblogPatricia 3
Adoro seus textos...acompanho desde jiboiacity :/

Tali Godoy disse...

Volta a escrever... pleaaaaaaaaaaaaase! Precisamos de vc, principalmente em épocas de BBB... vooooolta Patrícia!