quinta-feira, janeiro 21, 2016

Spotlight

Até agora vistos para o Oscar: Perdido em Marte, O regresso, A grande aposta e Spotlight. 

Creio que O regresso (achei chatíssimo) leva o oscar, mas meu preferido até agora é Spolight pelo tema mesmo. É sobre o trabalho investigativo de um jornal sobre o grande escândalo de pedofilia envolvendo a igreja católica na cidade de Boston em 2002. Eu realmente nunca tinha lido sobre os casos de Boston, mas sabia que a denúncia era forte nos EUA. Vendo o filme dá pra ter uma noção de como as denúncias tiveram outro viés lá, diferente das milhares de denúncias feitas ao redor do mundo. O editor do jornal não vai atrás dos padres especificamente, vai atrás do sistema. Foca em como o sistema da igreja católica ano após ano encobertou os padres denunciados, apenas realocando de paróquia, no lugar de expulsá-los. O jornal vai na raiz do problema, expõe como a igreja controlou a justiça com base, creio eu, na fé das pessoas do judiciário americano. O filme fala sobre a investigação do caso, não mostra tanto o sofrimento das pessoas, como, por exemplo, Má educação faz. É um tema real e atual. Uma coisa que sempre me chama a atenção é em como o tema da igreja - veja que não falo sobre a pedofilia em si - é um tema delicado mesmo diante de uma barbárie comprovada. Li que amigos e parentes das vítimas continuavam a frequentar as igrejas com os padres denunciados, pediam as vítimas que se calassem, quase como se a denúncia da vítima fosse algo desagradável (a denúncia é desagradável, não o ato criminoso). A instituição católica é um assunto caro a todos ali. A história da vítima estraga o mundo de fantasia, muitos gostariam que as denúncias nunca viessem à tona. Se a vítima se cala, melhor pra todos que podem seguir sua religião sem preocupação. Que triste.


Nenhum comentário :