segunda-feira, setembro 29, 2014

não passarão

Levy Fidelix disse hoje, no debate para presidente, em rede nacional, que homossexuais precisam ser tratados longe dele. Bem longe. Tais como os guetos que os nazistas criaram e depois foram mudados para campos de concentração. Choca o discurso de ódio. A ignorância alheia choca muito. "Estamos com 200 milhões de habitantes, se continuar como está, daqui a pouco teremos 100 milhões". Homossexualidade é tipo a peste negra, né? Sai matando todo mundo. Sai convertendo todo mundo. Afinal, você só é hetero porque foi influenciado a ser, imagina os homossexuais influenciando nossas crianças e blablabla. O cara fala isso sem pudor algum em rede nacional. Fala sobre a maioria esmagar a minoria. Desconhece princípios básicos da democracia. Não espanta um cara desses ser candidato. Espanta é ele ter adeptos. Espanta é ter um vizinho que pensa assim, um colega de trabalho, um colega de faculdade, um parente, espanta ir ao médico e no consultório sempre ter uma pessoa falando pejorativamente sobre seres humanos, espanta pegar o ônibus e escutar a conversa da frente. O ódio está por todo lado, em todos os lugares. Conheço muitos Levys, mas não esmoreço. Se querem falar a plenos pulmões essas barbaridades, também terão que me ouvir, todos eles. Que um dia eles serão lembrados como os racistas escravocratas que tratavam o negro igual a um animal. Um dia suas declarações serão mostradas nas escolas. Olha esse homofóbico aqui mandando os homossexuais para guetos, lhes tirando a condição de dignidade humana. E a criança vai olhar e pensar ainda bem que não é mais assim. Somos todos iguais.

10 comentários :

Gigi Loop disse...

Gente assim cheia de odio e preconceito e que sao a peste negra.Horrivel isso. Horrivel!

Vivi disse...

deu nojo, sempre dá
2014 gente, sabe? parece surreal ainda ter gente que pensa como ele, e são muitos, viu, infelizmente

estavam falando que ele deve ser punido, sendo impedido de participar do debate da Globo; isso é punição? esse maldito com discurso de ódio precisa ser processado, e a legenda dele também

Não sou blasê disse...

Não passarão!

Jamile disse...

falei no facebook sobresomo esse tipo de atitude é desprezível e veio gente defender alegando "liberdade de expressão" COMO PODE

Lucas Vianna disse...

Fico emocionado de ver pessoas heterossexuais defendendo os direitos LGBTs. Eu sou gay e tô a cada dia tendo que lidar com comentários homofóbicos ao meu redor. E dificilmente pessoas que não vivenciam esse sofrimento na pele se compadecem com a nossa luta. Me senti bem lendo o seu texto. :´)

Sebastião Ribeiro disse...

Patrícia, lacrô!

Mesquita disse...

Não passarão mesmo!

xuxa disse...

Não é que homossexualidade seja a peste que dizime a população. É que gay não gera filho.

Mas o mais preocupante, na minha opinião, são os heterossexuais que não estao gerando filhos. Depois vão querer se aposentar... Quem vai pagar a conta?

Lillian disse...

Copiarei!

Wesley Lacerda disse...

Tenho medo até de sair de casa, Patricia.
Não me sinto seguro no Brasil, sério.
Sempre tive vontade de sair do Brasil, não consigo me sentir seguro aqui.
LGBTfobia tem no mundo todo, mas no Brasil é pior.