quarta-feira, setembro 24, 2014

longe de mim atrapalhar o almoço das pessoas

As vezes eu conto as histórias que eu passo dentro do 222 e as pessoas acham que é tudo mentira, né? Tipo essas coisas do caminho sempre ser diferente porque motorista do 222 não segue roteiro não, ele inventa lugares novos todo dia pra passear no Rio de Janeiro.

Mas a história de hoje eu nunca tinha passado.

Peguei o ônibus em direção ao porto, na ideia dele dar a volta e me levar pra Uerj. Motorista estaciona o ônibus em frente ao Cais do Valongo, a cobradora desce e vai comprar duas quentinhas. 

Até aí, beleza, vamos respeitar a classe trabalhadora pois todo mundo almoça e não custa nada esperar ela comprar a comida.

Cobradora volta com as quentinhas e os . dois . começam . a . comer . ali . dentro . do . ônibus . parado.

Q

Minha cara de "amigo, você jura que vai parar a viagem pra almoçar?".

- Estamos morrendo de fome.

Rysos.

- Acho que vocês deveriam almoçar no ponto final, mas quem sou para determinar isso.
 
Voltei pro meu assento e esperei.


Essa é a minha vida. Esse é o meu ônibus.

2 comentários :

Anônimo disse...

se eles sabiam que iam parar pra almoçar, podiam ter a consideração de avisar antes de você embarcar, né

Cricri disse...

Essa é de cair o c* da bunda, fala sério. E se reclamar eles ainda comem mais devagar pra sacanear, aposto.