domingo, março 30, 2014

com o cu na mão no sábado de aleluia

Aparentemente os maconheiros que matam aula no laguinho da uerj, acompanhando os patinhos, ficaram revoltados com a minha falta de solidariedade no último post. Fiquei arrasadíssima por perceber que estou no jardim da infância e não na faculdade. Mas prometo da próxima vez ajudar meus coleguinhas, botar no colinho, ver se a merendeira está cheia, dar informações sobre os professores as tias e emprestar meu caderninho.

Aproveitando o ensejo do post, devo confessar mais uma falha de caráter que a gorda sweetheart aqui pratica.

Banheiro de boate. 

Costumo ser super rápida, porém, quando a pessoa força a maçaneta, eu demoro um pouco mais. Quando a pessoa bate, demoro mais ainda.

Que nem ontem. Eu já estava com a mão na maçaneta pra sair quando a pessoa forçou. Hesitei 30 segundos. A pessoa começou a forçar a porta e a esmurrar.

Qual foi a minha reação, maestro?


1) Poxa, a pessoa deve estar passando mal e precisa vomitar, vou sair rapidinho então.

ou

2) Deixa eu me olhar no espelho, humm, preciso retocar esse lápis no olho e esse batonzinho, deixa a pessoa aí socar a porta, né? Não tem educação pra beber, fica em casa.


TEMPO NA TELA.

.
.
.

R: 2.


Pronto. Agora os maconheiros que matam aula podem se juntar com os vomitadores de boate e me colocar na malhação de Judas.

34 comentários :

Anônimo disse...

Hj vejo como estava errado. Vergonha de mim mesmo. Confesso que já tive pena de você, das suas historinhas tristes, dos seus posts e tweets dramáticos. Hoje vejo o quão merecedora vc foi de todas as coisas ruins que aconteceram na sua vida. E o prognóstico é preocupante. Qdo a pessoa chega aos 30 regredindo, n tem mais volta não. Na melhor das hipóteses vc terminará sozinha, tacando milho pra pombo na Praça 7. É isso não é praga, não sou como vc, mas apenas constatação. Se existe uma verdade universal, ela está naquele ditado que diz que na vida nós colhemos aquilo que plantamos.

Sabe, acho que não estava tão errado assim como disse no inicio do post. Já cheguei a sentir nojo, raiva de vc, mas uma criatura tão desprezível só é digna mesmo de pena.

Anônimo disse...

Como vc é louca do cú em Patricia.kkkkkk

Anônimo disse...

Cu não tem acento.

Luana disse...

Sou igual, Patrícia.

Não consigo entender seus haters, se você é tão escrota e ruim como eles dizem, porque eles continuam vindo aqui?

Anônimo disse...

mt bom,Patrícia, sua maneira de dizer que personalidade não se compra em supermercado. Num mundo onde as pessoas usam tantas máscaras e acabm se perdendo de sua personalidade, muito digno você seguir no salto, sem dar confiança ao populacho babaca. sumermo!!

jlb disse...

gorda sweetheart define haha

Verusca Borges disse...

Patricia: te amo, porra!

Anônimo disse...

EU ME DIVIRTO HORRORES COM VOCÊ!! Adorooo!!!

Gabi

Lélia Maria disse...

patrícia, quem não sabe brincar não desce pra o play, não entra na universidade e não vai para a boate. ninguém veio pra o mundo pra ser "pau de cascudo e engordar borrachudo".

Anônimo disse...

Nossa , Hittler e Bin Laden que se cuidem, pois ao que tudo indica o título de pessoa mais cruel da humanidade irá pra diabólica Patricia, que ohhhhh, judia de bêbados e colegas de faculdade, ohhhhhh

Que pessoa deprimente. 30 anos na cara? Não, eu me recuso acreditar. Sabe o que é isso? Complexo de quem foi um verdadeiro 0 a esquerda a vida toda e agora está desesperada para se sobressair de alguma forma, mostrando como é ~porra louca~ . Qual vai ser o próximo passo da maquiavélica Patrícia? Passar trote ou pichar muro ? huahuahua

A pessoa enche a boca pra falar de Forest, Stalin e Nota de Cem enqto é a personificação da babaquice. Tsc, tsc. E qual é o principal argumento de seus defensores? "Mimimi ela é verdadeira". PUTAQUEPARIU. Assoprem meu saco, pfvr. 2014 é ainda tem gente que acha que ser escroto = ser verdadeiro.

Sua mãe ñ merecia uma filha como vc Nhonha. Vc é o exemplo vivo do que acontece com aqueles que têm problemas psicológicos mas fogem de ajuda. Uma pessoa completamente doente. Se eu fosse um dos seus lambe rabo tava estaria correndo atrás de sua interditação pra ontem, pro seu próprio bem. Mas não, parece que seu destino é continuar sendo esse lixo de pessoa , enqto a vida fode cada vez mais com vc <3

Meg disse...

Na boa, Patrícia, esse povo que te critica deve ser chato pra caralho. Um bando de certinho que nunca fez nada de errado na vida.

Eu sou escrota com quem é escroto comigo e foda-se minha idade. Faculdade, por exemplo, eu tinha uma amiga muito próxima e numa sala de 60 alunos uma certa pessoa tinha que sentar perto e mandar a gente calar a boca porque o professor tava falando. Pena que na hora da prova sob consulta pediu o meu caderno. O que aconteceu com as horas de silêncio que essa mulher praticava na aula?
Pensa se olhei com desprezo p ela? Sim, com certeza.
Ninguém é obrigado a dar nada para outras pessoas, principalmente quando não vai com a cara da mesma. Então esse povo te critica por quê?

Ainda na faculdade eu comprava jornal todo dia, vinha um ódio no coração quando eu nem tinha aberto ainda e terceiros vinham metendo a mão e pedindo pra ler essa seção ou outra e devolvia o jornal todo arregaçado. Gente, eu comprei o jornal, eu escrevi a matéria, posso ter a escolha de fazer o que quiser?

Anônimo disse...

Gente...tudo isso por causa de um caderno! Meu cu!
Imagina se eu contasse todas as maldades que faço...trepando ou nao, sendo magra ou nao...
Depois vc que é infantil hahahahahaha.

Ge disse...

Uma pergunta: por que as pessoas entram em blogs e lêem posts de pessoas que acham escrotas? Eu não faço isso e por isso não b deixo comentários recalcados como li aqui. Credo, né. Acho válido não emprestar caderno e demorar no banheiro.

Anônimo disse...

Sério, patrícia? Sério que todo mundo que falta aula uma vez ou outra é maconheiro?

Faltar aula=ser maconheiro
É isso? É esse o teu argumento?
Tá bom, então.

RISOS.




PS. depois o mundo te fode e tu não sabe o porquê.

Anônimo disse...

Resposta a Ge.. por que as pessoas leem posts de pessoas que acham escrotas? Primeiro porque o blog e aberto, segundo porque as vezes ela diz coisas que fazem sentido, mas as vezes extrapola no egoismo, falta de solidariedade, cinismo e por ai vai. Eu por exemplo leio, porque gosto de algumas coisas que ela escreve, muitas vezes parece um grito silencioso de socorro, mas acima de tudo acho interessante ver como o ser humano e mesquinho, e nao estou me referindo a autora, estou falando dos que leem e se regogizam quando ela escreve posts mais amargos, quando mostra algum tipo de vunerabilidade ou demonstra desprezo pelas outras pessoas. Ai esses seres vibram (o numero de comentarios bate record) e mandam mensagens de cumprimento, solidariedade pelo que ela diz, talvez porque tambem busquem algo que ainda nao encontraram.Pobre dos que discordam da opiniao da autora, sao imediatamente apedrejados, alvo da ira de todos como se fossem os causadores de todos os problemas da autora. Vai ver e que porque no fundo a maioria das pessoas gosta mesmo e de ver o outro por baixo, ver o circo pegar fogo (se nao estou bem por que o outro tem que estar? Que se lasque tambem). Talvez voce Patricia esteja certa quando diz que nao se abre para ninguem e nem confia nas pessoas, pelo que vejo esta cada vez mais dificil encontrar alguem que nos leve para cima e tenha realmente vontade de nos ver bem. E assim caminha a humanidade...

Angeles

Anônimo disse...

Ai, Patricia, na idade mental vc deve estar no jardim de infância mesmo... 30 anos, gata, supera essa vibe de "sou autêntica mermo pq não empresto o caderninho pros coleguinhas e mando geral de fuder"... Você se importa com umas coisinhas tão mimimi...

Anônimo disse...

o ruim nao e emprestar o caderno qdo alguem falta. Ruim e o ser passar a aula inteira com a cara pra cima, pensando na chapeleta, e depois vir pedir seu caderno pra copiar as anotacoes que vc fez, enquanto ele passava o tempo todo da aula brisando!!! Nao empresto mesmo!!!!

Anônimo disse...

tsc tsc tsc .. maturidade emocional, é o que falta.

Anônimo disse...

tsc tsc tsc .. maturidade emocional, é o que falta.

Anônimo disse...

Nossa, gente... vocês a chamam de pau no cu como se ela não fosse agradecer aos céus por tomar uma pirocada, porque uma pessoa que tem fobia de outras pessoas não deve tomar uma pirocada há anos (Morgan Freeman não conta, gata, desculpa).
Até em amigo oculto que ela vai, posta foto depois sai falando mal. Tenho pena de quem estuda com você. Sociopata te define. Você precisa de ajuda, e muita. Odiar o mundo porque um dia você sofreu não resolve seus problemas, mas acho que não sou a primeira pessoa e nem a última a te dizer isso. O que é chato é que você não é a única assim, tem muita agente assim por aí... Tomara que você consiga se achar antes de se tornar uma velha que joga milho na Praça 7 como o coleguinha aí comentou.

Boa sorte!

Anônimo disse...

Nossa, gente... vocês a chamam de pau no cu como se ela não fosse agradecer aos céus por tomar uma pirocada, porque uma pessoa que tem fobia de outras pessoas não deve tomar uma pirocada há anos (Morgan Freeman não conta, gata, desculpa).
Até em amigo oculto que ela vai, posta foto depois sai falando mal. Tenho pena de quem estuda com você. Sociopata te define. Você precisa de ajuda, e muita. Odiar o mundo porque um dia você sofreu não resolve seus problemas, mas acho que não sou a primeira pessoa e nem a última a te dizer isso. O que é chato é que você não é a única assim, tem muita agente assim por aí... Tomara que você consiga se achar antes de se tornar uma velha que joga milho na Praça 7 como o coleguinha aí comentou.

Boa sorte!

Anônimo disse...

tem muita gente* assim por aí

dedo nervoso com essa babaquice toda, foi mal.

Anônimo disse...

Coisa mais normal do mundo NÃO emprestar o caderno...
Quem empresta sempre se fode, logo, os chatinhos que estão de mimimi reclamando da atitude da Patrícia é que são os verdadeiros "pau no cu"...

Flá disse...

Cara, achar que vc merece coisas ruins por não emprestar caderno ou demorar no banheiro é doença, viu?Nem consegui ler alguns comentários de tanta loucura e intolerância...Diquinha pros haters, LEIAM OUTRA COISA.

Gente babaca demonstrando como vc tem TODA a razão de reclamar, olha esse povo!

Patrícia, adoro você, sério... só espero que vc realmente não ligue pra esses tipinhos pq ó, um pior que o outro!

Anônimo disse...

ontem lembrei de você, rs... deizei (ou ele me deixou?) meu noivo, pois não estávamos nos dando muito bem. ele me traiu, eu o traí, etc. mas no carnaval, a gente largou e depois voltou. anteontem fiquei sabendo que ele (isso no carnaval) tava encontrando com uma "amiga" de escola. Fiquei puta de raiva, sério, muito puta! há uns tempos, assisti u filme de umas empregadas negras americanas que lutavam pelo direito de ser livre, etc. uma delas, pra zoar com a patroa, fez um bolo de chocolate com o cocô dela e fez ela comer. Pois eu, Patricia, comi uma lata de milho verde e esperei um tempo e fui pro banheiro cagar. Caguei e separei 4 milhos do meu cocô e fiz uma pizza de sardinha pro meu EX. ele comeu uns três pedaços, depois conversei com ele e terminamos. Me vinguei, tô de alma lavada!
Beijos e até mais

Joyce Caldeira disse...

Vejo que a maturidade de quem veio aqui pra criticar é realmente muito superior do que o da escritora, apelidando-a pela condição física, isso ou aquilo. Quem é escroto mesmo?

Patricia, sempre acompanho seu blog, mas essa é a primeira vez que comento, porque mais do que o post, foram os comentários que me chamaram a atenção. Gente levantando a bandeira da moralidade de forma surreal e bancando um pau no cú aqui.

Não sou contra nem a favor das escrotices, até porque não tenho que achar nada, cada um cuida da sua vida, ouviram moralistas? Afinal duvido que todos que criticaram aqui são todos pessoas lindas, fofas e solidárias o tempo todo, né? Que mundinho irreal hein.

Critica a escrotice da autora, mas a chama de Nhonha... uhuu, grande exemplo e lição de moral, né? Parebéns!

Anônimo disse...

PAREBÉNS.

Anônimo disse...

Pau no cu é bom ou ruim?

Anônimo disse...

Legal q vem gente aqui xingar de tudo q é nome, desejar tudo de ruim... pra dar lição de moral!!!
#elri

Mariana disse...

Porra, o pessoal é folgado não indo pra aula e sem educação batendo na porta da boate e ela que é ruim?
Que mundo hein, onde os folgados são vítimas!

Anônimo disse...

Passei aqui soh pra ler o comentário do milho na pizza. Sim meu nível de desocupação é alto.

Anônimo disse...

IDEM - ideia maravilhosa do milho cagado e super aplicável. Não tenho hábito de comer milho mas até relevo se for em prol de um fim maior e justificável como esse.

Luiza disse...

Eu pego direto o caderno dos outros. Empresto quando tenho, também. Porém, não fico puta quando alguém não me empresta. Emprestar caderno é faculdade e não dever. Só exijo que a pessoa seja coerente: não quer emprestar, não pede pros outros também.

Anônimo disse...

achei escroto, patricia, serio. eu amo seu blog, rio mto com seu jeito, mas eu nao entendi essa. a mina só te perguntou se o professor era babaca ou tranquilo, nada demais, nao custa nada dividir essa informaçao. vcs nao estao competindo, poxa. se ela matou aula e conseguiu assinar a lista, sorte dela. quando voce precisar, alguem talvez te ajude tambem.

vc nunca precisou de um caderno emprestado, nunca teve um semestre ruim, problemas familiares, e puxou as materias mesmo assim pq nao queria atrasar mais ainda a formatura? claro que a gente pede preferencialmente pros nossos amigos, mas quando isso nao é possivel, a gente conta com estranhos mesmo ue, qual o problema?

eu só me formei pq tinha alguem me ajudar quando eu precisei, nao acho isso vergonhoso, e sempre emprestei minhas coisas e ajudei quando pude. nao é ser madre teresa, é contribuir pra um ambiente saudavel a nossa volta.

eu ja neguei sim, pra quem era escroto comigo, me virava a cara, negava as coisas e depois vinha me pedir alguma coisa. negar ajuda pra quem ja foi escroto com a gente é super justo, mas pra quem nao te fez nada é só egoismo mesmo

apesar de outros anoninmos terem dito isso antes, quem veio te desejar mal e te chamar de gorda é ridiculo