sexta-feira, outubro 11, 2013

a louca da suburbana

Tava em Cascadura indo pro salão de beleza, vejo lá longe uma louca xingando e cuspindo nas pessoas (seria parente do Matheus Verdelho ou da Andressa Urach? Jamais saberemos), fui acompanhando um pouco receosa. A louca mexia inclusive com viatura da PM "SEUS DESGRAÇADOS, EU QUERO MEU DINHEIRO DE VOLTAAAAAAAAA", isso em plena Avenida Suburbana.

Fiz o que qualquer ser humano normal faria. Entrei numa lanchonete para me esconder até a louca passar pela rua.

Pena não contar com a minha vida cagada.

*Louca entra na lanchonete*

De todos os trocentos estabelecimentos do lugar, a nega vai me entrar justo no lugar que eu escolhi.

Entra e aponta pra mim ao berros:

- VOCÊÊÊÊÊÊÊÊÊ!

Nisso eu já tinha me mijado, ela olha pro funcionário e pede um salgado. Funcionário "você tem dinheiro?"

- ROUBARAM MEU DINHEIRO, EU QUERO JUSTIÇA.


Louca é expulsa do recinto e dou graças a deus.

6 comentários :

Mike disse...

Ô meu deus, como eu estava precisando gargalhar agora! Obrigado! Parece Ionesco!

Vítor L disse...

pa-vo-ro-sa HAHAHAHAHAHAHHAHAHA

Cambaxirra disse...

Putz, sou solidária. Esse tipo de coisa acontece sempre comigo. Tanto, a ponto de eu andar pela rua sem nem olhar para as pessoas. Devo ter cara de cristo, porque, né? Pff...

Livia disse...

HAHAHAHAH Patricia, adoro as suas histórias <3

Julia disse...

Tenho pavor de maluco também.

Thata disse...

Nossa, Patrícia. Ri demais.
Me lembrei de uma vez que passei por uma louca que portava uma sacola de feira debaixo do braço. Passei por ela, apenas e a louca me bateu com a sacola de feira. Foi tão sem motivo que eu não tive reação. Mas gargalhei depois. Mto boa sua estória!