sexta-feira, maio 31, 2013

deixa eu ser sua capitu

Agradeço os comentários de apoio nesse momento difícil que é se apaixonar pela pessoa errada, sério mesmo. Inclusive é uma pena realmente eu não poder dar todos os detalhes, porque estou pagando a minha língua como nunca antes na história desse país. Pensei que o ápice da vida cagada fosse ser apaixonada por um chicleteiro e posteriormente um fazendeiro, mas não, o pior está aí: Bentinho.

Desprezo quem diz "ah, é o Forrest", "ah, é o Liminha", mesmo naipe de quando nego dizia que eu era apaixonada por Nota de cem, sendo ele provavelmente a pessoa mais detestável com quem convivi. Pelo Forrest a gente já estava junto há muito tempo. Nunca contei aqui, mas pelo menos uma vez por mês ele me traz um chocolate branco suíço. Sendo a rodada que sou, apenas vejo maldade nesse ato, ele quer me engordar mais e mais e provavelmente ri por dentro ao me dar o chocolate, mas enfim.

As dicas stalkers que deram eu já havia tentado: pesquisar no lattes e pesquisar parentes no facebook. No lattes achei uma foto bem furreca e parentes no FB não achei nenhum. E sou muito tapada para tirar foto escondida.

Então, perseverei (essa é a palavra que define um stalker: perseverança). Acabei encontrando no google umas fotos de um evento público em que Bentinho (deixa eu ser sua Capitu etc) foi palestrante. Acertou quem chutou no professor. Quem nunca?

Ri muito com o comentário:
História da minha vida. Quem me dera eu ter dado pra cada homem que paguei paixão. Tava feita.

42 comentários :

Anônimo disse...

" Pelo Forrest a gente já estava junto há muito tempo." :O

Anônimo disse...

Renomeado Morgan Freeman em 5, 4, 3....

Anônimo disse...

Ele não faz Iniciação Científica?! Vira orientanda dele! Stalker mais perto que esse não existe!

Fabiana disse...

Perfeitoooooo, Anônimo n. 3!!!..... puxa um papo de que vc tem interesse em seguir carreira científica, fazer mestrado, e por isso gostaria de inciar com IC pra ter curriculo... etc etc. Que vc gosta da matéria dele e gostaria de seguir a mesma linha de pesquisa... NO MÍNIMO vai render um bom papo.... inocente e inteligente.... Aposto minhas fichas nessa estratégia! Vai te conhecer melhor e vai render conversa pra intervalos, e-mails e quem sabe um papinho na sala dos prof... Amiga, eu fiz isso com um prof pra começar IC. Nunca tive segundas intenções com ele, não é isso, mas somos amigos até hoje!

Anônimo disse...

Quando ela falar onde trabalha ele não vai engolir essa de IC. Dá mole e ponto.

Vanessa disse...

O trabalho dela não tem nada a ver com ambições futuras, ele vai acreditar de boa e nos laboratórios, assim que é na engenharia pelo menos, sempre tem festa de aniversário e o povo tira foto.

Fiz o comentário besta do Liminha antes, não resistir.Idade mental : 12 anos

O importante é descobrir se ele é casado, professor adora caso com uma aluna! hauhaauhau


Priscilla disse...

"Quem me dera eu ter dado pra cada homem que paguei paixão. Tava feita." [2]

Luciebne disse...

se apaixonar pelo professor: um classico para qualquer idade.

Agora Forrest te dar chocolate suiço: tem coisa má ai,ah tem.

Anônimo disse...

Será que o chocolate do Forrest não está te envenenando aos poucos? kkkk

Anônimo disse...

Nossa, pessoa que acredita piamente que pra se apaixonar tem que ter dormido com a pessoa primeiro é literalmente alguém f*dido.

Anônimo disse...

Fui apaixonada seculos por um professor, nunca fui pra cama com ele, infelizmente. Daria pra ele todos os dias da minha vida kkkkkk.
Me formei, sou professora e tive vaaaarios alunos E alunas a fim de mim. Cardapio variadissimo e ja peguei aluno...super novinho, delicia.
Ta apoiada!

Fernanda disse...

"Nossa, pessoa que acredita piamente que pra se apaixonar tem que ter dormido com a pessoa primeiro é literalmente alguém f*dido." Concordo. O povo é bem prático, né? Me apaixono por outras partes primeiro. hahahah. Sabia q era o professor! :P

Inaie disse...

E eu que nem sabia que você tinha que ir pra cama pra se apaixonar!!!

Pensei que fosse exatamente o contrário. Mas o que sei eu da vida, ne?

Wesley Lacerda disse...

Eu também sou assim, Patricia. Me apaixono com uma facilidade sem igual. Já me apaixonei até por avatares avatares do Twitter, kkkkkk...

Bala de Prata disse...

Já me apaixonei por um professor também, até hoje quando lembro dele me dá uma dorzinha no coração huahauahua

Anônimo disse...

É o professor de literatura?

Camila disse...

Mas paixão não se escolhe lugar nem alguém, apenas acontece =s

Anônimo disse...

Também tenho um histórico bem grande de amores platônicos, pra cada etapa da vida (no jardim,no ensino fundamental,no ensino médio e no superior)nenhum foi por professor, eram meninos da minha turma mesmo, uma desgraça do mesmo jeito D: mas no caso,tava na cara que era um professor. Patrícia se ele não for casado o que é que tem investir? Seja pra quebrar a cara percebendo que ele não é uma pessoa tão legal assim, seja ao menos pra ficar amiga dele. Na maior parte das vezes o amor platônico cura com o tempo. As vezes demora bastante.As vezes só fazer parte do ambiente do ser amado já é um alento. Então, vamos procurar a linha de pesquisa do moço hihi. ;**

Anônimo disse...

Patricia, queria dizer q te entendo tbm, como outros comentaristas. Tenho um prof q me fascina. Mas a coisa é, mesmo se ele me desse bola, n sei se conseguiria fazer qualquer coisa; me sentiria culpada (ele é casado). Então, a única coisa q posso pensar é "quem sabe na próxima vida" heheh. Bjs e boa sorte!

Vanessa Negrão disse...

HAHAHAHAHAH adoro esse povo que só trabalha no amor de pica, porque né?

tamos aí engrossando a fila das que se apaixonam sem nem ter trocado uma palavra com o fulano. ainda que isso signifique que minha idade mental seja 12 anos :P

Anônimo disse...

HAHAHAAHA fazendo as palavras da @Vanessa Negrão, as minhas! Eu estava na mesma situação também, Patrícia: Me apaixonei por um professor e por um colega de classe. E o pior, eu não suportava esse colega e o que era raiva se tornou paixão no final, argh.
Enquanto com o professor, a paixão passou no exato momento que eu descobri o facebook dele e vi que ele tem um filho, mas não é casado com a mãe e/ou nem namora. Aquilo destruiu o que eu sentia por ele (e olha que eu amo crianças. Mas sei lá, apenas que a paixão PUFF, sumiu).

Desejo sorte e força para você, Patrícia!!!

Anônimo disse...

Eu super me apaixono platonicamente assim também. A merda é quando deixa de ser platônico, dá merda precocemente, você fica na merda total e neguinho ainda fala "ah, vc ficou com a pessoa tao pouco tempo, tem nem pra q estar tão apaixonada" ¬¬ Morte a essas pessoas.

Anônimo disse...

Já me apaixonei por um professor, dei pra ele muito tempo, hoje qdo o vejo penso que merda que fiz, o cara é um leeeesho.

Vê se não é casado ou tem namorada (o meu tinha namorada e eu não sabia, qdo descobri já estava apaixonada e sofri muito)
Professores, não confio!
Mas nao e pra te desanimar, quem sabe esse aí é um amor de verdade.

Boa sorte!

Nota De Cem disse...

Vai aceitando chocolatinho de maluco, vai...

Anônimo disse...

Também fui apaixonada por um professor na faculdade. Lindo, inteligente e com cara de safado.
Adoro

Anônimo disse...

Morri com o chocolate suíço do Forrest. Quase senti pena e tentei enxergar uma bondade no ato, mas como ele é louco.
Mudando de "Professores: não confio" para "Mundo, não confio"
Não confio em ninguém e mesmo assim me fodo.

Bjs!

Anônimo disse...

mas essa paixão é unilateral? conte-nos mais!

Camila disse...

"Quem me dera eu ter dado pra cada homem que paguei paixão. Tava feita." [3]

Lara Mello disse...

Seu lá.. Já me apaixonei por professor, me declarei e tomei no c*.. Fui para na secretaria da escola tendo que conversar com a orientadora.. Vou deixar todo o meu ódio no coração registrado aqui: Esquece essa paixão. Provavelmente você vai se machucar.. E sério, falo isso pelo seu bem, porque curto você, e outra toma cuidado com os supostos "amigos" eles são os primeiro a espalhar a historia (passei por isso também) =(

Ana disse...

A graça da paixão platônica é essa: Não saber nada da pessoa e ficar sonhando acordada com ela !Adoroooo...
Já que ele não tah na net o negocio é descobrir o tel, ligar de número restrito e ficar ouvindo a voz!

aqueladeborah disse...

Super apoio :)
Eu também me apaixono o tempo todo:

http://aqueladeborah.wordpress.com/2012/12/11/eu-me-apaixono-o-tempo-todo/

Anônimo disse...

E o Ninho?

Cambaxirra disse...

"Quem me dera eu ter dado pra cada homem que paguei paixão. Tava feita." [4]

Eu já me apaixonei por professor, já tive casinho com alguns (cof, cof) mas nada nunca ficou muito sério. Quem nunca, né?
E olha, menina, não come chocolate dado pelo Forrest, não. Vai que tá envenenado?

Bernardo disse...

gata, é faculdade. não tem essa de que é ~~~~feio dar moral pra professor.
chega esfregando a buceta na cara e se ele tentar escapar com "sou casado" pede pra ele ser teu Escobar

Francisco Lacerda disse...

Nunca me apaixonei por um professor, todos eram feios.

Anônimo disse...

Me apaixonei pelo professor que era gay

Meu amigo pegou, eu não pegay.

Anônimo disse...

Acho que não existe amor impossível. Depois do que aconteceu comigo não duvido de mais nada, só de ganhar na loteria mesmo hehehe.

Eu era apaixonada por um professor da faculdade, casado e FIEL. Não quis nada comigo na época e eu sofri horrores, quase morri. Mas aí o que aconteceu anos depois? Ele ficou VIÚVO, me procurou e hj somos casados o.O (Amor nos tempos do cólera feelings).

Por isso cuidado com o que vc deseja, vai que se torna realidade.

Bia disse...

Anonimo do 04:29. Isso é q é ser cagado na sorte rsrs. Nos conte essa historia pelo amor de Deus ou crie u blog, pq NECESSITO saber disso para crer que ainda existe chances pra mim kkkk

Anônimo disse...

Faço coro com a Bia, Anônimo do 04:29

Anônimo disse...

Sou a anônima cagada de sorte.
É complicado criar um blog sobre isso, mas vcs podem me encontrar aqui. Quem sabe eu escreva a minha história lá um dia né? rs

http://daterceiraonda.blogspot.com

Boa sorte pra vcs, embora eu preferisse que ele tivesse se divorciado ao invés de ficar viúvo. É complicado ter ciúme de gente morta #sextosentidofeelings.

Anônimo disse...

Eu me apaixonei pelo professor da faculdade CASADO com a professora de outra disciplina do mesmo curso, que morria de ciúmes dele. Até regular as saias das mulheres da sala a dita cuja queria. Levava o notebook dela com fotos dos dois e colocava no projetor "sem querer" para que todas nós soubéssemos que o dito cujo tinha dona.

Não peguei :(, mas a colega pegou e disse que o homem era uma delícia... Mas eu sabia que se fosse para cama com ele iria me fuder lindamente, pq tava apaixonada e ele só queria uma noite. Preferi me preservar e curtir uma dor de corno da colega...

Anônimo disse...

que baixo astral ficar dando em cima de homem casado..