quinta-feira, abril 11, 2013

perdidam

Essa semana quase não teve aula direito, trotes e tal. Fugi de todos. Não tenho mais idade, desculpa.

Inclusive, quando passei pra filosofia, estava super na pilha de trote, 19/20 anos. Cheguei lá e os paus no cu dos veteranos da filosofia disseram que o trote feria a liberdade individual das pessoazzzzzzzzzzzzz. E daí não teve nada. Nem eleição para o centro acadêmico tinha, pois a eleição era um ultrajezzzzzzzz e as pessoas não deveriam ser governadas por uma minoria e zzzzzzz. Serguei devia ser cultuado ali dentro com nego trepando com árvore. Meu deus, como aguentei tanto tempo? Jamais saberemos.

Enfim.

Uma das poucas aulas que tive essa semana foi de latim. E há várias turmas da mesma matéria.  Só.que.eu.não.sabia.rysos. E daí fui parar na turma de grego e latim. Não entendi uma palavra? Desesperei e estava quase fugindo daquelas pessoas quando percebi que era a turma errada. Achei meio inconveniente sair no meio da aula e continuei ali fingindo que eu estava entendo tudo.

21 comentários :

Vítor L disse...

quem nunca errou a sala né patricia? hahahah, erros de bixete. esse começo é chatinho e perdidinho e uozihozzz mesmo. aguardando as novidades pra ver os exus (e os amigos) que surgirão. stalin passou?

Marina disse...

Quando você fala disso me pergunto como aguentei fazer Sociais. Curso ótimo. Pessoas ridículas. No primeiro seminário um menino levou uma batata era vegan e ZZZZZZz. Hoje é professor de um dos maiores cursinhos da cidade e vai no FORRÓ para pegar alunas. Tipo, e depois o problema sou eu que faço a unha. Aff!

larissa disse...

Aconteceu a mesma coisa comigo qdo passei pra Biologia. Crente q iria ter trote, tinta, pedir $ no sinal, mas nada..."trote é errado, respeitamos os calouros, e ..." paia.
Mas no ano seguinte "troteeei" tdos.

CriCo disse...

Morro de rir das suas situações cotidianas. Adoro gente ácida! Tb entrei em algumas aulas erradas na facul e fiz a mesma coisa (quem nunca). Mas grego? Hahahaha : D

Anônimo disse...

Você reclama de barriga cheia.

Fala do pessoal do Filosofia recriminando trotes e tal (tudo bem, coisa de gente coxinha), mas esquece que se tivesse um, no nível padrão do que acontece na maioria dos cursos, você seria uma das que mais iam sofrer por motivos que todos nós já sabemos, e aí seria mais uma razão pra você vir chorar suas pitangas aqui no blog.

Pense um pouco mais antes de falar tanta besteira e raciocine que a paunocuzice da galera de Filosofia ainda é melhor do que uma escrotidão não desejada. Você já sofreu muita escrotidão na vida, já era pra ter aprendido essa lição...

Wesley Lacerda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luciene disse...

Entrando nos comentarios so pra ver anonimos de meu brazil falando o que ha de melhor em conselhos pra vida. E vejam só! já nos primeiros,um exemplar genuino!

Defendendo quem nem conhece,e aconselhando Patricia a pensar antes de escrever.

dá certo.

Parabens Patricia,vc é minha heroina.

Luana disse...

Eu fiz fisica... Mas me lembrei de uma historia otima de quando (arrependo-me horrores) fiz uma materia na educacao (pra aumentar minha media ponderada) e cai numa classe cheia de gente das sociais... PELAMORDEDEOS! Que bando de gente chata caga-regra (minha melhor amiga fez ciências sociais, mas não era um kooh como aquelas pessoas). O tema da materia era "ensino de ciências exatas" e toda, TODA aula o povo entrava numa discussao sem fim sobre a ditadura... Liberté, égalité, Beyonce! ZZZZZZZZZZ

Marina disse...

O Comentarista magoado está superando a própria Patrícia. Cara, você é genial <3

Anônimo disse...

comentarista magoado deve fazer filosofia.

Anônimo disse...

Quando entrei prá Filosofia estava louca pelo trote também, e aquele foi o ultimo da faculdade, já que uma veterana magrelinha e cocainômana tentou passar tinta no rosto de uma caloura magrelinha e neurótica e as duas saíram no tapa. Tapa na cara, puxão de cabelo, separação à força, etc. (eu falo o magrelinha porque era aquilo de pós adolescentes de 40 quilos, com aquela força típica de malucos na mão, e pareciam duas crianças de 7 anos se estapeando e se sujando de tinta). Ai ai.

Anônimo disse...

Quando você descobrir, conte para nós como é uma aula de latim.

Bia disse...

diz uma palavra em grego patricia ! rs

Ciências da Computação disse...

Estudantes de filosofia engraxarão meus sapatos no futuro.

Anônimo disse...

Passei com média 9,4 em Latim na faculdade de Letras e a única coisa que eu sei falar, de supetão, é "puella pulcra est", algo como "és uma bonita garota".

Ah, e claro, as expressões do meu curso 2, Direito.

Mateus Freitas disse...

Ei, latim, que legal! Até queria trocar, sei lá, Direito Civil IV por uma disciplina assim.

Rosana Tibúrcio disse...



Que sufoco!!

Penso que faria, também, cara de quem tava entendendo tudo e, de vez em quando, ainda soltava um nihil

hhahahahaha

Ana disse...

Patrícia, seria extremamente decepcionante se os veteranos de filosofia tivessem o mesmo comportamento dos estudantes de uma eng. civil. Não é por nada não, mas é muito mais esperado por mim, pelo menos) ver babaquisse no trote de eng. civil. Acho trote uma idiotice no geral. Você pode ter escapado de um rodeio das gordas e fica aí reclamando. ps: sou gorda tbm e não fiz filosofia.

Ana disse...

Comentei e nem tinha visto o comentário do "Ciências da computação". Imagina o trote do curso dele como foi. Delícia, né?

Gente escrota do caralho.

Anônimo disse...

quando fazia Letras também achava o pessoal meio chato e tal.. depois que sai, me formei, descobri que eu é que era imatura demais.

Anônimo disse...

trote é uma merda e dessa vez eu concordo com o/a comentarista magoado/a. pau no cu é gente de exatas, medicina e direito, tipo esse lixo humano de computação que veio comentar acima.