sexta-feira, outubro 19, 2012

OI OI OI

Eu ia escrever esse post antes do final. Mas daí ponderei que João Emanuel Carneiro é tão foda, que poxa, merecia um voto de confiança e talvez, quem sabe, poderia mudar a minha opinião.

Não mudou.

Não acredito na redenção da Carminha. Não posso crer em arrependimento com o nível de maldade dela.

Erros, todos nós cometemos. Alguns difíceis até para nós quando deitamos a cabeça no travesseiro.

Veja bem. Até hoje me arrependo dos gatinhos que torturei na infância. Se parar para analisar, eu descontava neles as surras que eu levava do meu pai. Mas isso não é desculpa. Aceito meus erros. Amo animais hoje em dia e jamais faria novamente, não tenho nem estômago para isso, mas um dia eu fiz e, pior, tive prazer ao fazer. E isso ainda me dói. Porque em algum momento eu fiz por prazer. "Ah, mas você era só uma criança que apanhava do pai, merece desconto". Não. Nunca fui por essa linha de pensamento.

Carminha teve uma pai terrível. Mas isso não justifica ela ter se tornado igual. Foi abandonada no lixão e abandonou outra menor anos depois. Qual a moral em odiar o pai se você faz a mesma coisa? Você só passa a ter moral para reclamar do sofrimento quando você, em uma situação semelhante, toma horror a praticar a mesma maldade. Só tem moral quem age diferente.

Enganou o primeiro marido e foi responsável indiretamente pela morte dele. Roubou a enteada e, se não fosse por uma adoção, Nina não teria a criação boa que teve. Casou com o segundo marido, enganou, mais uma vez. Passou a vida dando golpes sem se importar com ninguém. Péssima mãe para a Ágatha.

Se for parar mesmo para pensar nesse final dela, poderia ser pior, Carminha poderia ter dado a volta por cima. Mas terminou ali, miserável e redimida. O redimida é que pega. Não acredito que pessoas como ela um dia conseguirão se redimir. Jamais seria capaz de perdoar.

Falando das atrizes. Débora Falabella foi uma escolha equivocada. Não transmitiu nem 1/3 da emoção que a atriz mirim passou na primeira fase. Nathalia Dill, Bianca Comparato, Bianca Bin,  já demonstraram em papéis anteriores que dariam conta do recado. Adriana Esteves como Carminha, impecável.

No aguardo da próxima novela de João Emanuel Carneiro, que se firma como o melhor novelista da atualidade.

26 comentários :

Luciana disse...

Concordo plenamente contigo. A Carminha chegou num nível que não dá mais para voltar. Odiei essa pose de boa moça dela no final. Odiei. Isso não existe.

Ah, não esqueçamos que ela ENTERROU A NINA VIVAAAA!

Anônimo disse...

Típica reação esperada de alguém tão rancorosa e egocêntrica como você.

Rancorosa no sentido de remoer sempre o aspecto negativo das coisas (o que vem sendo uma constante nos seus últimos posts) e egocêntrica por achar que se algo não se coaduna com o SEU juízo do que é "perdoável" então não é algo possível no plano fático.

Por sinal, é risível todo a sua negativa à possibilidade de redenção, já que praticamente todos os sistema prisionais das sociedades modernas (e o direito penal ocidental como um todo) trabalham com alguma noção de ressocialização (alguns em maior, outros em menor medida) e gente que fez, na vida real, coisas muito piores do que foram retratadas na novela conseguem rever suas atitudes e tocar hoje uma vida normal, sem precisar "levar tiro no último capítulo ou apodrecer numa solitária/pinel/etc", esses sim finais bem novelísticos.

Mas em se tratando de você, o equívoco não chega a ser uma exceção!

Bruna França disse...

Deborah Secco teria sido ideal nesse papel da Nina.

Anônimo disse...

A pessoa entra nos comentários pra encher o saco. Vai chupar uma roooooola, meu filho.

Anônimo disse...

Pior do que a redenção da Carminha é o q aconteceu com a Nina.

Putz, por menos eu não olho na cara do meu pai e só tô esperando o dia dele morrer pra encerrar o assunto de vez e a Nina, que dedicou anos nutrindo vingança e se ferrou durante a novela toda pra ver justiça contra a monstra (como disseram aí em cima, FOI ENTERRADA VIVA) em poucos anos esquece tudo e vai comer/tomar café com a sogra pelo bem, do que, do filho? LÓGICA ZERO...

Mas ei, sou mais amarga que a Patrícia, não entendo perdão express!

vanessa disse...

Amei a novela e não curtir o final.
1-Simplesmente esqueceram do Santiago,ele levou um tiro e depois nem foi mais citado.Deviam ter colocado alguém pra comentar sobre o fim dele.

2 -Toda a sequencia da morte do Max não faz sentido se formos pensar em como foi a cena no dia que ele morreu.

3- A redenção da Carminha também não faz sentido.Ela NUNCA amou o Tufão ou sentiu algum remorso pelo que fez com a Nina.A unica pessoa que ela amou foi o Jorginho.

4 - Esqueceram do Shopping.

5- Final da novela com o Adauto brilhando e ele nem era protagonista.

vanessa disse...

Amei a novela e não curtir o final.
1-Simplesmente esqueceram do Santiago,ele levou um tiro e depois nem foi mais citado.Deviam ter colocado alguém pra comentar sobre o fim dele.

2 -Toda a sequencia da morte do Max não faz sentido se formos pensar em como foi a cena no dia que ele morreu.

3- A redenção da Carminha também não faz sentido.Ela NUNCA amou o Tufão ou sentiu algum remorso pelo que fez com a Nina.A unica pessoa que ela amou foi o Jorginho.

4 - Esqueceram do Shopping.

5- Final da novela com o Adauto brilhando e ele nem era protagonista.

Anônimo disse...

Hahahahahahahaha

Realmente, pra que discordar né? Bom mesmo é entrar nos comentários pra dizer amém a tudo que a autora mentalmente instável diz e afundá-la ainda mais na sua ilusão sobre seus juízos e o mundo que a circunda.

Agora vejamos bem: se a saída pra isso é estimular a vida sexual alheia, eu te garanto não é a minha (Ô se não é) que precisa de um empurrãozinho, mas a da menina que você teima em defender e provavelmente a sua também (por lidar tão mal com uma simples discordância).

Anônimo disse...

nem assisti a essa novelinha aí, mas rachei o bico com o "vai chupar uma rooooola". e aí, anônimo amargo, tá chupando mesmo? enquanto digita esse comentário? bombril 1001 utilidades? compartilha o bophe com as amigue do blog? a neca é odara?

L. disse...

>DeMeNtAdOr DeTeCtEd<

Anônimo disse...

A Carminha mudou de atitude mas o sentimentos ruins continuavam com ela e o autor retratou bem isso mostrando ela mal-humorada chamando a Mãe Lucinda de velha, a nina de traste e etc.

Carminha fez uma escolha (racional) de mudar de atitude ao salvar Nina e Tufão, o emocional demora mais para mudar, por isso não achei inverossímel.Acho sim válida a discussão sobre ela estar sendo sincera ou não, mas não foi irrealista como dizem por aí.

Como bem falou um outro comentarista acima, pessoas que cometeram crimes de todos mudam de vida, se eles estão sendo sinceros ou não são outros quinhentos.

Assisti uma entrevista do autor falando que ninguém é cem porcento bom ou cem porcento mal o que já o torna completamente diferente de todos os outros novelistas que sempre colocam uma protagonista tão boazinha que dá vontade de vomitar e uma vilã incapaz de qualquer emoção positiva

Fernanda disse...

Anônimo Fábio, pare de julgar os outros e se olhe no espelho. garanto que o reflexo te enojará.

Rosana Tibúrcio disse...

Achei o final muito estranho também. Isso de Carminha ficar boazinha. Mas eu ouvi em algum lugar, não me lembro onde (velhice é foda) que a Carminha salvou a Nina e o Tufão não por bondade, mas porque ela sabia que junto ao pai passaria os piores dos castigos; que além do Santiago deixá-la pobre, ele não dividiria a grana e continuaria a violentá-la; Carminha sabia que o pai era muito pior que ela, tanto que dizia isso a ele.
Gostei dessa explicação e talvez justifique a Carminha “arrependida”.

Outra coisa, li em algum lugar (hahaha velhice dois, a missão) sei que foi no twitter, não me lembro de quem, mas estava escrito mais ou menos assim "Ninguém é obrigado a concordar com tudo que digo, mas não precisa me dizer tudo que discorda"

Eu acrescento: discordar tudo bem, mas dizer sobre rancor de outros (no caso, sobre o suposto rancor de Patricia pela vida e pelas pessoas) com tanto ódio me assusta bastante. Sobretudo porque, diferentemente de Patricia, não há uma possível explicação para tanto sentimento negativo. Ou me dirão que é positivo o que “anônimo” (oi??) tão bom escrevente disse, com tanto rancor por PATRÍCIA?

Anônimo disse...

até hoje nunca entendi gente que rebate os comentários feitos para a Patrícia antes mesmo dela fazê-los. E bem acho que ninguém é obrigado a concordar com tudo que ela escreve( concordo com muitas coisas, com outras não).
Acho que redenção é possível e veja bem, uma pessoa que foi humilhada e jogada na sarjeta se for inteligente, vai sim se arrepender do que fez. Mas é claro que só a patrícia no auge da sua superioridade é capaz de se redimir e parar de torturar gatos. o resto da humanidade é analfabeto funcional e ela, um prodígio.Tal prodígio que nunca encontra a solução pros seus problemas.

Liz disse...

Aff, tem uma pessoa que pelo jeito não gosta da Patrícia, mas não deixa de ler os posts dela... incrível, não é mesmo?

Anônimo disse...

Psicopatas não se redimem NUNCA.
Final incoerente.

mas é isso gente. Final de novela quase sempre é brochante.

Larissa disse...

Será que só eu gostei do final da novela? Achei diferente e possível.

A Carminha sempre fazia as maldades, mas não conseguia ver o resultado, as consequências daquilo pra ela do ponto de vista negativo. No penúltimo capítulo, qdo ela percebe toda a merda que estava acontecendo, tufão e nina sequestrados e possivelmente mortos, ter que ficar com aquele pai, e que tudo aquilo de uma forma ou de outra era culpa dela a ficha cai.
A atriz é tão boa que dava pra perceber claramente na expressão dela a culpa que ela estava sentindo pelo que estava acontecendo e estava pra acontecer e que ela mesma teria que acabar com aquilo pq senão o desfecho seria pior pra ela mesma, com um pai doido daquele. Tudo explicado/interpretado facilmente pelas expressões da atriz no final do penúltimo e no início do último capítulo. Genial achei! Quiçá digno de Oscar. rs

E mesmo depois de ela ter feito todas as maldades ainda tinha a Lucinda que se importava com ela, coisa que ela não teve verdadeiramente a vida inteira. O q reforçou a ideia do arrependimento.

Daniel disse...

Prefiro assistir glitter - em busca de um sonho. hauahuahau
Amo!

Anônimo disse...

Anônimo 23:47

A Carminha foi diagnosticada como psicopata?

Anônimo disse...

Um Emmy de melhor atriz para Adriana Esteves, por favor.

Anônimo disse...

E o mensalão, Hein gente??? Que coisa, né?

Luisa Maria disse...

Patrícia, nada a ver com o post (não assisto novela, sorry), mas li isso aqui e lembrei muito de voce:

http://csnpm.wordpress.com/2011/03/24/coisas-sobre-as-quais-voce-nao-deve-falar/

Não se preocupe que não é auto-ajuda nem nenhuma merda dessas. Leia até o fim, certeza que vc vai se identificar.

Bjs!

Lucas disse...

Eu acredito que a Carminha merece o perdão. Achei o final da novela algo muito digno. Ela errou e se arrependeu. Foi de coração. Sabe, só porque se perdoou, não quer dizer que precisa conviver junto pro resto da vida. Foi uma escolha da Nina e do Jorginho levarem o filho pra ela conhecer. É a avó do guri, ela merece isso.

Lembro que quando a novela começou, eu fui um que disse que ela ia ser um lixo. Mas estou com grandes expectativas com Salve Jorge. Apenas pela questão do tráfico de mulheres e por mostrar a vida numa comunidade pacificada. Isso vai mudar a opinião de muita gente.

Eu nunca torturei animais, mas já fiz algumas coisas das quais me arrependo. E, bem, sei que é difícil, mas decidi me perdoar. Quando lembro de algo que fiz e me sinto mal por isso, lembro também que me perdoei. E me perdoo mais uma vez. Não é fácil, mas você pode tentar.

É isso ou acreditar no que disse a mala do segundo comentário. Tente mais uma vez, ou esse comentário pode ter mais verdade do que se imagina.

Beijo na bunda!

mari disse...

queria a Mariana Ximenes como nina...

Daniela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

a dona desse blog é uma otaria msm dizer q debora falabella foi uma escolha equivicada vc ta louca minha filha?? o JOAO EMANUEL CARNEIRO fez a nina pra debora falabella caso vc nao saiba procura na net, e ve os elogios do JOAO EMANUEL CARNEIRO e se morda de raiva e inveja pq sua critica nao é de nada nao vale nada, AFINAL QUEM É VC??vc nao tem credibilidade nenhuma na televisao... nao é nenhuma pooora de nathalia diil q é iniciante mto menos bianca comparato e bianca bin AFFE e quem disse a mariana ximenes aff ia fica igual a LARA de a favorita e ela é loura do olho azul nada a ve com a mel maia aff debora secco??pessima nada ave ..o dona desse blog RIDICULO vc nao sabe nda de teledramarturgia e vem julga a interpretaçao da debora?? a se toca filha todos os criticos de tv q sao especialistas na area elogiam ela vc NAO SABE O Q TA FALANDO DEBORA FALABELLA É UMA DAS MELHORES DA NOVA GERAÇAO ...NATHALIA DILL,BIANCA BIN,BIANCA COMPARATO E DEBORA SECCO NAO CHEGAM AOS PES DA DEBORA FALABELLA JA A MARIANA TA NO MESMO NIVEL DA FALABELLA SÓ Q A MARIANA JA FOI PROTAGONISTA DE NOVELAS DAS 21H JA BRILHOU TEM Q DEIXA PROS OUTROS BRILHARAM TAMBÉM ,A VEZ DELA JA PASSOU VC DONA DESSE BLOG NAO SABE NADA NAO VAI ESTUDAR ARTE DRAMTICA PRA DEPOIS VIM DA UMA DE CRITICA DE TV Q ISSO VC NAO É MEESMO TA MAIS PRA AMADORA DEVE TE INVEJA DA FALABELLA ISSO SIM POR ISSO EXPLICA ESSA IMPLICANSA TODA FALABELLA FOI A 1ª ATRIZ A SE ENTERRADA VIVA E AFOGADA NA BANHEIRA MEOO AMOR ISSO NAO É PRA NINGUEM É PRA POUCOS SE SABIA NEAH?! INVEJA MATA VIU Óò