sexta-feira, outubro 05, 2012

obrigada

Infelizmente contamos com altos índices de analfabetismo funcional e algumas pessoas não entenderam o último post. Mas como sou uma pessoa boa (mentira), vou dizer com todas as letras. Não tento nenhuma dica que me passam porque opa, já tentei todas? "Blablabla, mas funcionou com a prima da vizinha do meu namorado". Que bom pra ela.

 Agradeço os inúmeros comentários me dando força, mas nada, NADA, jamais superará esse aqui.


HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

Fez meu dia. Apenas obrigada ♥

36 comentários :

Objetivo 75 disse...

Para mim o melhor é ;
Anônimo disse...
Dear...MY NAME IS ALINNE, QUERIA SABER ENFIM QUAL É SEU REAL PEÇO. QUANTOS QUILOS? PODERIA DISSER?
Com um destaque mais que especial para o PEÇO

Vitor disse...

Acompanho o blog a anos e é a primeira vez que comento.
Só queria dizer que te entendo. Também tenho *uns quilinhos a mais* e as pessoas sempre vem falar como se fosse super fácil simplesmente parar de comer ou se submeter a uma cirurgia de redução.

Eu não saio por ai falando pras pessoas feias fazerem cirurgia plástica.

Anônimo disse...

Vítor arrasou!!
E nem saímos falando para as pessoas burras fazerem transplante de cérebro.

Anônimo disse...

Outro dia me peguei pensando a respeito sobre o que há em comum com as mulheres gordas - excluo os homens sim. Todas nós em algum momento perdemos o brilho dos olhos, a vida se tornou um dia após o outro. É mais(mas tb é isso) do que aquele velho papo de se automutilar, se castigar, todas essas coisas. É simplesmente não existir existindo, é o tanto faz. Eu não sei o que dizer, pois tb não encontrei nada que voltasse a me dar tesão pela vida, e por isso não vou te falar pra procurar algo que faça vc gostar de toda essa merda. Mas se pense a respeito, vê o que vc consegue fazer por ai... e saiba que tem um monte de garotas que estão na mesma. Sorte

Anônimo disse...

Nojo de gente que acha que gordo é gordo porque quer. Cheguei aos 120 uns anos atrás, mas consegui perder e cheguei aos 80 fazendo a Dukan, depois de desistir incontáveis vezes e ter que ouvir família e amigos falando que me falta disciplina.
Patrícia, vc vai conseguir. Eu entendo a merda que é isso que você passa. Fiquei preso na roleta tantas vezes que perdi a conta. Pessoal tinha nojinho de sentar ao meu lado. Virei sócio do Xvideos. Mas vc vai sair dessa igual eu saí. Boa sorte!

Anônimo disse...

"Eu não saio por ai falando pras pessoas feias fazerem cirurgia plástica."
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Vitor, comente mais vezes!


Vc viu isso, Patricia?
http://www.youtube.com/watch?&v=rUOpqd0rQSo

Anônimo disse...

As pessoas só estavam tentando lhe ajudar, Patrícia... (não esse comentário em si, mas os q deram ''sugestões'')

Natália T.

Anônimo disse...

"Nojo de gente que acha que gordo é gordo porque quer. Cheguei aos 120 uns anos atrás, mas consegui perder e cheguei aos 80 fazendo a Dukan, depois de desistir incontáveis vezes e ter que ouvir família e amigos falando que me falta disciplina."

Quer dizer.

A pessoa ADMITE que desistiu incontáveis vezes e vem se solidarizar com Patrícia quando ela resolve fazer pouco de quem critica a falta de determinação dela.

Velho, obesidade pode ser a merda que for. E ninguém aqui tá dizendo que gordo é gordo porque quer. Mas pra DEIXAR DE SER GORDO precisa de força de vontade, caralho. Não é "não gostar de ser gorda". Não é "não querer ser gorda com 99% de si". É não querer ser gorda com 205% de si. Eu tenho muita pena de quem REALMENTE se compadece de Patrícia com esse discurso de "não perceberam que eu já tentei de tudo?", quando isso é claramente uma mentira deslavada.

Daqui a pouco a obesidade de Patrícia é taxada de irreversível e ela ainda vai conseguir gente tosca pra vir aqui dizer amém pra ela e criticar quem OBVIAMENTE NÃO CAI ESSA CONVERSA DE GORDA DESISTENTE.

Porra, vocês não leem essa droga de blog direito? A nutricionista fala que Patrícia pode comer ovo cozido duas vezes na semana. O que ela faz? Aceita naturalmente a indicação (o que ela deveria fazer sabendo da gravidade do caso dela)? Não, ela vem aqui ridicularizar o acontecimento. Notem que ela mesma admite no que estava pensando em vez do ovo: doces, massas, sobremesas...

E vocês vem me dizer que quem aparece pra criticar é "analfabeto funcional e não sacou que ela tentou de tudo"? VSF

Aí eu sou obrigado a dizer que vocês que apoiam ela tem algum deficit GRAVE de inteligência pra sacar que se ela tentou DE TUDO e não deu em nada, foi porque ela largou as coisas pela metade né. Ou então eu desafio a alguém fechar a boca por um ano a fio e ainda ter peso de três dígitos como ela.

Livia disse...

Eu também sou uma leitora fiel que nunca havia comentado. Mas, porra, caralho, PAREM DE JULGAR! Quem lê o blog e tem o mínimo de compreensão sabe que o problema da Patrícia vai MUITO ALÉM da obesidade.

Aconselho que comecem a ler o blog de novo, de trás pra frente, prestem atenção em cada post. Prestem atenção no primeiro post que ela conta do pai (acho que o nome é Minha Metralhadora de Mágoas). Prestem atenção em quando ela fala de abuso sexual na infância. Prestem atenção nas histórias sobre a família escrota de Minas.

E, depois, se perguntem, com sinceridade, o que vocês fariam se tivessem que aguentar todas essas barras. Já pararam pra pensar que a relação com a comida é uma válvula de escape? Tem gente que cai nas drogas, que gente que desconta nos outros (o próprio pai da Patrícia parecia ser desse tipo). A Patrícia desconta na comida.

Ela sabe mais do que ninguém que não é a coisa mais saudável do mundo, mas é o que ela pode fazer, dentro das possibilidades. É humano.

Seria fácil pra mim, que não passei pelo que ela passou e passa, apontar o dedo e dizer: Você precisa fazer isso, fazer aquilo, blá blá blá. Só que, na boa, no fundo eu sei que no lugar da Patrícia eu não teria um décimo da força e bom humor que ela tem.

Por isso, Patrícia, fica aqui toda a minha admiração por você, e toda a torcida do mundo pra que você fique bem e feliz. Tamo junto.

Anônimo disse...

Caralho, que nervoso essa discussão, e coitada da garota né... me compadeço porque sou gorda e trabalho com uma menina magerrima que almoça mcdonalds e ana marias todos os dias, e é linda e inteligente, e os caras babam nela, e agem como se eu não existisse... como não se rebelar contra essa porra de karma ou seja lá o que? todo mundo quer viver, todo mundo quer comer o que tem vontade... ter gene de gordo é uma merda.

Anônimo disse...

Essse post mais os comentarios me lembraram uma vez que tava vendo o programa d a Oprah (pode me julgar,eu curtia ela) e uma terapeuta fala:
Quem é obeso ou tem um serio problema hormonal ou tem problemas psiclogicos.

Vou dá uma aqui de conselheira chata.Seu peso vai diminiuar quando seus traumas diminuirem,porque enquanto a comida for a melhor coisa da sua vida você nunca vai abrir mão dela

PP disse...

cara, como vocês são chatos.

Patricia, esquece essa merda toda e vamos concentrar no que interessa: Ibson fora do mengão!

Anônimo disse...

Livia, concordo que os problemas de Patrícia são maiores que puramente a obesidade, mas ela já tá num nível de downward spiral que ela parece não estar dando conta nem dos problemas físicos quanto mais dos psicológicos.

Pior, ela não consegue impedir que os traumas dela atrapalhem seus esforços para emagrecer.

O mais emblemático nisso é que quando essa obesidade é considerada singularmente, aí ela vem com esse risinhos de (auto?)escárnio, esse sarcasmo que sinceramente não leva a lugar nenhum e essa cantilena de que já fez de tudo e que pra ela não adiantou.

Só que, se o que atrapalha ela de emagrecer são os lances da vida dela, não é fazendo pouco de quem critica a sua falta de determinação que ela vai pra frente. Porque daí fica parecendo que ela é a rainha da força de vontade (quando sabemos que não é), mas que por motivos ocultos as coisas não dão certo pra ela.

Agora se a força de vontade dela é minada por questões psicológicas, aí não vai ter nutricionista que chegue pra dar jeito no caso dela e ela vai estar se condenando eternamente a esses "só me resta rir" típicos dela, que no fundo não tem graça nenhuma. Então parar de reclamar dos comentários no blog e procurar uma ajuda profissional pra ajeitar essa cabeça dela seria um bom começo pra uma dieta bem-sucedida.

Livia disse...

Anônimo, que bom que entendeu o que eu quis dizer. Contudo, continuo achando complicado julgar. Cada um sabe onde aperta o seu calo. E cada um tem o seu próprio jeito de se defender.

Eu acho que certos comentários aqui provavelmente devem machucar a Patrícia demais. E acho que ela usa, sim, a ironia pra se defender. E, poxa, quem nunca? Ela não sai por aí agredindo pessoas, ela escreve no blog DELA e lê quem quer. Ela não está forçando ninguém a nada, quem não curte ler o que ela escreve, pode muito bem se retirar e ler outra coisa.

Mas, voltando, vários posts, vários mesmo, dão a indicação de que existe um buraco negro muito grande dentro dela. E que as coisas que ela conta aqui são apenas uma pequena parte.

Então, apesar de concordar você que um tratamento sério seria o melhor a ser feito, acho complicado julgá-la "sem determinação", pois acho mesmo que ela está lidando com tudo da maneira que pode. Em certos contextos, só o fato de levantar pra ir ao trabalho todo dia já é uma vitória.

Enfim, essas coisas são complicadas, e cada um reage de uma maneira, cada um tem o seu jeito. No fim das contas, a vida é dela, as escolhas são dela, e tudo o que podemos fazer é como leitores é acompanhar e torcer pra que tudo dê certo. Talvez seja isso mesmo o que ela precisa.

Quéroul disse...

o que falta é força de vontade pro povo parar de cuidar da vida dos outros e ser só um pouco mais humano.

saco.

Louise disse...

Vão tomar no cu.

Boa sorte Patrícia vai na fé, gata

mônica vieira disse...

anônimo 22:14,

faltou vc dizer pq isso acontece. porque só as gordAs,as mulheres "perderam o brilho no olhar"?

aliás, tem muita gorda que não fica se matando pra emagrecer e tá muito bem obrigada, mas enfim...

pq os homens não perdem o "bilho no olhar"?? será que é pq as pessoas ao redor não fazem as mesmas cobranças do que fazem com as mulheres?

fica a dica aí, hein

eu fico pensando, sou gorda desde que me conheço por gente, minha mãe é gorda, minha vó é gorda, meu pai é gordo, PORRA, e eu não emagreço pq não tenho força de vontade?

vá tomar no cu.

claro que tem que se preocupar com a saúde, mas isso sou EU que tenho q fazer, da minha saúde cuido eu. e é possível ser gordo e saudável ACREDITE SE QUISER.

aliás, já reparam como gente que não é amigo, família se preocupa com a saúde de gordo? HAHAHAHAHAHAHA

que gente mais lynda, uns anjos.

ninguém entra num bar gritando ÔÔôôôÔÔ PAREM DE SE INTOXICARRRRRRRRRRRRRRRRR.

né? mas com gordo todo mundo tem DICA.

putz, desculpa o desabafo aí, patricia. sorte pra vc.

Alona disse...

Já tentou heroína? O Macaulay Culkin tá magrinho...

Anônimo disse...

Mas é claro que eu jamais perguntaria se ela já tentou isso ou aquilo porque sei que toda gordinha já tentou algo. Engordar é a coisa mais fácil do mundo, mas emagrecer é uma merda, ainda mais qd se conta com família escrota e tdo o mais, infância difícil.. Não te julgo, não, e ainda acho que vc é muito melhor que muita gente magrinha e gostosinha por aí, porque vc tem bom carater.
Tou contigo, e seja feliz do jeito que for pra ser.

Lidix

Anônimo disse...

Patricia... Voce. Vai. Conseguir.

Voce.Vai.Ter.Uma.Vida.Melhor.

Que se foda o passado. Que se fodam alguns aspectos do presente. O que interessa e' o seu futuro. Ja imaginou que boa vinganca de toda essa gentinha quando vc estiver com um peso saudavel, pegando muitos boy magia, unindo essa inteligencia maravihosa a um corpo finalmente sao (e bao?). Nao faca a felicidade dos outros mantendo um padrao de vida inferior ao que vc merece. Se nao consegue emagrecer por outro motivo, emagreca por vinganca mermo!

ingrid disse...

"Blogger Objetivo 75 disse...

Para mim o melhor é ;
Anônimo disse...
Dear...MY NAME IS ALINNE, QUERIA SABER ENFIM QUAL É SEU REAL PEÇO. QUANTOS QUILOS? PODERIA DISSER?
Com um destaque mais que especial para o PEÇO"

Tá meio q subtendido q a Alinne usou um tradutor,né,Objetivo?
Povo tb arruma pinimba com cada parada.

Unknown disse...

Mano, quem conseguiu sobreviver em COLIDER consegue qualquer coisa. Vc é guerreira.
Bjos

Anônimo disse...

Patrícia, junto com a nutricionista eu consultaria um psicólogo (e um psiquiatra).

Já li teu blog de cabo a rabo e me compadeço de ti, por muita empatia.

Fiz tudo quanto é dieta, fiz redução e ainda estou acima do peso. Comecei a perder quilos quando descobri o gatilho de comer tanto - e isso foi com o psiquiatra.

Você é adulta e sabe o que faz. Tem gente que vem aqui sacanear e fazer bodyshaming. Se a obesidade te incomoda (por vc, não por ninguém), vc decide o que fazer. Mas não precisa ser grossa com quem te acompanha e torce por ti.

Anônimo disse...

Vou te mandar um sincerão, e não leve a mal (caso seja possível).

Se vc continuar assim, vai terminar infartada, sozinha (porque do jeito que vc trata as pessoas que se importam com vc, nada mais justo) e suja no próprio vômito de pizza portuguesa com maionese.

Se a sua saúde não for mais importante do que todo esse discurso de foda-se, infelizmente não há mais nada a se fazer.

Aplaudo a sua iniciativa de procurar ajuda. Mas vá em frente. Porque a única prejudicada/beneficiada com as suas escolhas é vc mesma, e também é a única que pode optar por uma vida melhor.

Abraços,

Xis.

Anônimo disse...

Mudando de assunto, adorava seus posts "Daria", chorava de rir

Ninguém merece ser mesária, suplente de mesária então, é o fim

Espero que sua semana tenha coisas bem legais pra compensar o dia de hoje

Vou te ajudar desde já:

Sua sorte do dia: vc foi mesária, mas não mora em CUritiba, e nõa teve Ratinho Jr como candidato, sendo o primeiro colocado

Pronto, pode rir

Bjos

Lu D. disse...

Obesidade é uma doença. Não lhe conheço, mas, sinceramente..não consigo conceber a ideia de que alguém faça uma cirurgia de REDUÇÃO de estômago e não consiga emagrecer. Quando sugeri que fizesse foi simplesmente pq sei o quanto é dificil emagrecer fazendo dieta, o quanto é difícil chegar em casa estressada, triste, deprimida, abrir a geladeira e pegar um pepino ao invés da torta de chocolate. Tem que ter muito equilíbrio emocional, muita dedicação, determinação. Pelos posts que li, vc se descreve como uma pessoa obesa e não apenas gordinha. Escrevi falando que minha prima fez a cirurgia e não foi nada traumática apenas com o intuito de lhe incentivar a fazer tb. Pq eu era super contra esta cirurgia até então. Fiz campanha contra, falei que era falta de força de vontade, blabla..e hoje, me arrependo de cada palavra. Ela virou outra pessoa. Não apenas fisicamente, mas tudo mudou.
Agora, se vc realmente já se submeteu a esta cirurgia e nada adiantou, não sei o que falar. Deitar na BR é uma alternativa.
Brincadeira.
rsrsrs
Espero que vc encontre uma solução.
beijos

Anônimo disse...

quem fez este comentário sobre a determinação fui eu. E eu continuo com a minha opinião.

Mas quem melhor expressou exatamente o que eu sinto, foi um desses anônimos. E olha, faço questão de reproduzir o comentário dele, porque eu concordo absolutamente com todas as linhas:

"Nojo de gente que acha que gordo é gordo porque quer. Cheguei aos 120 uns anos atrás, mas consegui perder e cheguei aos 80 fazendo a Dukan, depois de desistir incontáveis vezes e ter que ouvir família e amigos falando que me falta disciplina."

Quer dizer.

A pessoa ADMITE que desistiu incontáveis vezes e vem se solidarizar com Patrícia quando ela resolve fazer pouco de quem critica a falta de determinação dela.

Velho, obesidade pode ser a merda que for. E ninguém aqui tá dizendo que gordo é gordo porque quer. Mas pra DEIXAR DE SER GORDO precisa de força de vontade, caralho. Não é "não gostar de ser gorda". Não é "não querer ser gorda com 99% de si". É não querer ser gorda com 205% de si. Eu tenho muita pena de quem REALMENTE se compadece de Patrícia com esse discurso de "não perceberam que eu já tentei de tudo?", quando isso é claramente uma mentira deslavada.

Daqui a pouco a obesidade de Patrícia é taxada de irreversível e ela ainda vai conseguir gente tosca pra vir aqui dizer amém pra ela e criticar quem OBVIAMENTE NÃO CAI ESSA CONVERSA DE GORDA DESISTENTE.

Porra, vocês não leem essa droga de blog direito? A nutricionista fala que Patrícia pode comer ovo cozido duas vezes na semana. O que ela faz? Aceita naturalmente a indicação (o que ela deveria fazer sabendo da gravidade do caso dela)? Não, ela vem aqui ridicularizar o acontecimento. Notem que ela mesma admite no que estava pensando em vez do ovo: doces, massas, sobremesas...

E vocês vem me dizer que quem aparece pra criticar é "analfabeto funcional e não sacou que ela tentou de tudo"? VSF

Aí eu sou obrigado a dizer que vocês que apoiam ela tem algum deficit GRAVE de inteligência pra sacar que se ela tentou DE TUDO e não deu em nada, foi porque ela largou as coisas pela metade né. Ou então eu desafio a alguém fechar a boca por um ano a fio e ainda ter peso de três dígitos como ela.

Fernanda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Eu concordo com o anômino que escreveu esse livro aí em cima.

No sentido do que ele quis dizer, mas não como ele disse.

Vamos Patrícia!!
Não conheço ninguém que conseguiu dizendo que foi fácil.
Bora sair da Zona de Conforto.
Chega de ter pena de si mesma.


=)

Anônimo disse...

Compartilho desse seu sentimento expresso...
Cara, me chamar de gorda preguiçosa é o melhor que elas tem pra me dizer? Porra, já ouvi coisa mais elaborada.
Imagino que vc tb.

Olha esse post que bacana:
http://cemhomens.com/2011/10/sua-gorda/

Vitor disse...

Pior mesmo são os magros comentando "nunca ouvi alguém dizer que é facil emagrecer. mas com força de vontade você consegue"
Tudo isso poderia ser revertido pra vida dessas pessoas:

- nunca ouvi alguém dizer que é facil entrar na NASA. mas com força de vontade você consegue.

- nunca ouvi alguém dizer que é facil ser um gênio. mas com força de vontade você consegue.

- nunca ouvi ninguém dizer que é fácil sair da pobreza, mas com força de vontade você consegue.

E do jeito que todos aqui são feras em força de vontade, devem ser todos magros, gênios, ex-moradores de favela e trabalhadores da NASA....

Susi Schio disse...

Patrícia, tu é forte e vai conseguir...se não dessa vez, vai ser numa próxima tentativa.
Fé em si mesma, mas sem cobranças enlouquecedoras. É melhor viver gorda que neurótica.
Torcendo por ti, tudo vai dar certo!

Anônimo disse...

Voltei depois do comentário no post anterior pra dizer que acho muito romântico a galera tentando resolver sua vida, pelos comentários do blog ainda por cima. Bacana mesmo, coisa de "gente que se importa risos".

Dá o número da sua conta corrente pra eles depositarem, Patrícia.

Inaie disse...

menina, só vi esse comentário agora! Então tb já estou com o diagnostico da minha filha...ela obviamente não está determinada a parar de ter dor de estomago!!!

É a solução dos meus problemas, certo??

Anônimo disse...

Anonimo 03:12

Patricia realmente fez de tudo, inclusive a cirurgia.
O problema é total outro, mas vc é incapaz de compreender.

Anônimo disse...

Chata.........