quarta-feira, agosto 01, 2012

tristeza não tem fim, felicidade sim

Dos comentários do último post:

Que boca maldita, meu deus


Cheguei hoje no trabalho e Forrest estava lá. E pior, rindo aos montes: "kkkkkkk não me quiseram". A pessoa acha engraçado ser um estorvo tão grande que o chefe da Marinha prefere não ter ninguém a ter ele. Porque desculpa se eu tenho o pensamento NORMAL de, se a mesma situação acontecer comigo, querer me enfiar em qualquer buraco para fugir da vergonha. Ele não. Ele ri.

E daí contou:

- Tinha uma lá que era mais lerda do que eu kkkkkk.

Perguntei:

- É mesmo, Forrest? Quantos anos ela tinha? 2?

Porque né, pra ser mais lerda que você, só sendo uma criança de 2 anos.
- kkkkkkkkk é mesmo.

6 comentários :

Fabiana disse...

Desculpa aeee, pessoal....
Patrícia, juro que da próxima vez penso algo menos trágico... Ou te digo os números da loteria, vá que funcione...
(não sei se dou risada ou choro)

Luana disse...

Bora benzer que a macumba foi forte.

Engraçadinha disse...

Mas Forrests da vida só buscam os fins, não não os meios.
Te mandei via Instagram a minha foto com o Forrest do meu ex-departamento.
Ele foi dos poucos que compareceu ao encontro de despedida e olha q a gente volta e meia se bicava.
Então isso me faz pensar nesse cara q é pai de família, sabe de sua pentelhice, mas faz disso um meio para sobreviver à empresa.

Mila, the Strange disse...

IAUHEIAUHEUIAHE ADOREI O COICE CARA. Você tem que fazer mais dessas.

Nana disse...

Véi, na boa, ele tá ligado, ele se faz, puta que pariu, que vontade de matar esses arigó que sabem que são arigó e quase que se orgulham disso.

Anônimo disse...

Duvido que deu tempo de fazer o churrasco comemorativo.Que merda,Forrest FDP.