segunda-feira, agosto 20, 2012

rir: só o que me resta

Ia reclamar aqui, mas ponderei que de fato a minha reclamação é infantil. Mas o que é a vida senão um eterno jardim da infância? Então, vou reclamar sim, porque de maturidade não entendo nada, afinal de contas, até hoje choro pelo doce de leite que me garantiu a maior surra da história aos 9 anos. Se eu fosse madura, não teria um blog pessoal aos 28 anos de idade.

Enfim.

Todo mês, no trabalho, rola uma festa para os aniversariantes.

Nesse mês dementador, temos 2 de aniversário. Graças a deus não incluíram Forrest Gump, porque no início de agosto resolveram fazer uma festa pra galera de julho. Então, pensei eu, a festa seria somente para mim e para um outro rapaz que fez anos ontem.

Resolveram fazer a festa hoje.

E não falaram nada comigo.

E ainda tive que escutar no corredor "Fica que hoje vai ter a festa do Fulano".

Vocês poderiam me dizer "Ai, Patricia, que besteira, eles podem fazer uma festa pra você também". Não tem lógica alguma fazer duas festas no mesmo mês. Quem organiza realmente esqueceu de mim (beijos, Macaulay Culkin, força aí na luta contra o crack). Claro que é mega engraçado eu ter pavor de festa de aniversário e, mesmo assim, ficar magoadíssima por terem me ignorado. Em minha defesa digo que nunca busquei coerência.

Hoje, deu meu horário, peguei minhas coisas e vim embora. Rindo no caminho lembrando que até Forrest teve uma festa de comemoração.

31 comentários :

Anônimo disse...

Porra, me deu vontade chorar.
Me lembrou que esse ano meu pai esqueceu do meu aniversário. Por um lado pude mostrar pra algumas pessoas o quanto estou certa em tratar ele com frieza, ter aquele gostinho de "eu disse que estava agindo corretamente", mas por outro, partiu meu coração em mil pedaços.

Anônimo disse...

Esse é o tipo de post que me faz economizar palavras e reclamações. Também não curto meu aniversário pelo simples fato de ser o dia que nasci, ou seja, que tudo começou. Mas é lógico que fico louco do cu se sou desprezado e ninguém lembra. Por isso que aos TRINTA E UM ANOS, também reclamo num blog...:(

Marina G. disse...

Quer um abraço? Ajuda sempre.

Sempre se pode chorar. Mas nesse caso, eu faria a egípcia e levaria um pedaço de bolo pro trabalho pra coemr na hora do almoço e diria que é pelo meu aniversário. o sabor do bolo seria (c)limão.

força, gata. :)

Anônimo disse...

E se falaram pro fulano que era uma festa pra vc e... tcharam surpresa pros dois? Deu mole indo embora.

O Guri disse...

eu acho que era uma festa surpresa. Você não pode ser tão odiada a esse ponto, até mesmo porque se fosse não iam querer que você ficasse pra festa do colega.

Eu também não consigo superar muita coisa que aconteceu comigo. Me sinto mal e culpado por coisas de anos atrás. Então você não está sozinha...

Quer um abraço? Pronto, agora você já tem dois.

Anônimo disse...

Sei lá , gente. E se sacaram que vc não gosta de festa e resolveram te poupar? Vai saber.

Eu sou coerente. Não gosto de aniversários, nem do meu nem de ninguém. Caguei bonito. Só ficaria puta se minha mãe esquecesse. O resto... Pfffffff

se tem uma coisa quê me deixa puta é
discurso de " féliz aniversário". Totalmente desnecessário.

Natália T. disse...

Já passei por isso em um estágio. Lá eu era bullynizada por ser sobrinha do presidente do órgão e estar lá sendo q ainda estava no 2º semestre da facu (só aceitavam qm estava do 5º semestre em diante). Nem ligavam se, mesmo sendo mais nova q todo mundo lá, eu fazia mto melhor o trabalho q nego q ja tava lá há 2 anos e já tava formando na faculdade. Nem ligavam. Só me bullynizavam.

Aí, tinha essa coisa de fazer festinha no dia do aniversário da pessoa. E eu, toda cagada no medo de ter q participar da festinha e abraçar aquele povo falso&chato e dizer 'obrigada, obrigada', faltei ao estágio no dia do meu aniversário. Assim, simplesmente faltei. Sem nem avisar ninguém. Cheguei no estágio no outro dia,com um atestado médico q consegui falsamente com um colega de sala na facu q é médico. Morta de medo. Aí que vem a chefe do RH na minha sala, me pedir desculpas pq alguém tinha colocado minha data de aniversário errada e, por isso, não tinha rolado uma festa pra mim. Sendo q 85% do pessoal da vara onde eu estagiava me tinha no facebook. Ou seja.... não fizeram festa de propósito. E eu, que estava super agoniada pq não qria uma festa, me vi como vc: magoada pq não fizeram. MASQUEVIDA.

feliz aniversário, by the way. Que a vida mude e lhe dê felicidades. Ou, pelo menos, uma anorexia e um bilhete premiado da loteria. :)

Anônimo disse...

Ain, deu vontade de chorar.
Laila

Anônimo disse...

TENTE SER MAIS SIMPATICA COM AS PESSOAS, NAO É A TOA QUE ISSO ACONTECE CONTIGO

olha, brinks, normalmente posto aqui discordando litros de você quando você vem se fazer de vítima do mundo ou do ~incurabilíssimo~ mal denominado gordice, mas como é seu níver (ou foi/ou será) vou te mandar um beijo+abraço e dizer que mesmo você sendo uma chata eu adoro ler suas chatices.

Fique triste não, chata <3

Anônimo disse...

Sério, até os trolls do seu blog tão te dando parabéns, Patrícia, de quem mais você precisa? manda esse povo tudo ressentido do funcionalismo público tomar no cu

Anônimo disse...

quando eu fazia estagio no funcionalismo publico tinha pavor dessas festinhas, eu ria e disfarçava mas eu odiava - ainda odeio - essas comemorações, quando fizeram pra mim eu fui a primeira a sair e voltar pro trabalho, o resto ficou na festa batendo papo e comendo. agora estou numa empresa há 3 semanas e dou graças a deus que eles não fazem nada disso, é um empresa séria, as pessoas trabalham e tal. [tirei ate minha data de nascimento do meu curriculo depois de estagiar na procuradoria do municipio, trauma daquela gente]

Anônimo disse...

e esse negocio de ficar magoada, fala serio, eu ficava quando eu tinha uns 22 anos, depois passou, a vida é mais do que isso sabe... não adianta as pessoas te tratarem com desdem, falsidade todos os dias e mudarem pra te desejar feliz aniversário, incoerente não?

Bala de Prata Oficial disse...

conta pra gente depois se a festa era surpresa!


Bala de Prata Oficial disse...

conta pra gente depois se a festa era surpresa!


Unknown disse...

Super entendo...
Aqui na empresa sempre tem bolinho pro aniversariante do dia. No meu não fizeram, sendo que participo do de todo mundo.
Tenho um grupo mais fechado de amigas já que a muito desisti de ser falsa/simpática com todos, dá muito trabalho...então todo niver dazamiga fazemos bolo e damos presente. Eis q no meu, três amigas de férias e as que sobraram um parabéns e olhe lá.
Fiquei puta, magoadíssima a saí mandando indireta pois todas no face, tipo 13 anos mesmo foda-se...
Plus: "amiga" q no niver dela comprei um presente com mó carinho e tals, no meu nem parabéns, ainda casou e não me chamou kkkkkkk
Sorte minha que não sou rancorosa...(mentira, o problema é q tenho péssima memoria e esqueço das filhas-da-putisses alheias)

Rosana Tibúrcio disse...

Não acredito que haja alguém nesse mundo que seja tão bem resolvido e não se magoe por esquecerem o aniversário; se não por isso, se magoam por algo basicamente "simples" como tal.

Se dizem que não, mentem. Eu não acredito em quem nunca sente nada por algo mais corriqueiro, comum. Mente. Garanto que mentem.

Você não está só e não se desespere porque tem 28 anos e sentiu o que sentiu, porque eu, aos 56 anos sofro se alguém esquece meu aniversário. E surto. E reclamo. Às vezes choro. E foda-se quem achar que sou infantil, tola. Ninguém que acha isso faz parte de quem me dá ombro quando preciso ou de quem dar risadas junto quando estou feliz.

Dê cá um abraço e tudo de bom nessa vida, Patricia. Eu gosto muito de você e te acho duma coragem absurda.

Rosana Tibúrcio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rosana Tibúrcio disse...

Se eu escrevesse tudo corretamente, seria bem melhor. Releve (bis... hehehe), por favor... rs

Anônimo disse...

olha Patricia, que legal o comentário da Rosana :D

Jorge disse...

Parabéns, Patricia! Beij e abraço!

Bia disse...

O comentario da Rosana foi lindo. E Patricia eu te acho corajosa por mil coisas... só o fato de ter passado num concurso e ter ido morar tão longe...
eu completei 28 agora e só agora sai de casa chorando litros rs. E louca de vontade de mandar tudo ir a merda e voltar para o colo da minha mãe rs.

Leio mt vc, já há alguns anos e acho q vc é especial. me magoaria tb caso esquecessem do meu niver, o jeito é fingir q n viu e seguir em frente :)

Anônimo disse...

Patrícia, me vejo muito nas suas atitudes, e apesar de você nao gostar de leoninos, posso te garantir que gostaria de te conhecer pra te fazer pensar o contrário. Eu não gosto dos cancerianos, ainda nao achei alguém que me fizesse mudar de idéia, mas ainda ei de conseguir! hahahaha Eu também detesto aniversários, principalmente festas.. Além de comer e beber de graça as pessoas nunca estão satisfeitas e ainda saem dali falando mal.. Sem contar a ladainha de todo mundo desejando as mesmas coisas sem tirar nem por.. Tenho um grupo de 9 amigas muito próximas e esse ano 3 delas esqueceram do meu aniversário.. Tambem fiquei muito chateada, mas COERENCIA NAO TEMOS! Só consigo pensar que no final.. Somos só nos mesmos, a única pessoa que vale a pena nessa vida! Mil beijos

Isabela disse...

Bem, voltei pra comentar de novo (8:37 / 8:42), a vida não é só isso gente! aff, "ninguem lembrou do meu aniversario e tal": o nivel da sua magoa tem que proporcional ao nivel de atenção que você dá às pessoas, ok? se vc dá muita atenção, deve ficar magoada nesse caso; se não, não adianta. Mas daí ser falsa pensando somente em vc e não nos outros, ficar fazendo social sem preocupar com os outros - de verdade - pode acrditar: é pior ainda, e tem muitas dessas pessoas por ai (fujo dessas!) E a coisa da idade que eu citei se refere ao AMADURECIMENTO pra você chegar naturalmente a esse estagio, e não porque alguém te contou certo? te desejo tudo bom, pode ser qqr dia não precisa ser só no seu aniversário ok? bjs!

Anônimo disse...

Um gostei da ideia da Marina G kkkkk, adorei.

Olha Patricia, uma abraço pra vc.
Sou leonina ah perdão

Detesto aniversário.
E detesto festa surpresa.

Mas entendo pq dói msm qdo somos esquecidos.
Poderia ser a minha vida.


Parabéns e mtas alegrias pra vc.

E um vá se foder bem grande pra essa pessoal do seu trabalho.

Anônimo disse...

Chorei, ok.

Certa vez, eu estava apaixonadíssima por um ficante e ele simplesmente ignorou o dia do meu aniversário (sendo que fiz um bolo na minha casa um dia antes e ele tinha ido. Então, a pessoa tinha conhecimento da data). Sabe o que fiz? Ignorei a sua existência a partir daquele dia.

Beijos, apegue-se na sua mãe e sinta-se abraçada.

@milora_/

Anônimo disse...

PS: É certo que não rola ignorar os seus colegas de trabalho ever, mas faça o seu serviço e tente não interagir muito. Sempre dá resultado!

@milora_/

Marcelo disse...

Patrícia,

SUPER te entendo. Num estágio que fiz, fiquei grande amigo da minha chefe e era tratado bem por todos. E lá SEMPRE tinha festinha quando era o último dia dos estagiários. Pois bem, no meu último dia simplesmente num teve festa alguma.

Assim como você, detesto esse tipo de coisa. Mas fiquei sim chateado por não terem feito festa pra mim.

Julia disse...

hahahahahahaha Nós somos todos iguais!

Vítor L disse...

Patricia, acompanho de perto seu blog (beijos, sou stalker e vagabundo). Primeira vez que comento aqui, e meu, me abraça que te compreendo. Juro. Sei que não há muito o que eu possa dizer pra melhorar, então liga o foda-se cara. Beijos, sua querida.

Anônimo disse...

e aí??? quero saber se descobriam que era o seu aniversário tb.

Carolina Cruz disse...

"Em minha defesa digo que nunca busquei coerência". É o que eu sempre digo também.