sexta-feira, junho 01, 2012

maior . barraco . que . já . fiz

Em.toda.a.minha.vida.

Chego em casa, de férias, rindo o mundo, minha mãe diz:


- Ah, minha filha, Eurico Miranda chamou a polícia pra mim.

Q

E o resumo da história é. Minha mãe estava queimando uns papéis (documentação etc, que a gente deve destruir antes de jogar no lixo). O merda passou e disse que a fumaça estava incomodando. Minha mãe "o que você quer que eu faça?", e pronto, chamou a polícia.


Policial chegou e disse "trabalho nessa área há 15 anos", e minha mãe "então, o senhor conhece a peça que te chamou, né?". Policial riu. Policial conhecia o merda de outros carnavais e nem deu muito crédito pra ele.


Cara, não dá, sabe. A pessoa é insuportável. Tentei manter uma conversa civilizada uma vez quando ele botou um aviso que as plantas dele tinham veneno (tradução: não soltem seus cachorros). E o problema dele é exatamente esse, ele se incomoda com os animais e não tendo nenhum motivo para chamar a PM por causa disso, chamou por causa de uma fumaça.

Saí do salto como nunca tinha saído antes. Aos gritos dentro de casa. Chamei de merda, de medíocre, de alcoólatra (ele é mesmo), péssimo pai, péssimo vizinho, que na outra vila em que ele morava quando ele saiu, nego fez até churrasco pra comemorar. Perde o tempo com os animais dos outros "porque se o cachorro morder meu filho, ele vai levar um chute" (a fonte dele sempre será marrom após a pisada no cocô). Quer dizer, mordida de cachorro não pode, mas dengue pode? Por que não canalizar a energia para cuidar da própria casa? A pessoa amarra o lixo na planta do lado de fora, juntando mosca, mas deus me livre ter fumaça, né?

Eu.aos.gritos.dentro.de.casa.

- NINGUÉM GOSTA DESSE MERDA NESSA VILA. DOZE CASAS E NINGUÉM SUPORTA ESSA PESSOA, ELE É UM NOOOOOOOOJO. INSUPORTÁVEL, MAU CARÁTER, BÊBAAAAADO.


Passado os meus gritos, só escuto nego indo na casa na senhoria dele e chamando pra uma conversa, meio que "pelo amor de deus, não nos mande embora".

Só tenho a rir desse lixo.

LIXO.

28 comentários :

Anônimo disse...

Quer dizer......... O maior barraco que você já fez na vida foi dentro da sua casa? Com a sua mãe? Sem nem olhar na cara do cidadão?

Esperava mais.

Patricia C. disse...

Gato, eu moro numa vila. estar dentro de casa ou fora, dá na mesma.

Anônimo disse...

da próxima vez q ele ameaçar fazer mal aos cachorros da vila, denuncie. fire with fire.

Camila Oliveira disse...

Patrícia, o dia que esse cara for embora daí acho que até a galera que lê o blog vai querer comemorar. Sério, esse tipo de gente dá nojo mesmo. Aposto que se passa algo na TV falando que bandido assaltou, matou, ele é o primeiro a falar: cadê a polícia? E não se dá conta que faz os caras perderem tempo com coisas sem motivo. Típico de quem aponta o dedo na cara dos outros e não é capaz de olhar pro próprio umbigo.

Anônimo disse...

E isso é barraco? Achei normal, até. Num passado não muito distante, minha mãe dizia que alguém ainda ia me acertar na rua. Vibe Joana Machado da vida. Numa situação dessa, acho que pararia no Datena ou no Wagner escracha. Mas ficou no passado. Agora sou normal. =)

Anônimo disse...

E eu achando que aqueles barracos de vizinhança de núcleo classe D de novela da Globo eram puramente folclóricos e não tinham fundo de realidade...

Anônimo disse...

Nossa, como eu odeio esse seu vizinho! Conheço bem o tipinho dele que a única função na vida é incomodar, e o pior é que se acha um ser superior.
Quando ele começar a xingar e gritar com o filho faz uma denúncia ao conselho tutelar. Diga que ele está praticando agressão psicológica. Pode não dar em nada, mas ele vai ter bastante trabalho.

Anônimo disse...

Quer dizer......... O maior barraco que você já fez na vida foi dentro da sua casa? Com a sua mãe? Sem nem olhar na cara do cidadão?

Esperava mais. (2)

Patricia C. disse...

Embora não pareça, não sou de fazer barracos. ces tão convivendo demais com theozinho becker e nicole balls, viu?

Anônimo disse...

Pior que vizinho só familia.
Vamos torcer pra que a senhoria peça a casa...kkk.
Laila.

Anônimo disse...

Arrasou Patrícia, adorei!

Inaie disse...

Eu não acho a menor graça em gritaria - e se eu morasse na sua casa, teria achado menos graça ainda.

O que é uma vila?

Inaie disse...

Eu não acho a menor graça em gritaria - e se eu morasse na sua casa, teria achado menos graça ainda.

O que é uma vila?

Inaie disse...

Eu não acho a menor graça em gritaria - e se eu morasse na sua casa, teria achado menos graça ainda.

O que é uma vila?

Quéroul disse...

pior que vizinho, só comentador (anônimo) de blog, né não?

Rita disse...

Acho graça que a galera quer confusão mesmo,com tiroteio e sangue.Pra quem anda dando definição de tudo,foi bom ele ouvir uns gritos sobre como ele realmente é visto.
E ó,medo dessa galera barraqueira que comenta por aqui,viu

Bala de Prata Oficial disse...

Patrícia, você tem gatos né?
fica esperta com eles, porque esse maldito pode querer fazer algo pra se vingar de você se a senhoria pedir a casa
digo isso porque moro num bairro quase vila, e nem discuto com ninguém por medo disso

Patricia C. disse...

Gente, tirei os anônimos e os corajosos sumiram, por que será?

Regina disse...

Quer dizer......... O maior barraco que você já fez na vida foi dentro da sua casa? Com a sua mãe? Sem nem olhar na cara do cidadão?

Esperava mais. (2)


poxan, eu ia dizer a mesma coisa.

Luisa Maria disse...

ó, te achei uma lady (haha)

Se fosse no estilo de um vizinho de minha mãe, ia na casa do cara com espingarda em punho (sério! Mas era chumbinho tá?). Quando caía uma bola no jardim dele, a molecada já saía correndo, que era barraco na certa. E é bairro classe média, viu?

Achei ótima sua atitude. Também odeio barraco, mas tem horas...
Curti o diálogo entre sua mãe e o PM também (hehehe).

Janah disse...

Ri altíssimo, porra, meio q me realizei nesta cena, pq tenho uma vizinha IGUALZINHO Eurico, fica falando um monte de merda pq minhas cachorras latem...

Sonhei em fazer o mesmo. Team Patrícia!

Mi disse...

Esse povo ai é BFF do Theo e da Nicole, liga não <3

Mi.

Susi Schio disse...

Tô com Bala de Prata nessa preocupação com os gatos! Achei que era uma pira só minha! Aguento quieta as barbaridades da minha vizinhança por medo de fazerem alguma coisa ruim com minhas gatas...
Na verdade todo lugar é bom de morar, as pessoas é que tem o dom de acabar com a tranquilidade! Meu condomínio é novo, os moradores foram chegando, aquela paz, aquele silêncio...até que uma desgraçada se mudou, logo pra "porta" em frente a minha...toda aquela quietude ficou no passado. Uma única pessoa consegue estragar um condomínio inteiro!

Engraçadinha disse...

Tomara que ele saia.

Nataly disse...

Dica pra quem engole sapo por medo de represálias nos bichinhos: deixar os bichos dentro de casa.

Susi Schio disse...

Sim Nataly, minhas gatas não saem de dentro de casa, que é toda telada...mas quem garante que não vão tacar alguma coisa pra dentro da casa? Já vi isso acontecer...

Anônimo disse...

Não entendo vcs que perdoam tudo, são coração bom. Gente com sangue de barata.. afff
Uns barracos de vez em quando animam a vida e são necessários. HAHAHAHAHAH
Aqui no cond. onde moro já mataram uma pitbull envenenada. A cachorra vivia solta. É claro que os dois lados estão errados.

Susi Schio disse...

nada define mais "sangue de barata" que uma postagem anonima!