sexta-feira, dezembro 09, 2011

não me chamo jay c

Alguns me chamam de grossa, outros de injusta. Eu admito mesmo que há uma nuvem austera em tudo, mas eu não aceito o rótulo de injusta. Sou muito justa, porém implacável. Taí um adjetivo que define bem: implacável. Se errou, se pisou na bola, aguente a punição.

E é engraçado porque uma vez eu li a história de Xangô, e ele, sendo o deus da justiça, é exatamente assim. E apesar de, obviamente, eu não acreditar nessa galera que recebe ~entidades~ e fala como personagens em Xica da Silva "mizifio, preto velho qué 2 cachaças" etc, eu gosto de saber que Xangô é o meu pai. Porque já me disseram. E Oxum é a minha mãe, aquela que secou os rios para se vingar. Só gente de belíssimo naipe. Encaro como se deve encarar: mitologia. Grega, romana, africana, celta, todos no mesmo barco, com a mesma importância. Cultural apenas.

Mamãe fala que a gente tem que aprender a perdoar as pessoas. Eu perdôo, viu. Apesar das pessoas não se ligarem, mas eu já perdoei muito. Quem me procurou, quem pediu desculpas, quem reconheceu.

Então, rola essa galera, putas como a minha prima, que falam merda, fazem merda, mas nem se ligam do absurdo. Eu tenho certeza que a puta tá pensando "nossa, ela mudou de celular, nunca nem ligou pra dar o novo número, nunca atende o telefone de casa e nunca mais nos procurou". Claro que ela pensa que eu sou a culpada. Tenho absoluta convicção que a puta nem se ligou do absurdo de ter defendido um agressor, só porque, veja bem, Brasil, ele tem "posses", porque se fosse pobre, ela não teria se dado o trabalho de defender.

E aí eu corto relações e nossa, sou a ovelha negra da família. Aí eu não faço questão de ter o mínimo contato e sou, opa, vilã mais uma vez?


Tipo o tio abusador (HAHAHAHAHA que.família.cagada), que estava na Bahia com o filho internado e queria dinheiro emprestado para voltar para Minas. Mas opa,

1) Mandei ter filho sendo burro velho caquético aposentado por invalidez?
2) Mandei ir pra Bahia?

Então, não me venha pedir dinheiro emprestado.


Quer apoio nesse momento de gravidez? Procure com as suas amigas da igreja. Não comigo.

Quem deu a outra face foi Jesus. Não foi a Patricia.

21 comentários :

Anônimo disse...

clap clap clap clap clap

É isso aí. Concordo 100%.

Nego acha que a gente tem cara de Jesus pra sair perdoando e dando a outra face. Gente, nem barba eu tenho. Cadê semelhança?

Inaie disse...

que engracado. Me reconheci muito no seu post.
E acho que implacavel e uma palavra que me define muito bem. tambem so perdoo quem se arrepende, quem pede desculpas.

...mas...

agora que eu to quarentona, eu to descobrindo que me faz bem perdoar por perdoar. Ja falei pra minha terapeuta - nao, nao quero trabalhar essa raiva que eu sinto desse fulano ai,. Essa raiva eu quero mesmo e cultivar. Deixa ela ai.
Ai o fulano nem imagina a raiva que eu sinto, nem o motivo da raiva, e eu fico la me consumindo?

Ah ano...to fora!

Voltar a andar de maozinha dada nem pensar. Mas tambenm nao vou gastar vela com santo ruim. Ta perdoado, esquecido e apagado. E tchau tchau babacas que me azucrinaram.

Que saiam da minha vida e que principalmente saiam imediatamente dos meus pensamentos e do meu coracao.

Xo coisa ruim

Inaie disse...

que engracado. Me reconheci muito no seu post.
E acho que implacavel e uma palavra que me define muito bem. tambem so perdoo quem se arrepende, quem pede desculpas.

...mas...

agora que eu to quarentona, eu to descobrindo que me faz bem perdoar por perdoar. Ja falei pra minha terapeuta - nao, nao quero trabalhar essa raiva que eu sinto desse fulano ai,. Essa raiva eu quero mesmo e cultivar. Deixa ela ai.
Ai o fulano nem imagina a raiva que eu sinto, nem o motivo da raiva, e eu fico la me consumindo?

Ah ano...to fora!

Voltar a andar de maozinha dada nem pensar. Mas tambenm nao vou gastar vela com santo ruim. Ta perdoado, esquecido e apagado. E tchau tchau babacas que me azucrinaram.

Que saiam da minha vida e que principalmente saiam imediatamente dos meus pensamentos e do meu coracao.

Xo coisa ruim

T e ponto final disse...

Gosto da definição da minha terapeuta: Você é LÚCIDA! Só sendo assim pra vc reconhecer que nasceu numa família de gente doida...rsrsrs. Eu também!

Anônimo disse...

ela lhe pediu apoio?porque esta tão incomodada com a gravidez dela? voce que ira cria lo?

Caminhante disse...

Xangô exerce uma influêcia muito forte em seu filho. Todos os Orixás, evidentemente, são justos e transmitem este sentimento aos seus filhos. Entretanto, em Xangô, a Justiça deixa de ser uma virtude, para passar uma obsessão, o que faz de seu filho um sofredor,(...)

Li só porque você falou.

Anônimo disse...

Caminhante, isso cai como uma luva...

Patricia parece mesmo obcecada pela retidão do justo agir.

E a todo tempo mede a coerência dos que estão a redor.

Wou... Patricia... Faz isso não, você vai sofrer vez após vez. :/

Anônimo disse...

Perdoar não é absolver. Mesmo depois de perdoada, a pessoa que fez merda tem que arcar com as consequências daquilo que fez. O perdão é pra você, Patrícia. Você não precisa manter nenhuma relação com a sua prima ou com quem quer que seja. Cabe a você escolher o significado das coisas. Se você decidir que sua prima é tão importante assim, para perder tempo e energia com ela, é sua escolha. Eu escolheria a indiferença, porque como mesmo você disse, essa pessoa não vale a pena. Mas eu colocaria os pingos nos 'is', para tirar toda raiva e rancor de dentro do meu sistema.

Não existe isso de acontecer coisas boas ou ruins por causa das nossas ações. Nós não somos recompensados porque fomos bons ou ruins. Isso tudo é aleatório. Independente das nossas escolhas, a vida sempre será agridoce e injusta. Não existe caminho que só leve ao sucesso ou ao fracasso, entende? Caminhos diferentes, problemas diferentes.

Assim como não existe ninguém que seja bom ou ruim o tempo todo. Eu entendo o seu emputecimento porque você não vê justiça acontecendo. "Só tem gente feia ganhando". Se acostume. Com o tempo, você vai começar a escolher suas batalhas, Patrícia. Tem coisas que dá pra mudar, tem coisas que não. Tem coisas que mesmo que você mude terá um impacto mínimo na sua vida. Não vale a pena.

Meu conselho é: se cerque de coisas, pessoas, lugares que te façam bem. E sempre assuma as consequências pelas suas ações, tá certo? Tá dentro do meu campo de controle? Eu mudo. Se está além do meu controle? Eu esqueço. É importante, a gente ter noção da própria insignificância. Insignificância essa, que se bem utilizada, pode ser uma benção. Na hora em que você entender isso, você vai notar que as outras pessoas também são.

E FINALMENTE aprenda a fechar portas nessa vida, mulher. Aconteceu merda: sofra, fique de luto, tente tirar um ensinamento disso e SIGA EM FRENTE. Você tem que começar a aprender a pontuar, porque ninguém escreve só com vírgulas, viu?

Espero do fundo do meu coração que um dia você ache paz de espírito, querida.

Daniela

Tui disse...

Que graça a vida teria sem esses parentes malas pra gente falar mal?
Adoooro!

Tulio Cobain disse...

"Quem deu a outra face foi Jesus. Não a Patrícia." Aplaudi de pé!

Bia. disse...

Tua última frase, merece plausos e mais aplausos e mais e mais... \o/

Anônimo disse...

ISSO CONTINUE ASSIM ,E SEMPRE SERA A MESMA GORDA ,SOLITARIA E DEPRIMIDA DE SEMPRE...

Anônimo disse...

Cara, sou como você. Fico com o papel de VILÃ nos dramas simplesmente por não conseguir fazer a monga que perdoa tudo e todos. Vá cagá...

Anônimo disse...

"ISSO CONTINUE ASSIM ,E SEMPRE SERA A MESMA GORDA ,SOLITARIA E DEPRIMIDA DE SEMPRE..." - Anônimo Filho da Puta Que Aparece pra Cagar.

À merda.

Anônimo disse...

Fico feliz de ver você assim. Digo, não ferrada com uma família péssima, mas resolvida.

Aliás, nem veja como "família" péssima. Família é coisa bonita. Prefiro chamar de "parente". Aquelas pessoas que curtem falar dos seus problemas ao invés de ir lá perguntar se precisa de algo pra resolvê-los.

Bia disse...

rs eu era assim tb, ms hj estou uma manteiga derretida e demoro muito para tirar alguém da minha vida ainda q ela pise na bola comigo.
qd eh com alguém q vc considera, vc n sofre mt depois ?

'Lara Mello disse...

EU sou rancorosa, sei que é um dos meus piores defeitos, mas essa semana, um primo morreu e fui para o enterro, pq ele merecia, mas a irmã dele que sempre foi escrotissíma comigo, veio falar comigo, me abraçar, EU EMPURREI ELA E PERGUNTEI SE TAVA MALUCA? Claro, eu fui a vilã, né? A que guarda as coisas, que não sabe perdoar, minha mãe ficou desesperada dizendo que exagerei, mas tenho ódio mortal dela, me roubava, se passava de evangélica, só me meteu em roubada, a gora quer falar, NÃO!! Sou dessas.. ¬¬

Ca disse...

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1019836-mulher-de-consul-e-suspeita-de-agressao-a-morador-de-rua-em-mg.shtml

acabei de ler, e não tive como não lembrar de vc e seu tio filho da puta

Patricia C. disse...

me passaram esse link no twitter. o curioso é que o monstro tb é consul em BH.

Emmanuelle disse...

Anônimo disse...
ISSO CONTINUE ASSIM ,E SEMPRE SERA A MESMA GORDA ,SOLITARIA E DEPRIMIDA DE SEMPRE...

17:10
========================
Suspeito de que essA anonimA seja a sua prima,ela sabe que voce tem esse blog?

Anônimo disse...

Vem cá. que eu saiba Xangô é pai dos nascidos na quarta-feira. Vc nasceu quarta?