domingo, novembro 27, 2011

a aposta

Eu sei ler muito bem as pessoas. Consigo conviver com gente super difícil, porque eu sei como elas pensam, eu sei a forma de entrar ali.

Nunca esqueço dessa mulher em Jibs, do meu trabalho. A mulher era odiada por todos. Antes mesmo de chegar em Jibs, em Cuiabá eu já ouvia as histórias dela "olha, com sorte você não fica no setor da X, ela é terrível". Chegando lá, soube das histórias de antigos funcionários que pediram para mudar de setor, chamavam a mulher de bruxa e tal. E daí aconteceu o esperado, a nova funcionária foi chorar com o chefe "pelo amor de deus me tira dali" e adivinha quem colocaram no lugar? Eu. Precisei de um dia apenas para compreender a personalidade dela. Que eu não deveria pedir ajuda antes do meio dia, que eu deveria buscar nas instruções antes de perguntar, porque o método dela era esse "se você perguntar, nunca vai aprender a fazer". E eu aprendi. Aprendi muito. E devo tudo a ela. Quer dizer, a mulher era odiava em todo o trabalho, por funcionários, por clientes, e eu amei. Porque eu entendi. Falo para quem quiser ouvir que ela foi a melhor pessoa com quem trabalhei. Quem me deu tudo mastigado, não me ajudou em nada. Ela sim me ajudou, quando eu virei uma vez e perguntei "mas como faz isso?" e ela, olhando por cima do óculos com desprezo, disse "procura nas instruções". E ela super ajudava, quando via que, após eu ter buscado nos livros internos, eu não tinha a resposta. Então, ela sentava e com a maior paciência do mundo me explicava uma vez. Não tinha a segunda. "Isso eu já te expliquei, agora se vira". Melhor.pessoa.com.quem.trabalhei. Fui treinada para pensar e buscar as soluções sozinha e não esperar que me contassem o caminho.

Enfim. Conto essa história para deixar claro como eu sei ler as pessoas. Sabe o próximo passo que fulano irá tomar? Eu sei qual. E daí eu me preparo para a minha próxima jogada antes do oponente tomar a dele.

Eu fiz uma aposta com o Daniel. Que Fulano não vai tocar no assunto se eu não tocar, "mas Patricia, isso é impossível, claro que ele vai falar alguma coisa". Não, não vai.

16 comentários :

guilherme disse...

eu já trabalhei com pessoas escrotas e entendi a personalidade dela.

eram uns escrotos.

guilherme disse...

*a personalidade delaS.

preciso de ajuda, onde tem manual?

Tina Lopes disse...

Se eu pudesse escolher um superpoder, seria esse, o de ler as pessoas.

Anônimo disse...

Também quero este superpoder!
Tanta coisa teria sido diferente na minha vida, se eu apenas tivesse prestado mais atenção nas pessoas.
Gostei do post.
Vou guardar como lição!
Catherine

'Lara Mello disse...

Eu não sei mesmo ler as pessoas, sou burra =(

Isadora disse...

acho que é isso que tá faltando pra minha vida (pessoal, amorosa, profissional, intelectual), viu?

:(

Natália disse...

Acredito que vc ganhe. Tbm sei ler as pessoas. Característica de qm, no dia a dia, mais ouve do q fala.

Saber ler as pessoas tanto pode ser uma coisa boa, qto ruim. Aquela coisa de 'nao fui com a cara de fulana' sempre funciona pra gente. Nao é só uma impressão. É uma CERTEZA. Só de olhar, a gente já sabe se fulana é falsa ou não. Se fulana é cobra ou não. E muita gente não nos entende. E acha que é frescurite ou misantropia..

Inaie disse...

eu nao sei ler ninguem

B ! disse...

hay amor incondicional por todas as pessoas que tem essa habilidade.

chegar depois que rolou a merda e poder falar com o peito estufado: "eu avisei" >>>> melhor.sensação.do.mundo

Anônimo disse...

Mas se é um problema pra vc, pq não toma a iniciativa de tocar no assunto? Pode ser que o Fulano esteja esperando vc tomar a iniciativa pra conversar sobre o assunto. Vc pode pensar que a obrigação seja dele, mas ele, por motivos só dele, pode achar que talvez seja melhor vc tocar no assunto. E caso não faça isso é porque vc não quer conversar sobre.

Uma sugestão que talvez não ache válida. Toque no assunto com Fulano.

Bjs

Anônimo disse...

Tbm sei ler as pessoas. E é tão mais fácil assim, não? Porque você sabe o que pessoa pensa, qual atitude irá tomar.

E tbm sou como a sua ex-chefe. Sou a favor de as pessoas se virarem, todo mundo quer as informações ali, no colo, mas não se dão ao trabalho de procurar o que precisa na porra das intruções/Google/o que for.

Eu tenho uma amiga assim. Ela é cheia de me mandar emails de "como faço tal coisa?". Não consigo compreender como uma pessoa tem preguiça de procurar no Google. Ela obteria a resposta muito mais rápido do que se ficasse esperando que nem idiota por um email ou sms. Call me bitch, mas não consigo entender esse povo. Mantenho contato com ela ainda e tal, mas optei por me afastar um pouco. Assim eu me canso menos.

Luna disse...

Que injusto a mulher ser vista como uma cobra pelo simples fato de se recusar a trabalhar pelos outros. Ajudar, mostrar o caminho, é uma coisa. Mas tem gente que quer tudo na mão. Como se alguém dividisse o salário com quem ajudou, né? Certa ela!

E eu não sei se eu sei ler as pessoas.

Anônimo disse...

to com o guilherme: só sei ler das pessoas escrotas q elas são escrotas.

magina vc desesperada com o prazo acabando e nêga dizendo pra procurar nas instruções? se as instruções forem UMA apostilinha com índice, zuzo bem.
mas se forem 479 leis diferentes, mais o regimento interno, mais algumas súmulas... bem, nesse caso eu acho q o mínimo q o outro pode fazer é indicar direitinho onde procurar.

Mariana L disse...

as pessoas são MUITO preguiçosas, bem como a Luna e o Anônimo das 19:41 disseram: preguiça de procurar no Google, pelo amor!
posso muito bem lê-las, mas ainda não sei lidar com essas pessoas, sempre acabo caindo nessa da chefe da Patrícia de ser taxada como escrota. mas olha, antes ser escrota que folgada. tem instrução pra isso, gente?

e Anônimo das 16:47, se a situação é exceção realmente e tem um prazo apertadíssimo, é questão de explicar isso pra pessoa, sabe? "fulana, não sei fazer isso e o tempo tá acabando, onde encontro isso rápido?" e fim. não é pq é chefe que a pessoa tem que saber tudo e ensinar pros subordinados mastigadinho, o dever dela é mais orientar. e como a Patrícia disse, às vezes vc aprende muito mais sozinho que repetindo etapas decoradinhas ensinadas por outra pessoa...

Anônimo disse...

Eu adoro facilitar a vida das pessoas. Se eu dei duro pra aprender uma coisa, eu passo tranquilo. Aí quando eu tiver uma dúvida posso perguntar pra pessoa e ela ai me ajudar tbm. Eu penso "eu precisei de ajuda pra fazer isso e ninguém me ajudou, eu sei como ele tá se sentindo."

Mesquita disse...

Às vezes consigo ler corretamente alguém, outras vezes erro.