sábado, julho 30, 2011

tolerância zero

Sabe qual é o maior problema? Eu nunca me enganei. Fico aí com fama de radical, de injusta e pá, mas nunca me enganei nos julgamentos de caráter. Bato o olho, já sei que não presta. De amigo meu me mandar foto de peguete perguntando "e aí, o que achou?", e não é a beleza que está em questão. É a vibe da pessoa. Vale a pena ou não.

Tem essa história da Eve Harrington que eu sempre gosto de lembrar. Boazinha, dizia que me amava, todas as pessoas adoravam e tal, eu só olhava e sentia que alguma coisa ali era podre. E me sentia culpada "mas meu deus, ela nunca me fez nada, tadinha", e mesmo com toda a minha emoção gritando SE AFASTA DESSA PUTA, não, enfrentei e deixei ela se aproximar. Quando vi já era tarde, a faca já estava nas minhas costas, o pau já estava no meu cu. E nesse dia eu jurei que nunca mais na vida iria contra o meu instinto.

Então, quando nego me diz para dar uma chance, porque afinal de contas a pessoa não me fez nada, eu só consigo lembrar da Eve e dizer "não vou dar chance nenhuma".

Tenho tanta história de arrepiar. De uma amiga de trabalho da minha mãe que eu não suportava, dentro do mesmo esquema nunca-nos-fez-nada, e daí minha mãe tinha um processo correndo na justiça sobre um apartamento. Era nosso por lei. Todas as provas do processo estavam guardadas dentro de um armário no trabalho dela. Um belo dia sumiram. Perdemos o apartamento. A piranha, que vivia reclamando da falta de dinheiro, apareceu na mesma semana com um banho de loja.

Enfim, um dia eu posso até errar no meu julgamento. Mas quer saber? Foda-se. Não vou dar chance nenhuma.

18 comentários :

Thaiza Nacaxe disse...

É.Eu também tenho um sexto sentido que gosta de me avisar qdo não vai com a cara de alguém. Isso é igual mãe. Não ouve não pra ver...

Beijos!

AquilesMarchel disse...

sou meio incompetente pra isso

bjus

Gabi Pocket disse...

Certa você.

Mila, the Strange disse...

Concordo com você!

Anônimo disse...

Nossa, Patrícia, somos duas!
Resolvi dar chance para um cidadão, apesar de eu sentir algo podre nele e, cerca de quatro anos depois, o podre veio a tona. Foi direto pra minha blacklist. Tardou, mas não falhou.

'Lara Mello disse...

Também bato o olho e digo como é a pessoa, leio as pessoas, observo, tenho medo de gente assim :(

Renata disse...

Sou mega sonsa mas minha sorte é que ninguém nunca me prejudicou também. Não tenho histórias terríveis como as suas.

Anônimo disse...

Caraca, parece até que vc está me descrevendo, o santo não bate mesmo e eu não insisto, exceto por uma vez que eu não ia com a cara de uma colega de trabalho, mas acabei deixando minha opinião de lado e convivendo, na primeira chance que teve fez uma mega fofoca tentanto inclusive me prejudicar com meu marido eu me afastei e a dita esperou 5 anos para se vingar pegou o meu lugar no trabalho e me ferrou.... NUNCA MAIS DESRESPEITO A MINHA INTUIÇÃO.

Bia disse...

Estava lendo seus arquivos e vi um post de 2004 rs que dizia q a Copa do mundo seria no Brasil em 2014 rsrs. Tan a hra de jogar na mega ! rs
"Segunda-feira, Setembro 06, 2004
Seção grandes presságios meus que eu tenho que partilhar com vocês porque senão acontece de verdade:

Brasil
2014
Copa do Mundo
Final
Brasil x Argentina
Argentina Campeã"

katy disse...

siga sua intuição sempre!!!!

disse...

Medinho.

Fabiana Pessôa disse...

Eu sou péssima nisso! Praticamente é apostar o contrário na minha intuição! E olha que minha mãe e minha irmã são ótimas nisso! Acho que gastaram! No futuro, enviarei fotos para o seu e-mail para pegar avaliações (olha... isso pode dar dinheiro!).

Renata disse...

Além de não dar chance quando algo me diz que a pessoa não presta, uma coisa que eu aprendi é não comentar com os outros isso.
Dizer "não vou com a cara de fulano" é pedir para ser chamada de injusta/ciumenta/preconceituosa/intolerante. Hoje eu só fico queita, esperando as cobras darem o bote enquanto sorrio por dentro pensando "eu já sabia".

Pimenta disse...

Nem eu...tá certo.Se humano fosse naturalmente bom, o mundo não era essa merda!
bjo

Madame disse...

Me identifiquei demais com o post...tenho esse negocio de nao ir com a cara, e ja me surpreendi.
Um dia cismei que minha chefe queria enfiar uma faca no meu peito e ela enfiou...
Nao da chance mesmo,foda-se.

Anônimo disse...

BANHARA (L): http://entretenimento.r7.com/blogs/ex-trico/2011/08/01/tricotando-com-banhara/

Fernanda disse...

a merda é que sou do time do "vamos dar uma chance ao sujeito", e SEMPRE me fodo, SEMPRE.

Nat-san disse...

a merda é que sou do time do "vamos dar uma chance ao sujeito", e SEMPRE me fodo, SEMPRE.(2), mas agora as portas que abro são bem menores, to aprendendo XD