sábado, junho 04, 2011

história da minha vida

Eu nunca esqueço desse menino no jardim. Sei lá, 4, 5 anos. Tinha uma outra menina que gostava dele. E todo dia no recreio eu perguntava "você gosta mais de mim ou dela?", e ele sempre respondia "dela". Então, eu aceitava de boa e começava alguma brincadeira whatever como se nada tivesse acontecido. Como se o "dela" não significasse nada além do normal que eu escutaria a minha vida inteira. A ordem natural das coisas. Não havia tristeza, era como "vamos pular amarelinha?", "não, prefiro queimado". "Ah, beleza".

Até o dia em que ele disse "de você". E pronto. Arregalei os olhos. Virei as costas e nunca mais falei com ele.

19 comentários :

'Lara Mello disse...

Super normal. Parece que qualquer coisas para nos mesmo é mais difícil, complicado.. Mas sabe, mesmo talvez você não percebendo, você é a preferida de muitos, principalmente por aqui, vejo muitas pessoas falando de você e quando me perguntam qual é meu blog preferido, respondo: "Te amo, porra" da Patrícia. E sei que é a resposta de muitos por ai.. Se cuida!

speechbubble disse...

"Até o dia em que ele disse "de você". E pronto. Arregalei os olhos. Virei as costas e nunca mais falei com ele."
história da minha vida [2]

Grasi disse...

E como a gente faz isso na vida, hein?! Será que é medo?
Bjão e um sábado super iluminado:)

PS: teu blog tá linnndo!!

ana disse...

hahahaha

total me identifiquei. pra variar.

Erisson disse...

ÁS vezes tbm fujo daquilo que mais quero, o medo me afasta.

Compreendo muito o que vc sente/sentiu.

Bjs

Lála disse...

Como é que tu me dá uma dessa?

Luana disse...

ahuahuauahuah

Talvez isso queira dizer: Você não sabe aceitar amor, ou ser feliz.

Talvez queira só dizer: ele aprendeu a mentir!

=D

Sthael disse...

post mais bonitinho e engraçado que já li por aqui (apesar da tragicidade embutida).

gilvan disse...

aonde aperta pra dar RT?? muito eu isso ai tbm

Renata disse...

primeira manifestação do medo de compromisso xD

Flávia Moura disse...

no jardim andava de mãos dadas com um menino, dizendo que era meu namorado
crescemos e continuamos estudando na mesma escola, até que ele disse gostar de mim, virei as costas também.

história de muitas vezes isso, viu..
não foi só uma, até que a última eu dei o braço a torcer e voltei, não me arrependo, pelo menos.

[balbina conspira] disse...

Esses dias me fizeram um elogio na frente de 30 pessoas. Eu acho que me sentiria mais confortável se tivesse sido humilhada.

fern.Saol disse...

"Esses dias me fizeram um elogio na frente de 30 pessoas. Eu acho que me sentiria mais confortável se tivesse sido humilhada."

Doizão na Balbina.

26 anos disse...

fugir, desviar, acovardar. essa sou eu, infelizmente.

Heli disse...

Eu faço careta toda vez que alguém dá em cima de mim. Eu faço bico, entorto a cara. Mas só percebi isso há pouco tempo. Cara, são 26 anos de tchonguice. Te entendo.

Sarah Casasanta disse...

Pq vc fez isso???

Cecília M. disse...

CRUEL!

Keith Melo disse...

aonde aperta pra dar RT?? [2] haha
É bem isso mesmo.. Odeio ser elogiada, é possível isso? rs
Bjo, se cuida.

alice disse...

ah, eu não... sempre fui meio praise-whore. daquelas q respondia pergunta pro prof pra ouvir "mto bem" na frente da turma toda :P

sempre quis ser a queridinha e nunca fui. sempre quis ser a amiga preferida (de um grupo com 3, por ex), mas era sempre a extra. sou pura carência e insegurança

deve ter algo a ver com o fato de ter sido abandonada pelo pai antes de nascer, sei lá AHAHAH

mas, nossa... faz tantos anos q n recebo elogios (nem qt a isso, pq agora sou burra, muito menos de cunho amoroso-sexual) q nem sei mais

acho q hoje em dia qd me elogiam, oq é bem raro, eu acho q é deboche!! a primeira reação minha é pensar: "esse filho da puta tá de sacanagem com a minha cara"

eu posso até estar me sentindo o máximo por dentro (pq eu sou assim, arrogância por dentro, baixa auto-estima por fora) mas fico naquela incredulidade...