sábado, abril 16, 2011

familia: desnecessário

Ressaca de família. Fui dormir ainda pensando em tudo que tinha escutado. Acordei ainda pensando. O que mais me incomoda em filho da puta é o filho da puta achar que está certo. Se achar no direito de dar lição de moral etc. E você ali q com toda a situação, cabeça baixa pensando "meu deus, como pode?".

Após um mês aqui fui visitar minha tia.

Entrei. Nem me abraçou, nem nada. Super fria. Até aí caguei.

"Senta aqui, vamos conversar". E pronto. Como se tivesse o direito de. Como se fosse o caminho, a verdade e a vida. Pessoa que ainda fala com o agressor da minha mãe. "Coitado, ele é doente". "A briga não foi minha" e mais um monte de merda que nem vale a pena perder o tempo escrevendo. Aguentei tudo calada. Cabeça baixa mesmo. Porque a minha mãe tem essa coisa do respeito aos mais velhos. E por mim, eu só respeito quem faz por merecer. Então, nem queria brigar e dizer verdades pela minha mãe, para que ela não se estressasse por saber que eu briguei com a minha tia. Aguentei firme. Claro que disse umas verdades. Era pra ele ser banido da família, tia. O que ele fez não foi uma briga qualquer, ele quase matou a minha mãe. Etc. Mas nem adianta.

É inútil falar porque as pessoas se vendem por muito pouco. O Canalha compra as pessoas com dinheiro, com influência, negócios escusos e tal. E todo mundo tem medo. Eu não tenho. O Canalha só bate em mulher. E mulher quando está sozinha. De tudo que eu sei, é ele que deve ter medo.

Ia mandar um email pra imprensa e Itamaraty contando tudo (só lembrando que ele é cônsul), mas a advogada prefere esperar, coisas do processo.

O que eu posso dizer é que essa família já morreu faz tempo pra mim. Na vida só tenho minha mãe e minha vó. De resto, quero que todo mundo tome no cu.

14 comentários :

Janaina disse...

Concordo com vc! Pra mim tbm soh importa minha mae e meu irmao, o resto quero mais eh distancia...qto mais longe melhor!

Garota Enxaqueca disse...

E vc foi visitar a tia?
É muito estomago, minha cara...

Janah disse...

sério, sinto um puta ódio quando leio estas histórias. pq vc não põe logo no cu dele, jogando a merda n ventilador#Itamaraty?

Ele precisa de foder.

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

To péssima por voce.
E por sua mãe. Juro.

Essa história não me desce de jeito nenhuma. Cada post que vc escreve contando algo de sua mãe, me remete a esse ser que ainda chamam de humano.

Só posso te mandar um beijo.

;*

Caminhante disse...

A pessoa pode defendar a moral e os bons costumes a vida inteira, mas é nesses momentos que as pessoas mostram quem são. Força aí na tua luta.

Alê Crol disse...

Boa Noite, Patrícia!

Gostei muito do seu blog, e de suas palavras limpas e sinceras, as pessoas precisam ser assim, mais nuas e menos cruas em suas emoções...
Passo sempre por aqui.
Beijos

Thaís disse...

"Na vida só tenho minha mãe e minha vó."

patricia, vem cá me dar um abraço.

beijo, Thaís

MARCELA GONÇALVES disse...

familia: desnecessário

Assino em Baixo:
Marcela Gonçalves

'Lara Mello disse...

Concordo; Existe parentes que não merece nem ser cogitado.. Também não falo com muita gente da minha família por me acharem ovelha negra, porque falo, xingo faço.. Já a que eles acham que é santa, dorme com homem casado.. Mas quem sou eu?!!!

Anônimo disse...

ô patricia, para de aguentar desaforo por causa da tua mãe. isso faz mal pra você. treina falar umas verdades de maneira calma e educada (sei que não é fácil), sem ofender, sem brigar.

melhor que ficar sem falar o que você pensa.

Jonathan a. Diaz disse...

o que um cônsul faz no Brasil ?
Ele não deveria estar no exterior ?

Anônimo disse...

Maria da pena nele
deportação tbm....

Anônimo disse...

Por que você não fode as pessoas por trás, quero dizer, pelas costas?

Se conhece os pontos fracos da pessoa induza meios mais fortes e indiretos a vc desenvolverem prejuízo a quem merece. Citaste a imprensa e o Itamaraty. Por que não fazer um papel Amélie Poulain?

um abraço.

juliana disse...

concordo com um dos anônimos ali de cima, que te aconselha a falar umas verdade de maneira calma e educada. eles podem nem te escutar, mas pelo menos vc vai se sentir mais aliviada de ter falado o que pensa. força pra vc, pq não deve estar sendo fácil...
e mais uma vez te aconselho a ler millenium!