quarta-feira, março 30, 2011

saldo da volta

Não sei se eu cheguei a contar aqui, mas na época que eu fui embora, minha mãe se desfez de todas as minhas coisas. Então, lá fui eu para o Estácio comprar os móveis.

Prazo de entrega: 30 dias.

DESESPERO.


Tv da sala queimou no meu primeiro dia de volta. Fiz o que qualquer pessoa madura faria. Fui na Casas Bahia e parcelei uma mega tv em 10 vezes. SO RYCAH.


Chego em casa e a vizinha funkeira (estavam com saudades dela? eu não), me olhou e disse "oiiiii, quanto tempoám". E aí já lançou o cd? Juro por deus. Nada contra funk, tudo a favor, mas nega bota som alto 24 horas por dia e fica cantando e dançando com a janela aberta. Não há quem aguente.

18 comentários :

guilherme disse...

Sei bem o que é isso. Dessa vez colocarei tudo numa caixa em cima do armário pra evitar que minha mãe decida jogar fora ou doar meus livros, cds e afins.

Mas toda vez que eu volto, tenho a triste constatação de que algo que eu gostava muito foi pro lixo. =(

Anônimo disse...

o que houve com seus móveis de Jiboia city? deixou la ?

'Lara Mello disse...

kkkk Tive feliz é a melhor coisa por aqui! É rica sim, trabalha e tem que curti seu dinheiro.. Antes dos filhos, depois deles acabou riqueza, eu que o diga! Rs! Bju

@paulilinha disse...

prevejo boas histórias.

E AI da minha mãe que se livre de minhas coisas quando eu sair de casa, rs.

Beijos (ah, li seu tuit sobre namoro truque e logo associei ao rodrigão e à adriana. gente, que mundo é esse?)

Patsy disse...

tão feliz por vc =) esse tipo de reclamação de retorno ao lar é a coisa mais linda que leio aqui em meses. welcome back mocinha =**

Simone disse...

Welcome to the jungle!!

Eu não sei o que é pior: sua vizinha funkeira ou a porra de um inquilino bêbado que coloca música gospel depois que vc tem um puta quebra pau com seu irmão drogado, ops dependente químico!!

"A minha família é do Senhor..A minha família é o presente do Senhor..et finitum"

A vida é um irônia.

IARA disse...

Todas ri.

Mariana disse...

sua mãe achou que vc não ia voltar?

Princess Tangerine disse...

Putz, quando a gente chega é que lembra da parte ruim... Mas, nada como o lar-doce-lar, seja ele como for... minha mãe também se desfez das minhas coisas quando eu fui embora... Boa sorte nessa volta. Curiosamente estou ouvindo "Trem pras estrelas"

Fala Mais Que A Boca disse...

Hahahaha, tô falando...essa volta pro Rio vai render muito mais história pra contar, mas e daí? O que importa é estar em casa, sentir - se em casa e tentar rir o máximo que puder...
beijo

Andrea disse...

Bom...Aa minha canta música evangélica, canta não... berraaaaa. O Deus dela deve ser surdo, só pode!!!

Manu disse...

Sempre leio o seu blog e adoro. Boa sorte nessa nova fase. :)

Ma disse...

"o que houve com seus móveis de Jiboia city? deixou la ?"

faço a mesma pergunta

Luck -q disse...

No meu caso, é um vizinho que escuta em ALTÍSSIMO volume musica eletronica FAROFA o dia inteiro,
fdp de mau gosto ¬¬

Anônimo disse...

Esses comentários sem noção. Imagina trazer movéis do matão até o rio de janeiro. Melhor deixar por lá mesmo.

Hahaha!! RYCAH não entra nas Casas Bahia

Daniel disse...

Sou meio que um leitor assíduo do seu blog,
amo-o demais, pelo fato de você retratar sua vida numa perfeição
que acho que psicólogo/psiquiatra nenhum o faria. Cara,
tuas histórias de vida são reais, e olha, eu te ADMIRO muito. MUITO!
Quando você se trata por "loser", EU só vejo uma pessoa que só
ganhou ao longo desses teus 27 (27, né? uma baby ainda, fato) anos,
porque foi uma vitória atrás de outra vitória, superação atrás de superação.
Fiquei sabendo que você já está de volta ao Rio, fico muito feliz por isso,
de verdade!!

E meu, não posso terminar esse comentário sem um TE AMO, PORRA!
Mil beijos, sorte, e que as coisas fiquem maravilhosas pra ti nessa cidade
(sentiu o trocadilho né? sou piadista também)

P.s.: Desculpa por comentar assim de uma forma um tanto quanto expansiva,
mas eu precisava me manifestar, haha!

Veruska disse...

Concordo com a Lara. Aproveita a rykezah agora. Se vc tiver um baby, tchau mega-televisores e afins. Depois de morar um tempo sozinha, é muito difícil se adaptar em casa de novo. Vc já considerou morar sozinha aí no Rio? Beijos.

Didi. disse...

Não fique triste Patrícia minha vizinha é uma ex-axezeira e agora é convertida. Hoje ela prega pra nêgo de Botsuana ouvir! No tempo do Chiclete com Banana eu era feliz e não sabia...