domingo, março 06, 2011

o ônus de carregar os outros


Vou ser bastante sincera, por mais que eu curta estratégia, Big Brother para mim é entretenimento. Razão pela qual, gosto mais do Daniel e da Maria do que da Talula. Só que estratégia é fundamental nesse jogo, em qualquer jogo. Tem aqueles que pensam e carregam o fardo de pensar; tem aqueles que não pensam e são carregados. Daniel, Maria e Jaqueline são carregados pela Talula desde o primeiro dia. Foram salvos de alguns paredões porque lá estava ela armando. E aquilo não é missa de domingo, aquilo não é ong, aquilo é jogo. Não é errado combinar votos. E olha que nem falo sobre enganar os outros nas votações, coisa que acontece direto em Survivor e tá de boa. Aqui, ninguém é enganado, x não vira pra y e fala "vamos votar em z?" e acaba votando em y. E nem isso está errado. É UM JOGO, CARALHO.

Só que não foi isso que a Talula fez. Ela só conversou sobre as votações, manipulou aqui e ali e só. Nessa altura do jogo já temos uma grande traição, mas dificilmente a massa percebe. Jaqueline saindo das asas da Talula e votando em Daniel. Isso é traição. São as pessoas que estão ali com ela desde o primeiro dia. E olha, nem isso, no jogo, eu considero errado. Mas a Jaqueline jamais vai assumir que foi uma traição, e isso eu não aceito porque é chamar o telespectador de burro. Então, temos hoje a grande cobra da edição. Aquela que se salvou de inúmeros paredões só ficando atrás de quem sujava as mãos, e tipo, é muito cômodo você ter alguém para te dizer "vamos fazer isso" e lá na frente você se voltar contra essa pessoa, porque afinal, você não fez. Fez sim. Mas a pessoa acha que não fez. Naipe Carol e Analy indo contra o Alberto Caubói depois dele ter feito tudo. Aí é fácil, jogar a responsabilidade pra cima do outro e dizer "opa, não fui eu".

Sei que vai soar arrogante, mas quem vota é muito burro. Acredita demais em teatro. Acredita que as pessoas são o que parecem etc. Então, fica a gente que vive de internet (eu vivo de internet e você que mija em pé em trio elétrico?) sabendo de todos os podres, naipe de Irislene que roubava o cartão de crédito do namorado, mas no BBB era "vim do interiô, só simpris". Daí sabemos também que Rafinha, com o mesmo discurso do simprão do interiô, era um vagabundo sustentado pela mãe que acordava cedo algumas vezes para vender verdura no micronegócio DA SUA PRÓPRIA MÃE. E cansa, porque são esses enganadores que ganham o público. Hoje temos o bombado de Copacabana que paga de Madre Tereza, temos o galã gay que paga de hetero conquistador e será capa da capricho em breve. E gente, nada contra ser gay, acho ótimo, mas ganhar o público com uma mentira é que pega. Cansa demais. Cansa demais a gente dar a cara a tapa e só conseguir as beiradas, quando um dos nossos, vai lá e abocanha o prato principal fingindo ser um deles. Então, que seja arrogante eu dizer, mas O POVO É MUITO BURRO.

Pelas enquetes, Talula deve sair com uma grande rejeição. Mais que o Gago até. Justo o Gago que xingou, desrespeitou as mulheres, foi racista etc. Mas né, ele não combinava voto, ele não fazia estratégia, ele era engraçado, então, não era tão ruim assim. Pensamento do povo gado. Pensamento da Dona Chupa, que me fez rir horrores com a saída do Gago, ficou desconsolada, fiquei com dó... NOT. Adoro que a gente vence poucas batalhas, mas olha, vale a pena a cara dessa galera quando perde. Nega postando "prefiro suas verdades do que as mentiras dos hipócritas", por deus, fez muito o meu dia. Prefiro gente que combina voto do que gente preconceituosa, desculpaê.

Acho que a Talula jogou com muita inteligência. Em nenhum momento usou o fato de ser bonita para forçar alianças masculinas, o que também não é errado, mas é tão mais lindo quando a gente consegue as alianças pelo cérebro do que pelo corpo, fica a dica aí, Adriana. Fez o que qualquer pessoa que não está em uma colônia de férias, faria. Merecia ficar. É uma pena que saia e Wesley, baluarte do greenpeace, fique. Daniel é figurante no paredão, pelo menos isso.

13 comentários :

Quéroul disse...

eu que não aguentei a burrice de Daniel, que se colocou no paredão.
devia ele sair, pra parar de ser burro.

Sil disse...

Infelizmente o povão AINDA não entendeu que o BBB é um JOGO, JOGO DE INTELIGÊNCIA, ESTRATÉGIA, CONVIVÊNCIA...Culpa talvez do próprio diretor do programa que nas edições demoniza o ótimo jogador tipo Talula (a única dessa edição). Quem sabe até o BBB15 isso já tenha mudado.Nós que apreciamos o BBB queremos JOGADORES de VERDADE! Fora Wesley!!!!

Thaís disse...

Ai Patricia, que lindo que mais uma vez eu concordo com tudo que você falou.

A Talula também não é A minha preferida, mas ela é a dona do jogo desse BBB. Inteligentíssima, lê o jogo muito bem e ainda é linda. E como você disse, é bom ver uma mulher que não usa do corpo pra conseguir o que quer (mesmo ela tendo os atributos).

É realmente uma pena que os estrategistas nesse programa não tenham seu valor reconhecido. Eu tuitei sobre isso ainda pouco e disse que a demonização da galera que joga de verdade começou no bbb3, quando o Dhomini coração bão levou o programa e o Jean Massumi(melhor jogador de todos, o resto é wannabe) foi colocado de chifrinhos pela edição.

Mas é isso aí né. Torcendo pra uma luz invadir a cabeça do bones pra ele manipular bonito esse paredão. Porque se depender do povo, Talula não tem vez.

comentário enorme de novo rs

Beijos, Thaís

Anônimo disse...

Não concordo com a defesa da Talula sugerindo que ela faz um bom jogo.
Se faz de boazinha quando lhe convem, e nao usou "sua beleza" pra ala masculina porque NENHUM a quis, e ATÉ HOJE ela se esfrega no Rodrigo na esperança de lavar a alma da inveja dela por Adriana ter pego o cara.
Fala mal dos supostos "vou morrer com você" e quando alguem a desobedece (o que vc chama de traição, eu chamo de livre arbitrio), taca o pau.
Ela esteva o tempo todo do lado de quem? das mulheres pra ficar de panelinha, e nao de supostos amigos que ela queria PROTEGER, como sempre diz.
TOMAR NO CU.
Ser estrategista nao é ser FALSA e passar o DIA TODO SÓ FALANDO DE JOGO (intervalos no ppvw pra dizer que todos os ex dela ainda a amam (oi? periquita de ouro?), falar mal de artista e ficar com aquela cara de CU no dia do show do Zezé de Camargo, familia a qual promete meter um lindo processo nela).
A pessoa NAO VIVE o BBB como o Daniel (que venhamos e convenhamos ta sabendo JOGAR com essa pose de bicha engraçada, mesmo sendo meio falso), e A VIDA é por um milhao e meio pra ajudar o filho que ela sequer cria direito e o espanca dando GARGALHADAS da mae dela dar na cara do menino. SUPER MÃE.
Por mim, sairia com 100% e adicionaria ao discurso do Bial: VEM ESPANCAR GABRIEL AQUI FORA, TAMULA LE POSTICHE :D~ (Pq aquela bolsa debaixo dos olhso não é de Deus).

@masqueporra disse...

me sinto compreendido em algum lugar do mundo, ahah. porque chego pra nego e digo 'jaqueline é vira-folha, alá votando em daniel' e me veem com 'nada disso, ela blablabla'. As pessoas não enxergam além do mais superficial possível e ainda tem a cara de pau de vir dizendo que eles são muito fofoqueiros. meu deus, quem não é? lembro de talula falando no primeiro dia do cabelo de adriana "será que é liso mesmo? deixa molhar pra ver" aí vem gente aqui de fora que faz A MESMA COISA QUE EU BEM JÁ VI e, 'nossa, que cobra'. Ela realmente armou a estratégia e esqueceu de entreter (igor versão feminina, com a diferença de que igor achou o que? que ser feio e chato ia levar ele a algum lugar? ela pelo menos é bonita ahah). Por alguns momentos vi Marcela (Mama) nela, esperei até um barraco nível solange. Enfim... não queria que ela ganhasse, mas me incomoda ela ser eliminada por armar voto.

Alessandra disse...

Que que esse anônimo uó veio fazer aqui? Volta pra Scully, quirido!
Como já disse, vou super com a cara da Talula. E ela faz o q todo mundo faz. Quem não sabe dessa história do Zezé trair a Zilú, quem nunca ouviu, quem nunca reproduziu por aí? A diferença é que ela ta tão adaptada a casa do BBB que faz tudo isso lá...Não acho nada demais. Acho até engraçado...Não é minha favorita, mas ficaria feliz se ganhasse. Maria e Daniel 4ever!(caprichete detected)
E adoraria que ela ganhasse do Wesley, ficasse e pusesse terror nos uós de lá.
E outra: chazinho de sifudê em quem fica chamando de falso jogador de BBB!

Anônimo disse...

talula nunca foi uma jogadora corajosa nem assume o q faz: prova disso é votar duas vezes no rodrigão ( Eu achei ótimo isso) mas depois fingiu arrependimento. Jaqueline apenas se voltou contra talula antes q ela passasse a ser descartável pra ela. Isso sim foi inteligente.

Anônimo disse...

Nossa, como me ofendi!
mimimimi...
revolta de fã de BBB é muito legalzzzzzzzzzzzzzz...

FORA TAMULA :D
Vou rir MUITO lembrando disso... IUAHIUAHAIUHAIUAHIAUHAIUHAIUHA
:*

Anônimo disse...

Nossa, que anônimo UÓZÉRRIMO! Se a família Camargo realmente está pretendendo meter um processo na Talula -o que eu acho tosco e parece muito um simples boato- eles que tem que se foder, porque né? Ela só falou o que todo mundo sabe/ já tinha ouvido antes.
E tu tá aí dizendo que ela espanca o filho como se fosse um vizinho que escuta os choros da criança toda noite, né? Tem que aprender a não acreditar em qualquer bosta que escuta.

Acho que parte da culpa desse povo gado, como foi muito bem dito por vc, odiar tanto os verdadeiros players é da edição, que sempre marginaliza quem tá lá pra ganhar e acaba fazendo com que bostas como o machista escroto do Alemão ou o imbecíl wannabe pobre do Rafinha saiam vencedores.

Finalizando: a Talula não é minha favorita -difícil ter um favorito nessa edição, viu?- mas prefiro 90740382 vezes ela do que o peitudinho Wesley. Realmente, os papos dela no ppv são chatos, mas pelo menos ela tá querendo ganhar.

Anônimo disse...

Morro q Talula sai!Queria q mudasse num piscar d olhos, ou Boninho manipulasse. Muita injustiça quem pensa sair! Odeio Jaqueline. Sempre achei falsa!

Anônimo disse...

puta merda, tou aqui comentando como anonimo porque sei que ce é da vibe de "gente que nasceu em 90 não tem moral". precisa nem aprovar o comentário se não quiser.
sou de um amor por você que OLHA,
há tempos que leio o que vc escreve aqui e não consigo discordar de nada. precisei vir aqui comentar depois do que vc falou sobre preferir sair da história como vilão a descarregar nas costas de quem a gente mais ama. taí a minha vida, viu.
muito seria seu amigo.

Anônimo disse...

Torço por Maria e Daniel, mas ainda assim eu até vejo um lado positivo na ida do Daniel ao paredão no lugar do Maurício. A Talula (como a maioria aqui, não é minha favorita mas gosto dela) sairia independente do paredão que fosse e isso só ia dar mais moral pro Maurício bancar o "sou só coração e o Brasil vê isso".

André Coelho disse...

Patrícia, oi, tudo bem? Olha, não sou troll, nem nada disso, pelo contrário, gosto à beça do seu blog, das coisas que você escreve e do seu estilo de expressão; mas queria fazer uma consideração que também faria se estivéssemos conversando pessoalmente sobre o assunto. A sua tese é de que combinar votos está certo e é necessário para o jogo, que não tem problema algum quer para mocinhos, quer para vilões. Eu, em princípio, concordo com você. É um jogo de inteligência e estratégia e você deve explorar as regras do programa para proteger a si próprio e seus aliados até o fim da linha. Nada contra esse argumento. Mas, se você está num jogo em que quem decide quem sai e quem fica é o PÚBLICO e sabe que esse PÚBLICO (erradamente ou não) costuma excluir quem combina votos explicitamente, então, NESSE CASO, me parece que o que normalmente seria uma boa estratégia se tornaria, sob essas circunstâncias, uma má estratégia. Não existe ser bom ou mau jogador em si, existe, sim, ser bom ou mau jogador dadas as condições de jogo. Quem se indispõe com o líder, mesmo que por um motivo justo, é indicado ao paredão e pode sair: isso não é jogar bem. Quem se indispõe com o público, mesmo que seja num caso em que quem está errado é o próprio público, também não está jogando bem, claramente. Se, no Survivor ou noutro reality em que quem vota são os participantes, ter alianças e manipular o jogo pode ser mesmo fundamental, no Big Brother, pelo menos no Big Borther Brasil, com o público do Brasil, a estratégia é suicida. É evitar o paredão por quatro, cinco semanas para, quando ir, não voltar mais, porque a rejeição será tão grande que você não terá chance, não importa com que "samambaia" você esteja competindo. Então, parece-me que a sua crítica aos critérios de votação do público deveria ser outra. Deveria ser de que, eliminando os estrategistas, se encoraja um programa pior, com menos emoção, com menos inteligência, com mais fingimento e hipocrisia e com marasmo e monotonia insuportáveis. Mas não que o público não sabe reconhecer quem é o bom jogador, porque ser bom jogador é jogar bem com as regras e circuntâncias do jogo e, nesse jogo, o público, um público que rejeita conxavo e estratégia, é, para o bem ou para o mal, uma das circunstâncias do jogo. Queria que você dissesse algo a respeito.