sexta-feira, fevereiro 11, 2011

poema em linha reta

Lembro quando me diziam que um dia as coisas iam acontecer. Hoje ninguém mais me diz isso porque, teoricamente, 27 anos, a vida já aconteceu. Então. Não aconteceu. A única coisa que aconteceu foi o acúmulo de perdas. E não falo de ser loser, embora eu seja, falo de perder. De perda. De nunca ganhar. De nunca ganhar de quem eu queria.

E sempre que começo a falar sobre isso dá uma brecada. É um amontoado de clichês. Mas desculpa, sabe. É o que tem para hoje. É como eu sempre me senti, desde a infância. Não ter afeto. Vem a consequência. Achar que não mereço o afeto. Achar que ninguém nunca. Então vem alguém e diz "mas que bobeira, é coisa da sua cabeça" e eu só dou um sorriso vazio e assim segue a vida. Porque eu vivo isso aqui. Eu sei que não é coisa da minha cabeça.

Claro que no fim das contas a culpa é toda minha. Eu que não tenho paciência, eu que rechaço qualquer possibilidade, eu que prefiro ficar em casa vendo seriado. Dói menos não viver. Sofre menos quem deixa de procurar. Houve uma época em que eu procurava, eu tentava, e o final era o esperado: eu bêbada chorando.

Reforço que tentei. Passei a assistir a minha vida, e não a vivê-la, no momento em que vivi e soube que não teria nada.

30 comentários :

Anônimo disse...

você pode ter todas as dores do mundo, eu entendo todas.
tenho vontade de te abraçar e te dar carinho.
mas fico triste, pq mesmo que eu tivesse aí do teu lado, isso não seria possível.
eu só consigo pensar em uma palavra pra te definir: covarde.
a vida vai passar e você, com medo, só vai assistir.
e eu fico muito triste por vc; e por mim.

Anônimo disse...

Tirando o "bêbada", essa sou eu. Escritinho.

Mila, the Strange disse...

viver é dificil. Ou você se fode muito antes de conseguir se dar bem, ou você desiste antes de se dar bem. Você não pensa em nenhum momento, enquanto vc se fode que vai valer a pena depois, mas vale muito a pena... É dificil conseguir.

Anônimo disse...

Cara,na boa,sei lá,vc está aí desabafando,quem sabe nem quer opinões de pessoas que vc nunca viu e nem verá na vida,tipo eu :D
que venho aqui tipo sempre,mas raramente comento alguma coisa,e sabe lendo esse post agora te chamaria pra tomar alguma coisa,reclamar da vida e voltarmos bebadas para casa....enfim,eu nem te conheço mas eu ficaria realmente contente se um dia eu viesse aqui e vc tivesse feito post dizendo como vc está bem e feliz .....so loka?
Não para de lutar não colega,tem pessoas que nem te conhecem e mesmo assim te desejam tudo de bom ...
=)

Laís Alves disse...

Total identificação em quase todas as palavras, exceto na idade.

Andréia disse...

acho que eu sei o que é isso.
estou na fase de desistir de procurar, de ter certeza de que estou completamente só.

@mprodox disse...

oi

por favor nao pense assim pois ainda há chance

terapia é bom

eu sinto o mesmo que voce só que com terapia consegui me curtir e nao preciso mais sair pra catar migalhas de gente que sempre me rejeitou por ser tao diferente e esquisito

Anônimo disse...

Boa sacada menina.

Vá em qualquer analista que irá dizer o óbvio: a culpa é toda sua.

Gostei muito do seu blog.

Luisa

Paula disse...

Idem...

Mari disse...

Por que, depois de 27 anos tentando as coisas sem sucesso, você não arrisca um novo caminho? Alguma ajuda médica, algum curso novo, aprendizado de receitas na internet, o que seja. Você continua sofrendo ao se lamentar de que assiste a vida ao invés de vivê-la. Então por que não arriscar de novo? Se você cair, você levanta. Pra quem já tanto sofreu, o risco de umas lágrimas a mais não vai matar ninguém.

Renata disse...

Patricia, te leio sempre e hoje chorei lendo seu post. Sei bem como é sentir que a vida te nega tudo. Não vou dizer que passa, nem que tem saída, porque, se existe, ainda estou buscando a minha também. Eu, você, tantos outros.
Apesar disso, acho que todos merecemos mais. Ainda não desisti.

Beijo.

Anônimo disse...

Patrícia

Queria dizer pra você que vai passar, mas não posso. Meu sentimento é parecido com o seu, a de expectadora da minha própria vida.
Isso dói.

Janah disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fabiana disse...

Também me sinto assim. Exatamente assim. Acho que é por isso que venho aqui diariamente. Vou levando, levando... Fiz tratamento médico pra depressão, com analista, e essa sensação sumiu. Agora está voltando. Ontem mesmo estava vendo pra marcar uma sessão de análise, pra brecar isso. Antes que a casa caia de novo...

suellen disse...

vim aqui na vibe "pô patricia te entendo total, isso ai mesmo, passo a mesma coisa, bla bla bla... ai li o comentario acima: serio gata procura ajuda" e imaginei a sua cara lendo isso HAHAHHAHAHA

vamos rir patricia, pq ne, ja foi.

Janah disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

É clichê mas vou dizer,venho sempre aqui e super me identifico com suas palavras,às vezes sou meio q expectadora da minha vida tbm.

Mas isso é péssimo sei q vc sabe q é,na boa, força na peruca, não desista tente, tenha certeza uma hora as coisas boas vão acontecer, acredite mas acredite mesmo, todos nós merecemos ter momentos felizes na vida.

Pode demorar ? talvez sim,talvez não,mas tente,não desista, viva.

Vivi(ane) disse...

Gosto muito do seu blog e claro que isso passa por me identificar com a vida loser. Sem querer competir, mas já competindo (pra você ver o nível de desgraça no recinto): ainda me considero MAIS loser, já que vc tá em Jibóia City e eu em Brasília. Ou seja, vc ainda pode ter a desculpa de não viver decentemente por estar numa cidade bem cu. Mas eu consigo ter uma vidinha miserável numa cidade boa.
Acho engraçado o povo indicar terapia nos comentários qnd vc JÁ FALOU que mora num lugar que, quando precisa se tratar, tem que ir a Sinop encontrar um boliviano escroto. Qualidade pra quê, né? Faz terapia e tá resolvido.

Enfim, me compadeço. Abraço.

Doug disse...

Olá,

Na verdade eu leio o seu blog na miúda, quietinho, rindo dos comentários das samambaias mas esperando por posts como esse de hoje. Não por eu ser algum tipo de sádico internético, mas porque acho verdadeiro isso o que você diz. Você fala abertamente da sua angústia e das suas decepções dessa merda de vida.

Saiba que você não está sozinha, todos temos merdas de vida. Alguns apenas fingem que estão satisfeitos com a merda que possuem no momento.

Não sei se você já ouviu essa música ou se manja de inglÊs, mas ouça isso por completo: http://letras.terra.com.br/pink/1766561/#traducao

Porque por hoje, eu te amo.

Anônimo disse...

sou outra ..

Tiburciana disse...

Estamos falando de amor ???

GeoFodation disse...

credo!
tbm sou adepta do voyeurismo. para muitas pessoas a vida realmente não acontece(fato), ou vc acha que caixa de supermercado sonhou algum dia em ser caixa de supermercado? já para outras viver é tão simples... amy por ex. "canta, bebe, cai, sai do palco e lá vai ela sendo socorrida pelos paramédicos e todo mundo aplaude (o mundo é idiota) por isso estou adotando um outro tipo de filosofia de vida ( a intagibilidade) e é muito fácil já que a unanimidade é burra.
ser intagivel parece ser arrogante eu sei... mas na verdade é uma falta de paciência para tudo. "sou feita de carne e ócio"
infelizmente não vai acontecer nada na sua vida.

ps.gosto de algumas musicas da amy mas prefiro ouvir "Frank" em casa do que pagar para assistir sua maneira idiota de chamar atenção.
abraços.

Patricia C. disse...

te falar que do MONTE DE MERDA que eu li aqui (fora os que foram deletados), Tiburciana foi a única que entendeu tudo. um beijo, linda.

Anônimo disse...

Cada um dá o que tem, e pelo q vi aqui nos comentários, todo mundo fez suas contribuições com boa vontade/boa intenção.
.
É, realmente, no final, a culpa é sempre sua Patrícia.

a. disse...

Li, me identifiquei e chorei. Tudo que eu precisava era de um pouquinho de coragem, mas ela não aparece e vou assistindo a vida passar enquanto isso =/

Daniel disse...

Sempre leio o seu blog, mas esta é a primeira vez que eu comento.

"Sofre menos quem deixa de procurar."
Às vezes você se expressa com poucas palavras que dizem tanto. Esta frase se aplica a tantas situações...

Anônimo disse...

Gosto do seu blog mas devo dizer que você foi bastante deselegante em dizer que todos esses comentários são merda. Vai ver é por isso que está sofrendo desse mal sobre o qual escreveu. Se essa é a sua reação frente a pessoas que se mostram solidárias a vc, não fica difícil imaginar porque você sofre de amor. Vc amaria um cara que se comporta assim? Pois é.

Patricia C. disse...

o que eu não curto é lição de moral. é gente que ACHA que sabe. tipo o que a viviane falou. gente que fala q devo procurar ajuda, mas ALOU moro no mato etc. fora os que eu deletei, q só eu li e apaguei. portanto, falar é fácil. um beijo

Janah disse...

a gente diz "procura ajuda" e vc aí do outro lado: "alou, estou no mato", etc.
Não dê o feedback pra nós aqui deste lado, desta forma baby. Pq a gente quer ajudar e não sabe exatamente como, daí a gente diz o q faríamos, sei lá. A gente tenta.
E se a gente tenta, com certeza é pq vc tem alguma importância, do contrário não viríamos aqui ouvir vc falar que nossos comentários são de merda.

Não pode ser sempre assim...
.
E de fato, a gente não tem idéia exata do q vc sofreu. estes traumas devem te atormentar até hj.
Vou falar por mim: nunca tive a pretensão de achar q sei o q vc passa.
Enfim, vou parar de falar pra não complicar ainda mais.

Renara disse...

pare de pensar no passado, viva e o presente e olhe para o futuro. isso que você faz, não te leva a canto nenhum, só faz você se martilizar ainda mais. Cadê sua auto estima ?