terça-feira, janeiro 18, 2011

minha vida é uma eterna música do radiohead

Outro dia me disseram que é quando nós estamos tranquilos e serenos, que as piores coisas acontecem. É como se a guarda fosse baixada. Como se o sentido de alerta parasse, coisa que não deve nunca acontecer.

Hoje aconteceu algo desagradável. Toda a minha vida tem sido um agrupamento de situações desagradáveis, mas enfim. Fiquei triste, estou triste, mas com o tempo fica mais fácil de aceitar. Chorei pouco. Dentro daquela vibe estou cansada demais para chorar. É por aí. Acostumamos com as portas fechadas. Com o não. Com os nãos.

Sei que estava sentada, olhei para o teto e tentei lembrar de alguma época feliz.

E nada.

SILENCIO NO HAY BANDA.

Fiz um esforço imenso para tentar puxar pela memória "meu deus, não é possível, em alguma época eu devo ter sido feliz". E

...

Sabe quando você diz "poxa, que tempo gostoso aquele, eu era feliz e não sabia". Não tenho nenhum. A melhor época acaba sendo quando eu não fazia nada e passava o dia vendo seriado em casa.

Melhor época da minha vida = 24 anos, mamãe me sustentava, eu acordava às 5 da tarde e via Lost.

Sabe. Isso não é felicidade.

Rola uns professores de aeróbica da alma, um povo super cafona, que vem dizer "acorda pra vida, menina, vamos fazer alguma coisa pra mudar isso". E olha, nasci assim. Desculpaê. Rola uma galera que diz "o seu vazio só pode ser preenchido por deus". E opa, até os 19 eu acreditava e o vazio estava aqui. Está aqui desde sempre.

Então, a cena do dia foi essa. Eu, sentada no vaso sanitário, perguntando quando a vida irá sorrir para mim.

40 comentários :

Mila disse...

Na verdade quem ri é ela, tirando com a nossa cara. Só pode.

guilherme disse...

Acho cada vez mais difícil encontrar 24 horas contínuas de felicidade, bem mais fácil encontrar 24 horas de plena apatia, angústia e tristeza.

Mas, existem sim os minutos de felicidade. E eu estou tentando largar mão do dawsonismo exagerado e viver 23 horas e 45 minutos pensando ou esperando por esses 15. Nem que seja apenas a hora de almoço, ou escutar alguma música qualquer.

Acho sim, que devemos mudar a nossa forma de encarar nossos dias. Os momentos dementadores são tão dominantes, então por que continuamos focando tanto neles? Bora começar a rir na cara do perigo, mesmo sabendo que na cena seguinte o pai do Rei Leão morre pra mostrar o quão ingênuo ele estava sendo.

Beijos.

Anônimo disse...

olha isso... tem opção de legenda em pt-br
http://www.ted.com/talks/lang/eng/daniel_kahneman_the_riddle_of_experience_vs_memory.html

Iara disse...

Se ela te responder me mande também.
To precisando saber.

Anônimo disse...

Gata, vamos meditar e nos encontrar com o nosso 'eu interior' e dar um basta nessa vibe ruim! Tamo ai na luta. :3 besos

Cecília M. disse...

Se não temos amor, verões na praia com amigos, se aquele cara que vc conheceu no ônibus não te ligou ou se não passou num concurso pra ganhar 10 mil reais, felicidade é sim acordar as cinco e ser sustentada. Quem dorme até as cinco tem paz de espirito. Paz de espirito é felicidade. Nesse sentido, poucas vezes eu fui feliz.

Caminhante disse...

Eu acredito em você.

Rick disse...

Pode me xingar, pode bloquear meu comentário, pode fazer o que vocÊ quiser, estou pouco me fodendo!

Mas quero te fazer uma perguntinha:

Vc já tentou sorrir pra ela?
Dar a ela uma chance?

Porra, sou seu fã, sempre tento uma aproximação com você, mas tu não deixa!
E se acontece comigo, deve acontecer com mais um montão de gente!
E você deve estar perdendo a oportunidade de fazer amigos, mesmo que a distância!

É por essas e por outras que neguinho vem aqui, vai no twitter, te lê e não te leva a sério, pois acham que vc tá de sacanagem...

É isso!

Beijos! Ou um chute na bunda!
Você decide!

Rose H. disse...

Patricia... as coisas só podem mudar a partir do momento em que você quiser que mude. Sabe, não adianta nada alguém falar qualquer coisa pra você se você não estiver disposta a ouvir. Parar, pensar e analisar. Eu entendo um pouco você, porque tb já estive nesse lugar. Nesse lugar de lamentos, de mal humor, de fazer drama porque não se tem coragem de fazer nada mais na vida. Patricia, nós tomamos as rédeas da nossa vida. Nossa vida é o que nós deixamos ela ser. Não to dizendo aqui aquela coisa do pensamento mágico, sua vida não vai deixar de ter problemas porque você quer, mas o jeito que você ENCARA os problemas, o jeito que você recebe a vida, isso sim pode mudar tudo. Ser feliz é uma decisão. Ou você quer e se abre pra isso, ou você não quer e é muito mais fácil ver tudo pelo lado ruim. Eu sei que você provavelmente não vai entender, mas analise BEM e veja se você não está tendo muita pena de si mesma. Quanto mais a gente cava, mais a gente afunda. Quanto mais você faz drama, mais dramática sua vida vai ser. Você sabe quais são os problemas. Só falta querer sair deles, fazer alguma coisa pra mudar. Você pode ser feliz. Não é tão difícil quanto parece. Mas é uma decisão sua. Eu desejo de coração que você saia desse buraco emocional. De verdade.

Paulo Costa disse...

eu até ia deixar um conselho aqui, mas quem sou eu?!

quando achar a resposta, me avisa.


=*

Gato Van de Kamp disse...

É estranhho...

Nem te conheço, escrevo aqui a um tempo e vc nunca me respondeu ou me falou nada... Não me importo, gosto do seu blog, da sua escrita.. Me diverte.. As vezes qdo to sem net por algum motivo eventual e vou rapidinho na internet em algum outro lugar olho o meu blog e o seu... Pk ele me faz rir e mesmo nos posts que não me fazem rir me contagiam.. Mesmo o sofrimento me parece um sofrimento tão bem resolvido... É tudo tão real e claro... Enfim!!!

É estranho pensar que o prazer que vc consegue proporcionar, vc mesma não consegue sentir...

JL disse...

a gente se torna negativo por viver tomando porrada, então passamos a ver como natural para não doer tanto. daí não valorizamos quando as coisas dão certo. eu ainda sou bem assim, mas tenho conseguido algum progresso. c'est la vie.

agora, o "sentada no vaso" torna tudo um épico.

'Lara Mello disse...

Não se preocupa.. Me faço essa pergunta todos os dias.. Se cuida!

Rachel Juraski disse...

Amiga, remédio e terapia ajudam mto. Procura alguém aí em Jibóia City e boa sorte.

Anônimo disse...

quando vc começar a tomar boas doses de sertralina

aqueladeborah disse...

Oi Patricia,

Meu nome é Deborah, tudo certo?
Freqüento o seu blog há um tempo (inclusive te sigo no Twitter), mas nunca comentei, não sei bem o motivo...
Mas o que me motivou neste post foi esse vazio, que já senti muito. Já acreditei em D-uz, mas hoje sou atéia, vegana e feminista que vive melhor e diria até, feliz.
Sei como é esse desespero sem perspectiva e buscar forças não sei de onde, já que os braços estão cansados de remar contra a maré. E não estou dizendo que só é triste quem quer, isso é o cúmulo do absurdo. Se recebermos mais estímulos negativos que positivos, é claro que a tendência é ficar triste. É igual quando somos crianças e nossos pais falam que somos lind@s e inteligentes. Fui zoada a vida toda por ser gorda (ainda sou) e por não saber matemática. Hoje me aceito melhor e sei que sou linda (errados são os outros que não sabem lidar com a própria frustração).

Bem, espero conseguir fazer você se sentir um pouquinho melhor, não porque a vida é linda (quando em grande parte é péssima), mas porque é possível alguma resistência no apoio de quem se importa de verdade com o que somos e sentimos.

Um abraço sincero,
Da leitora que você nem sabia
Deborah

Luisa Maria disse...

Acho que só fui feliz na infância mesmo, onde minha maior preocupação era chegar a tempo de ver meus desenhos preferidos na tv... E não durou muito, pq aos 7 já comecei a sofrer bullying de meus irmãos...

Enfim, que merda, viu?

Tou sentindo sua tristeza daqui. Bjs, fique bem.

Chacrete´s disse...

Antidepressivo nessa vida e esperar a próxima reencarnação é o que resta.

Gabriela disse...

Falar o que pra vc Priscila...
Eu tbm as vezes fico nessa vibe de que não sou feliz, nunca fui, nunca tive os namorados que eu queria, nunca fui tão bonita quanto eu queria, nunca tive o emprego que eu queria....
Ainda que você chora, eu nem chorar consigo..
O que eu sei é que mesmo sendo clichê é a verdade...
Nós temos que correr atrás do que a gente quer nega... eu podia muito bem fazer um regime e passar na funilaria e pintura e ficar mais gostosa e ter todos os caras que eu quero..rs, eu podia muito bem largar o meu emprego e procurar algo que eu realmente goste, mais a verdade é que eu estou tão acomodada, estou tão cansada pra tentar que eu deixo tudo como está.. isso é errado.
Acredito que o mesmo acontece com vc e, por isso, eu digo, levanta desse vaso e reaja ou continue sentada vivendo essa sua vidinha mais ou menos, que pelo jeito está mais pra menos do que pra mais.. igual a minha...rsrs

Ministério da saúde disse...

Olá Blogueiro,

As enchentes fizeram centenas de vítimas nos últimos dias. Para impedir que a situação se agrave é preciso que os sobreviventes saibam como lidar com esta realidade e tomar as medidas de prevenção necessárias para evitar doenças graves. E você, blogueiro, pode ser nosso parceiro nessa divulgação e nos ajudar a salvar vidas. Caso queira participar desta ação, entre em contato com ocomunicacao@saude.gov.br que enviaremos o material necessário.

Madame disse...

Olha pra vc nao ter colocado "privada" ao inves de "vaso sanitario" é pq as coisas nao estao bem mesmo ne gatinha.

Nao dizem que o amanha a deus pertence? Talvez a hora de ser feliz vira ainda...

Eu iria adorar passar as tardes assistindo lost rsrss...

bju

Anônimo disse...

JA QUE É TUDO TÃO RUIM, SE MATA E ACABA COM O VAZIO PREENCHENDO UM CAIXÃO =D

Lilian disse...

Patricia, sei que não tem nada a ver com o post, mas achei legal vir te dar um toque, se você permitir.

Esse cara (http://memoriasdaliravelha.blogspot.com/) andou te dizendo umas bobagens aqui no teu blog, não andou? Eu lembro dele aqui fazendo comentários super grosseiros. Pelo jeito ele assedia geral na net, olha só!
http://sunflowerrecords.blogspot.com/2011/01/basta.html

Acho que essas coisas a gente tem que espalhar, pra não permitir que aconteça de novo. Se você quiser publicar meu comentário, pediria até pro pessoal dar uma força pra menina, porque ela pensa até em fechar o blog dela, e ela escreve uns textos super legais. Também, com uma situação absurda dessas, eu não me surpreenderia.

Abraços!

Anônimo disse...

você é muito mimada, isso sim.
nada vai cair do céu se você não for atrás.
não ache que só sua vida é difícil, pois você não é a única.
mas responde com sinceridade, ficar sentada chorando vai adiantar?
não precisa nem postar esse comentário, é mais um conselho, mesmo de alguém que não te conhece.
não entenda isso como uma coisa negativa.

apenas pense.

Natascha disse...

choray....
Acho que eu te entendo perfeitamente, senta aqui vamos dividir um pote de sorvete e chorar...

Anônimo disse...

se vc sorrir pra vida, ela pode te retribuir o sorriso.
.
Call me cafona, mas é isso q eu acho. que vc tem depressão crônica, nasceu com ela, e poderia procurar um psiquiatra. Desculpe se estou falando besteira, mas não me lembro de vc ter dito aqui no blog q já buscou ajuda psiquiátrica. e se vc ainda não buscou, tái uma coisa q vale a pena e vc precisa.
.
Janah.

LM disse...

Acho que é mania da gente nunca ver a felicidade no momento presente. A gente é tão acostumado a reclamar que não consegue ver felicidade mais. Call me cafona.
Ou a gente nunca é feliz mesmo, sei la.

@paulilinha disse...

é, se vc estava na privada pensando se é feliz ou foi, é porque não é ¬¬

Renata disse...

te entendo completamente. Mas concordo com o povo, vc tem depressão e precisa de remédios urgentemente.

Melhor tomar pílulas controladas do que ficar gemendo e resmungando.

Digo isso porque tomo também.

Anônimo disse...

olha patricia, eu sou vc quando tinha 24 anos. eu sou um monte de coisas que falaram aí nos comentarios. entre elas, mimada e acomodada. eu sei que eu deveria acordar pra vida. só que eu não sei como.

não tenho nenhum conselho pra dar. apenas desejar força. pra nós duas.

Dee disse...

Minha época feliz foram alguns anos da minha adolescência que passei sendo fã de uma boy band e VIVIA pra isso.

O quão patético soa?!


Viver não é fácil; viver E ser feliz é como ganhar na loteria.

Bia disse...

De fato sua torcida eh zicada rsrsrs. Ariadna sair é de matar !

Hell disse...

Olá Patrícia,

Sempre leio o teu blog mas nunca comentei, desta vez porém decidi comentar pois me identifiquei muito com o seu post.

Seria ousadia ou pretensão minha dizer que o que você sente eu compreendo, mas n vou fazer isso pq só quem sente sabe o que sente. Então entendo em partes.

Como você posso dizer que também n sou feliz e acho que nunca fui, tomo antidepressivos diariamente (sou borderline) e ainda por cima tenho TOC destrutivo...

Mas tento seguir em frente sempre, apesar do vazio sempre estar aqui.

A terapia ajuda um pouco. Não quero me intrometer na sua vida, mas talvez tb faria bem para vc.

Fica bem!

--
Hell

Ana P. disse...

Você deveria se espelhar na Janaína do Mar.

NÃO.ME.MATA.

[sabe. eu só queria dizer que eu te entendo. eu tenho alguns momentos de felicidade. e gostaria muito, muito mesmo, de poder repassar um deles pra você. queria muito que isso fosse possível. muito mesmo]

eusoqueriadizer disse...

relaxa, a minha musica eh "This is the end" do The Doors...

Sr.Apêndice disse...

Tu és a rainha da ironia. Diz que a vida não sorri para ti, mas de Tanto que a conjugares assim, nos faz rir demais... Já te disse em outro comentário: o sucesso (em todas as formas) te espreita. Uma hora ele chega... :)

Júlia Ourique disse...

Banheiro sempre traz estas instrospecções

Laís Alves disse...

"Então, a cena do dia foi essa. Eu, sentada no vaso sanitário, perguntando quando a vida irá sorrir para mim."
é um resumo tão preciso da história da minha vida que eu plagiaria e colocaria como Bio no twitter.

Anônimo disse...

http://www.youcanhealyourlifemovie.com/

Assista...

Anônimo disse...

Oi.

Tava escrevendo um monte de coisa, vou resumir.

Já morei no MT.

Qdo vc voltar ao Rio, espero q tenha a sensação maravilhosa q tive, que é " saudade zero", "nunca mais piso lá".

É um alívio a volta.

E vc ainda estará no lucro pq além do alívio por estar no Rio, agora vc tem o trabalho.

Sorte pra vc.