domingo, novembro 14, 2010

não seja amarga

Gelei agora. Eu dizendo para mamãe que está tudo uma merda e ela "Que foi, minha filha? É a convivência com as pessoas?". Mãe, você lê meu blog?

E ela me dizendo que a saída era pedir ajuda a deus? Fico triste porque né, vejo que realmente não tenho saída alguma.

Acabo de gastar 500 reais em sapatos pela internet. Beijos descontrolados em todos, e lembrem sempre: sou amarga porque não sou feliz, e não o contrário.

17 comentários :

Nise disse...

Quando eu fico bem infeliz gasto dinheiro.Mas nem tanto auauauaau.Pra não ter raiva depois.

nan costa. disse...

"sou amarga porque não sou feliz, e não o contrário"
passei alguns anos da minha vida para entender isso.

Morena disse...

Espero que vc possa ser feliz logo!
E realmente as vezes as coisas parecem sem solução mas calma q jaja chega um bom caminho!
Beijos saltitantes
Bom feriado

Ingrid disse...

"E esse ano que não acaba", penso eu.
Mas e quando acabar, o que é que muda? Beijos pros descontrolados que já que nem paciência pra chamar alguém e ir pra um boteco passar mal e dar trabalho, castigam o cartão de crédito, e esperam ansiosamente pelo próximo capítulo de passione. haha

"quem diria que viver ia dar nisso?"

te entendo. exorcize o que puderes escrevendo, tem gente que nem isso consegue.

ALICE CURTIS disse...

Pelo menos os sapatos vão durar... Ao menos, espero que durem... :))

Natália Alexandre disse...

Vi seu 'desabafo' e lembrei de um livro que terminei de ler: Sapatólatras Anônimas.

Livro maravilhoso por sinal. Se não leu, irá adorar, um chick-lit, muito gostoso.

Bjs,

Verusca disse...

"SER" feliz... Patricia, ninguém É feliz o tempo todo. Temos MOMENTOS de felicidade, às vezes, pequenas coisinhas nos fazem momentaneamente felizes... por exemplo, sapatos novos.Pense nisso.

Dee disse...

Olha, eu anda num desânimo tão profundo que nem gastar me anima mais como antes.

Me deu uma crise esses dias, saí colocando tudo no carrinho, mas nem comprei.

Aí que você vê como anda a vida.


E como disse alguém, pelo menos os sapatos [teoricamente] duram...

Anônimo disse...

Pelo menos eram sapatos bonitos?

Luciana Matos disse...

Fui ontem lá no Iguatemi pra comer uma coxinha na Lecadô em sua homenagem!
Quase fiz tin-tin de coxinha com a senhorinha que tava do meu lado! rs!

Fica amarga não gata, fica agridoce, que é bem melhor!

Beijo!

Anônimo disse...

Hey Patrícia.

Você realmente não tem saída alguma? Ora, todos temos, menina!

O que te faz feliz?
O que te faz infeliz?

Acho que as pessoas chegam nesse ponto pois são acomodadas (não to falando que você é uma vagabunda... só falo que a gente esquece que podemos mudar as coisas, por mais difícil que seja).

Vai, sai do poço.
Não gaste dinheiro com sapatos, gaste com jantares junto a amigos queridos, com alguma viagem bacana...

Sapatos são tão... estáticos, mortos, irrelevantes.

E sim, talvez buscar Deus seja alguma coisa (não sigo religião alguma), mas acho que você deve sentir um vazio por dentro.

Não tem ao que se apegar, vive fechada, num mundo de seriados, reclamando da vida.

Sei que é difícil agir.
Mas amiga, força.

Sorte, viu?

Beijos e desculpa a intromissão.

D. disse...

Pior minha mãe que acha que minha amargura é mau-humor. Tsc.

Rodrigo disse...

pode ser amarga e infeliz, mas não fica sem sapato.

Maria Eduarda disse...

Pior é gente te chamando de sapatólatra. Tsc, tsc.

Natasha disse...

eu não acredito em felicidade. A felicidade só é perceptível a terceiros. Pessoas 'felizes' fingem q são felizes e seus atos fazem com q os outros achem q ela são plenamente felizes.. masss.. não são. Ninguém é e nem vai ser. Porque felicidade é utopia e pq nunca estamos satisfeitos com o que temos. Sua vida é um caos, concordo, e agora vc provavelmente pensa: como FUI feliz em tal época, mas a real é q na época vc não se achava feliz. Felicidade é sempre passado.


ps: acho q existe um sentimento que nos faz sentir-nos bem, "felizes". Mas não é o que todos falam, é muito menor que isso, é algo totalmente individual.

Maria Helena disse...

Acompanho seu blog, faz um tempinho.. mas agora venho percebendo que vc estar muito triste mesmo.. so tenho uma coisa pra te dizer TUDO PASSA.. nada como um dia após o outro, sei que parece livro de auto-ajuda "que odeio", mas é a pura verdade. Tem dias realmente dificeis, mas passa.

Maria Helena

Anônimo disse...

Ben Bernanke diz q não existe ateu em trincheira nem ideologia em crise econômica. Tente usar a primeira parte.