terça-feira, setembro 07, 2010

who cares?

Mamãe quando não me chamava de má, bem dizia que eu tinha vocação para mártir. Não vou entrar em detalhes da minha criação, mas a culpa não foi dela.

Lembro que uma vez uma empregada mentiu dizendo que eu tinha feito uma coisa que não fiz. Mamãe ficou chocs e me bateu. Anos depois eu contei:

- Lembra daquele dia quando a Dona Judith disse que eu molhei o banheiro todo? Era porque já estava molhado e ela pediu para eu falar "sim" com a mão direita, só que eu não sabia o que era direita ou esquerda e acabei falando com a mão errada. Ela me enganou pra dizer depois que eu tinha molhado e você me bater.

- MAS POR QUÊ VOCÊ NÃO ME CONTOU ISSO NA ÉPOCA, MINHA FILHA?

- Porque você tinha que saber sem eu contar.


Nem cito mais exemplos desse naipe, mas essa atitude é bem recorrente na minha vida. Se a pessoa me conhece, ela TEM que saber. Mamãe me conhecia e sabia que eu não molhava banheiros por aí, logo, não é uma vagabunda que pode chegar e dizer que eu fiz e ela acreditar. Mantenho a mesma postura dos 6 anos e não tenho qualquer intenção de mudar.


Essa semana eu cheguei no trabalho e avisei "olha, vou marcar um médico e preciso tirar folga". Sabe qual foi a resposta?

- Beleza. Só não marca dia tal porque dia tal preciso de você.

Sabe. E se o médico só puder dia tal?


Acho que eu sempre fui auto-suficiente em tudo. Mesmo quando dependia da minha mãe financeiramente. Nunca precisei de ninguém para ir ao cinema, acostumei a ir sozinha; nunca precisei de ninguém para beber; nunca precisei de ninguém nem para conversar, porque aprendi a contar as coisas para as paredes. Já teve dias de eu sair com algum amigo e pensar "meu deus, já falei tanto sobre isso hoje (com as paredes), nem vou perder meu tempo falando de novo". E ficava sem contar os problemas, porque sabe, eu já tinha contado e não queria repetir. E por aí vai. Inclusive eu tenho DR com as pessoas, só que elas não sabem, pois nunca estão presentes. Falo, falo, levanto o dedo "mas você não podia ter feito isso" e a pessoa nem responde já que rola uma incompatibilidade de agendas e locais.

O triste é quando você vai deixando de existir, quando as pessoas passam a esquecer que você está ali. Quando você percebe que as pessoas tem medo da sua reação. Não sabem o que esperar. E sabe. É muito triste quando quem você ama não sabe lidar com você e acaba errando todos os passos.

Parando para pensar em todas as relações é tudo muito simples. Bom dia, boa noite, como você está?, quer sair?, oi, tchau. É tudo tão simples. É só isso que eu quero, é só isso que eu sempre quis de todo mundo.

Não vou entrar em detalhes com o que anda se passando, porque total não quero ser a vítima da história, se tem alguém que estragou tudo desde o início fui eu, mas. Mas é tudo tão fácil e ninguém vê.

34 comentários :

alan raspante. disse...

Eu sei que pode soar piegas, mas vc acabou de resumir minha vida ou melhor,minha vida neste momento.

Abs.

Priscilla disse...

Porra. Daria um RT nesse post completo. Vc falou algo que sei e vivencio (trocando a parte das paredes pelo meu gato).
Super te entendo e te daria um abraço agora.
Viver não é fácil, conviver então...
bju

Hannah disse...

acabei de levar um baita fora do HOMEM DA MINHA VIDA,só porque não tive paciência de explicar a situação.

Poxa ELE TINHA QUE SABER! Não era para ter que explicar caralho nenhum.

Estou péssima e faz meia hora que dou f5 esperando algum panacéia vinda de jibóia city para me salvar. E vc, mais uma vez, me larga um texto que me serve como luva.

tsc tsc tsc

meu cu!

Tula Verusca disse...

Pois é....
Eu sei exatamente o que é isso...

Tb nao gosto de ficar de mimimim com meus problemas.... e as pessoas nao entendem que para mim basta existir!!!

Luciene disse...

Patricia
Sei que é mei foda dizer as mesmas coisas que todos aqui dizem "eu te entendo" "minha vida é igual/parecida" mas na boa é isso mesmo...A parte que vc diz "Quando você percebe que as pessoas tem medo da sua reação. Não sabem o que esperar. E sabe. É muito triste quando quem você ama não sabe lidar com você e acaba errando todos os passos." é uma coisa foda pra quem é assim e pra quem vive com alguem assim.
Exemplo basico: vc tem muitos seguidores e sempre tem um que comenta: não sou de escrever aqui e tal, pq tem medo de ser chamado de idiota, eu mesma sou uma,gosto de vc, não das suas desgraças,pq é vc que as torna engraçadas, não quem lê .Eu convivo com outra pessoas assim,da qual amo muito mas tenho medo de falar,de até comprar um presente,com medo simples de tomar um desprezo,uma resposta dura e ferina.

eu espero de coração que vc consiga com tudo,tudo mesmo,dores,tristezas,lembranças sair viva e feliz.isso mesmo.feliz.

Continue,não so com o blog,com a vida,tenha fé,ou pelo menos queira ter.

abraço.

O TIO SUKITA disse...

me atrevo a dizer que esse foi seu melhor post. e o quanto as vidas de tantas pessoas podem ser idênticas me assustou.

Luciana Almeida disse...

Bom, pelo jeito o clube é grande. E eu me incluo nele. Se bastar é isso aí.

Panosso, Luciana disse...

Olha, se tem uma coisa que eu sei fazer bem é discutir com pessoas quando elas não estão perto, já que frente a frente as idéias somem e não sai uma palavra.
Inclusive meu namorado uma dia me pegou fazendo isso, gesticulando e tudo. Me chamou de louca. Mal sabia que a discussão era com ele.

Beijo!

Anônimo disse...

"O triste é quando você vai deixando de existir, quando as pessoas passam a esquecer que você está ali. Quando você percebe que as pessoas tem medo da sua reação. "

sei BEM disso

Viver não é fácil, conviver então... 2


B
=**

Pimenta disse...

Ãn,sabe,eu sou a maior antisocial do planeta,mas se eu pudesse,sentava do teu lado,e tomaria um trago com você, em silêncio.
Tem dias que é foda mesmo.
bjo.

JL disse...

hahah sempre tem alguém mais 'doido' que a gente...
.
e, sim. a vida é simples e bela. a gente é que fode com ela...

Milena disse...

Mas é tudo tão fácil e ninguém vê. 2

Marcus V. disse...

Tenho a mesma história, e mais uma vez digo que não é so você com esses problemas. So tento encarar o dia com um bom humor e falsos sorrisos. Alias, quem sorri o tempo inteiro... é desespero. Até, belo post

Senhor F disse...

O bom do seu blog é que a gente acaba descobrindo que não somos os únicos esquisitos no mundo.

Às vezes brigo com a pessoa através das paredes, imagino que ela me deu uma resposta ruim, e fico com raiva na vida real.
Acho que ta na hora de eu me tratar, né?

Sah disse...

Dificil mesmo é saber que uma pessoa que é assim, quase sempre estampa na testa um "eu preciso de alguem". Mas ninguem ve porque ta sempre muito preocupado com o proprio umbigo, pois é!

Autor disse...

Eu te leio desde o seu post de Dawson's Creek (identificação total com aquilo q vc escreveu), mas hj resolvi comentar.
Ia te lendo, principalmente a parte das DRs imaginárias e pensando: 'essa menina é meio maluca' rs...
Mas dae, analisando bem, sou bem parecido com vc. Eu falo pelos cotovelos, até comigo mesmo.
E sou muito auto-suficiente.
Enfim, vc não tá sozinha no mundo. Existem outros malucos por aí.
Bjo

'Lara Mello disse...

Sabe Patricía..No meu blog a depressão se plantou e fez raizes, esse seu texto de hj fez lembra a mim, do início até o final, tin tin por tin tin, acho que perguntar ofende sim e que se vc me conhece sabe que eu não fiz tal coisa..Pq a pergunta então, me identifiquei tanto que iria postar algo parecido mas faço das suas as minhas palavras..Te indico lá no blog! E olha que eu vim ri..

Dani Halliday disse...

Mulher, vc é tão inteligente, mas tão inteligente e escreve tão bem... Adoro ler vc!
Sei que a vida às vezes é foda, às vezes a gente só quer um pouquinho de alguma coisa e ninguém entende, mas viver é isso ai!!
Eu tô agora, neste exato momento, chorando as pitangas devido ao fim de uma história torta q vivi e que mm sendo torta eu queria mais, mas não dá e eu tenho que viver com isso... A gente sofre, chora, toma no cu, mas tamus aí!!

Anônimo disse...

Patrícia, acompanho o blog nem tem muito tempo (infelizmente)... Eu morro de rir com as coias que vc fala e sei sempre que, no fundo, é tudo mais sério do que se possa imaginar... Nunca tinha comentado aqui! Mas esse post mexeu comigo viu... Olhos cheios de água porque justo hoje ouvi na terapia do meu analista "Vc no fundo é muito sozinha né"... Fiquei pensando que disso eu já sei há tempos... Eu gosto de ser sozinha, mas pensei outra coisa tb: quem não é? Que atire a primeira pedra... Todo mundo é sozinho, mas acho que gente como a gente (hahah) tem tendência a ser ainda mais sozinho, por esperar demais dos outros (ou esperar aquilo que seria o "correto", o "básico") ou ser fiél demais ao que a gente é (mesmo incoscientemente). E sabe de uma coisa? Eu morro de orgulho de ser assim, entupida de defeitos, mas verdadeira e intensa (leia-se angustiada hahaha no bom sentido se é que é possível)... E saiba de uma coisa: mesmo na "merda" da sua vida vc pode ter certeza que vive muuuuuuito mais intensamente que muita gente "feliz" por aí. Tudo de bom pra vc, beijos.

Simone disse...

"Parando para pensar em todas as relações é tudo muito simples. Bom dia, boa noite, como você está?, quer sair?, oi, tchau. É tudo tão simples. É só isso que eu quero, é só isso que eu sempre quis de todo mundo."

repense isso, por padim padi cíço... só de ler o seu blog há alguns meses e com uma certa regularidade, dá pra ver que essa afirmação passa longe da verdade... PADIM TÁ VENDO!

Anônimo disse...

Assim. Acho q a maioria de nós mulheres, tem esta coisa de 'o outro TEM que saber'. E sabe? Nem.
Pq o pior de tudo mesmo, é quando a ficha cai q nem sempre eles são obrigados a saber, pois eles tb são individualidades que têm problemas, e uma outra vida, q não é a nossa.
.
Não estou te criticando, sou como vc. só q minha ficha já caiu q muito do q perdi na vida, foi por agir como se ainda tivesse 6 anos. Cair na real doeu em mim . Mas ainda é tempo. Enquanto não morri, é tempo.
.
fica bem. bj
.
Janah

Nayami Alexanders disse...

vixi nem fala... eu sei bem como é isso, falar pros amigos as vezes não ajuda em nada =_= pq no fim eles ainda te criticam até a baga, é nessas horas que me pergunto se são realmente amigos xD mas enfim, to que nem a pricilla, só que ao invés das paredes ou do gato, o meu é o meu cachorro '-'
Mas sabe, se te serve de consolo, qdo toda essa onda de "merda" passar, tudo melhora. Sempre tem que melhorar. Afinal a vida é assim mesmo.

disse...

O cara que eu amo se encaixa perfeitamente no seu antipenúltimo parágrafo. Só que acho que ele ainda não se deu conta que é triste. E sim, esse afastamento acaba causando medo nas pessoas, elas passam a não saber como agir.
E é triste pra quem tá do outro lado tbm, com ctza eu sofro mais que ele. Pq ele não precisa de mim, vive a vida como se tivesse tudo bem

Anônimo disse...

só queria te dar um abraço de amor e compreensão. beijos

Aline disse...

Oi?! devolva meus pensamentos e sentimentos AGORA! como vc pode falar assim tdo que eu sinto em tão poucas palavras?!


vc n esta sozinha nessa colega..

Sérgio disse...

Acabei de apagar um comentário enorme que escrevi, porque fiquei com medo de sua reação.

Mas isto aqui, dá pra falar, sem achar que você é a coitadinha: se você acha que está fazendo alguma coisa improdutiva (ou contraproducente), faça essa coisa como você acha que é certo, oras!

O ruim é ficar remoendo o porquê dos pobrêma, sem tomar atitude pra melhorar.

Paula disse...

Kd o botão do RT?! Eu totalmente entendo tudo isso e sinto...
por isso q eu te amo, porra!

ana disse...

patricia
cheguei aqui e descobri que você só pode ser minha irmã. fala com sua mãe, vou checar com papai, sei nao hein...hihi
mas aí vendo os comentários vi que várias pessoas também super se identificaram com o seu texto... então acho que somos todos irmãos... ou todos loucos... anyway... só fiquei com uma dúvida: onde é jiboia city? e o que a dercy gonçalves tava fazendo lá???
parabens pelo blog :)
ana

Juliana Villagio disse...

Paty, minha vida é igual a sua, VIVEM colocando no meu CÚ!
Antes chorava, agora só sorrio...
Olha só, acredito que vc é uma pessoa Linda, mesmo com o "estereótipo" que possui...
Mesmo sem escrever muito aqui, estou sempre presente e de verdade, adoro vc pelo que é!
Sem tirar nem pôr.
bjus

vanessa disse...

provavelmente todo mundo já disse isso (pregui de comentários), mas ó, eu poderia ter escrito isso, se fosse inteligente.

Luiza Campos disse...

Chorei. desabei. Estou eu, quase morrendo e venho aqui para dar risada e vc me apronta uma dessas?
Bonito Dona Patricia, bonito...

Elisson disse...

Me emocionei!!!
Queria que as pessoas que eu convivo e amo lessem esse texto.
Bjão!

sexofagia disse...

mais uma para o clube...não consigo parar de te ler.

Princess Tangerine disse...

"E sabe. É muito triste quando quem você ama não sabe lidar com você e acaba errando todos os passos."
É exatamente disso que vivo falando e ninguém me entende!
Belos textos. já tá nos meus favoritos...