segunda-feira, setembro 14, 2009

don't fuck with a fucker

Vou falar sobre um assunto muito sério. Não quero bancar a Maria do Bairro (hahahah não dessa vez) e também não quero cair no senso comum, já que todo mundo diz que acontece o mesmo consigo.

Whatever.


O fato é que eu tenho uma ZICA absurda com viagem. Seja carro, ônibus, avião. Qualquer coisa, é deslocamento, eu me fodo e me fodo bonito.

Sabe busão? Aquela pessoa desagradável que sempre deita a poltrona? A pessoa de trás sou eu. Não falo sobre recostar, nego DEITA a poltrona. Tem necessidade? Não tem.


Aí na viagem de ontem, tive um sopro de sorte quando vi que o ônibus começou a andar e ninguém tinha sentado ao meu lado. Boto meu fone de ouvido, começo com Bob Dylan, dá dois minutos me vem um cara e senta. Daí ele começa a contar:

"Mimimi, meu assento é lá embaixo, mas tem um senhor com uma mala atrapalhando e eu subi pra ver se tinha lugar vago. Dei sorte."

Defina sorte.

Eu mega puta, porque veja bem, 6 lugares vazios, ele senta ao lado de quem?

O engraçado é que nego foge de gordo em ônibus normal, rola um preconceito que muito já sofri nessa vida de ninguém sentar ao meu lado, mas em viagens longas, não sei, parece que nego quer sentar perto de algo macio que lembra um puff. Só pode.

E o cara toda hora puxava papo, e eu toda hora tinha que puxar o fone e "oi?". Depois que desliguei o mp3, não consegui dormir pois ele tinha um respiração bizarra. A essa altura eu já transferia para ele o ÓDIO de todas as eras.

Eis que um MILAGRE aconteceu. Com 5 horas de viagem, o ônibus pára e o cara sai para "dar uma aliviada" (juro, ele compartilhou essa informação comigo). Dá 10 segundos, o motorista segue seu caminho.

A pergunta é: mostrei a Virgem de Guadalupe quem eu sou de verdade?

Porque olha, total não parei o ônibus e o cara deve estar puto até agora. Sem mala, sem dinheiro. Abandonado em um posto de gasolina em uma BR aí da vida.

Mandei sentar ao meu lado?


O interessante é que nem me senti culpada, quando cheguei liguei para o Allan e ele:

"Amiga, não acredito que você fez isso!"

*PAUSA DRAMÁTICA*

"Bom, eu teria feito o mesmo."


É sempre bom ser compreendida.

26 comentários :

Laísa. disse...

IASUDHIASHDSAIADSHIASDHSDDASUIHISUHDISAIDHASUIDHSAIIDUASDSAHDUSIISAD

Coitado do cara!
Por mais que eu quisesse deixá-lo lá, juro que não teria coragem de fazer isso com um -chato- estranho. Mas te entendo e de alguma forma estranha, admiro o gesto.
Vontade de fazer isso com algumas pessoas não me falta. Seria poesia abandoná-las sem NADA e com um longo caminho pela frente. Bastante tempo pra pensar em não me olhar na cara de novo. *-*

Sorte aí, Patrícia. :)

Luan . disse...

Tem mais é que deixar, gente mala no onibus é o fim. E sempre tem um infeliz pra incomodar, ainda acho que o cara merecia mais :]

Mas isso não é nada, tem gente que merece pior.

Teria feito o mesmo, não ia faltar vontade e, né, nada que botar o mp3 no ouvido de novo não faça sumir da consciência.

vanessa disse...

eu.já.fiz.isso.

mel f. disse...

AAHAHAHHAHAHAA

Tive que rir.
Sempre morro de medo que isso aconteça comigo no ônibus. De qualquer forma, acho que também não iria chamar o cara. Primeiro: ia achar que ele tinha decidido ficar no lugar, segundo: se eu falasse com o motorista pra parar o papo com o tal cara chatinho ia durar, com ele agradecendo até dizer chega. :P

guilherme disse...

HAHAHAHAHAHAHA

não sei se faria o mesmo. mas existe uma grande probabilidade de eu não parar o ônibus por TOC de "atrapalhar o percurso", mesmo eu ficando com remorso a viagem inteira.

Neurose, nos vemos por aqui.

Pensando disse...

Bom primeira vez por aqui..e já digo logo de cara que amei..kkkkk
Mas eu não faria tanta maldade assim..eu ia dar um jeitinho de jogar a mala dele pra fora do ônibus..aff como detesto essas viagens de Bus..rsrsrsrsrs

Fabianny disse...

HAHAHHAHAHAHAAHAHAHAHHAHA

Ai, eu super não pararia o bus também. Só de imaginar a respiração bizarra do mala de novo no meu ouvido enquanto eu tentava dormir, eu super ficaria quietinha e caladinha, agradecendo a graça alcançada.

hellen disse...

Mãe Patrícia tem "u puder"! hauhauhauha
Eu ri. Horrores!

Luisa Maria disse...

kkkkkk! Bem feito pro mala!

Eu tb teria feito o mesmo. Um pouco por maldade, um muito por timidez de ir lá falar com o motorista. E certamente, passaria a viagem agradecendo a graça alcançada..rsrsrs.

Drika disse...

ashasuhauhsuahsuahus
Nossa voce é das minhas, cara mala no onibus querendo conversar não dá viu!
Certinho.
bjk

Kaqui disse...

Se um dia eu vier a te conhecer, espero desesperadamente que gostes de mim!!! Huahuahuahuahua

Nabita disse...

Tive que me esconder no trabalho pra rir!
Tá podendo esses dias, putz!

Sheila S Martins disse...

Vc acha q tem azar???!!! Que isso menina!!!
Eu em viagem de Buzão à noite acordei uma vez com um negão em cima de mim, tipo me agarrando, que disse que achou que era a amiga dele quem estava ao lado, quando eu gritei.
E acordei com o cara do banco de traz com os braços sobre mim na potrona da frente, como se estivesse procurando algo ou vendo se o lugar estava vazio e só parou com aqulo depois que dei uns tapas nele, não sei se era sonambulismo dele ou oque, até hj não entendi... e para fechar com chave de ouro um dia entro no buzão Uberlandia/BH e entra um desses pivetes recém aprovado no vestibular, completamente bebado e antes de encontrar o assento vomita no corredor do buz, foram oito horas de viagem suportando aquele cheiro de pinga e vômito!
Então quem é a azarada aqui, heim?!
hahahaha
Abraços

Barbarella disse...

hauhauhauahahuahau
tô passando mal....
hauahuahauhaua
você é demais...
bjs

Maringa disse...

Já passei por essas situações, e não tem por que ter desespero. Seja direta, até grossa, se precisar. Manda nego sentar em outro lugar, fala que vc tem gases, ou então levanta e vai sentar num dos tantos lugares vagos. São os jeitos pra driblar essa gente sem noção e sem bom senso. A situação fica chata mas foda-se, o importante é não rolar muito incômodo ;P

Anônimo disse...

Hahahahahahaha....rolei de rir!
Eu teria feito o mesmo, afinal, se nego pensa em fazer algo mais demorado do que 10 minutos, é de praxe pedir ao motorista!
E a vontade de dar uma fuçada na bagagem do cara??? rolou??? risos

disse...

É talvez eu fizesse o mesmo.

Sem Nunca dar Adeus disse...

uhauhahuahuauha

é... cada um tem o destino que merece! rsrs
Tbm nem ficaria com dó do cara!

Já me aconteceu isso indo de MG pro RJ... chega no Graal de Resende e plof! a Pessoa do meu lado não volta!
e eu nem ligo! rsrs

Anônimo disse...

adsqdsea s]qpsssdds
qssrsa sgsa
qopqsrq "s`svafq sgaag sdaq

Anônimo disse...

adqs seaq sgsq qsyhus ]
´psddsfq seqdxczfq
À s qrserqvfhsfqghrs
sqesjkqiqolpqç´qescqgqrsáqweéqfr sgqsdq ga

Anônimo disse...

adfgqgaesdqsadqfesqdaeqjjuqioaloapq

Anônimo disse...

aaddqeaagghsaraq q
shsa q arras

Anônimo disse...

oqpsjalqoaadsq sdadqsrts
qspqlsoqeesfqfsf qffae
qapqpoalqoasiasajauqlsjhskahnqq usqop
popkslksadqgeasgajqjuasla
áseqvrts hqesdfsrqescvafahqjk
tsq kloasdqeagsq sklqo
sfq gshw q
pçqoalakq,aqrsrsfqfrsii!
sffqqsfsasdqg"sfsa
jose_carlos_16@hotmail.com
sdfaqgsqddaessvadfrss ahhs
q]qsdsa gsgs attqb
sfsasdqfer:
sfaq absa

Anônimo disse...

hora 12:15:38
23 da
sdaeqfsergrasl
qeeaads agsgs
svgsgaqmanja s

Anônimo disse...

aqfdeass agsgs a sjwjkqsytsbnqgh
ssfwqq
0,150
aasgsqqgg
sffaa daeagasgsgq
sfsa a

Anônimo disse...

eu sou tao distraida q nem ia perceber, só ia sentir o alivio um bom tempo depois. mas se eu percebesse, n ia ser homem o suficiente pra ficar quieta. o remorso antecipado ia falar mais alto