segunda-feira, julho 06, 2009

um dia de fúria

Se o dia de hoje virasse filme, seria UM DIA DE FÚRIA.

Aqui-em-jiboia-city-todo-mundo-usa-nota-de-cem hoje disse outra célebre frase:

- Filhinha, se eu for te atender toda vez que você vem, essa fila vai dobrar o quarteirão. Olha aí a quantidade.

Sendo que eu estava tentando diminuir o tamanho da fila. Mas como todo merda-mor, ele descarrega uma certa frustração no mundo por não ter prazer em dar o cu, já que é arrombado.

(Filhinho, e eu que tenho que aturar a sua cara cada vez que te vejo?)

Daí que no final do dia foi reclamar com o meu superior. Juro. Foi RE-CLA-MAR. Jardim de infância mandou lembranças.

- Ela vem aqui atrapalhar o meu trabalho.

- Querido, você atrapalha o MUNDO com a sua má vontade e eu sou a culpada?

Climão.

6 comentários :

disse...

Ir reclamar é foda hein.

marco disse...

geral matogrossense é lerdo, quer pagar onda de fazendeiro e fala 'quero não'. *morei 1 fck-ano em Canarana(jibóia.City.da.vida)

guilherme disse...

Acho que ele quer te pegar.

Bellatrix disse...

dá um vibrador extra large de presente pra ele ;)

Patsy disse...

eu sou formada pela escola de malucas Marta Martins, conhecida também como Mamãe, e já passei por esse exato tipo de situação com a ajuda de um belo jogo de cintura: roubei o lanche da pessoa. Que, no caso, era almoço.

Ué, não sabe brincar, não desce pro play.
Nunca disse que eu era normal e, sim, faria tudo de novo. Mamãe, te dedico.

(beijocas. sinto uma dó de não ter saído uma cachaçada antes de vc viajar e eu surtar, não necessariamente nessa ordem)

Ana P. disse...

Gata, bem vinda ao meu mundo.