domingo, junho 14, 2009

trajetória de um stalker

Era para isso ser um email. Mas emails sempre se perdem e quando eu estiver com 80 anos, muito quero ler minhas memórias nesse blog.

12 anos de idade e APAIXONADA pelo menino mais gato da face da terra. O que fazer? Eu te digo. Faça amizade com a inspetora do colégio e consiga pegar a ficha que contém TODOS os dados da vida dele. Nome completo, nome do pai, da mãe, endereço, telefone e data de nascimento. Inclusive o nome completo é uma benção na vida do stalker, porque olha, google é o PARAÍSO. Você acha até Jesus no google se tiver o nome completo.

Passa uns anos e o chicleteiro sai da minha vista. DESESPERO. Onde estará o meu amor? Mudou de colégio? Onde está? Pronto, fudeu, vocês pensariam. Mas não. Nada está perdido quando se tem uma mãe compreensiva. Pedi para ela ligar e ela ligou em um horário que o chicleteiro não estava, conseguiu falar com a mãe dele, que disse "meu filho está no colégio tal". ALÍVIO, eu tinha um endereço.

Passa mais uns anos, ele já deveria estar na faculdade, mas quê faculdade? Como proceder nessa situação? Para isso servem os melhores amigos, tenha um Allan na sua vida. Allan liga se fazendo passar por um amigo do passado e o chicleteiro diz tudo (muito importante essa questão: certifique-se que seu amado é uma PORTA do tipo que cai em conversas pelo telefone, mas devo ressaltar também a veia artística do Allan, Fernanda Montenegro perde). Nesse dia, descobri a faculdade em que ele estudava. Com essa informação, achei um site da turma dele, que tinha, inclusive, fotos dele.

Com o orkut minha loucura só aumentou, pois assim stalkeio de perto. Também tenho como vantagem o fato do chicleteiro ser o tipo de pessoa que põe CEP no orkut, de modo que sei até mesmo onde ele trabalha e faz pós graduação.

Sou doente, eu sei. MAS É O AMOR QUE MEXE COM A MINHA CABEÇA E ME DEIXA ASSIM.

10 comentários :

guilherme disse...

Hahahahaha.

Eu persigo pessoas online, mas nunca fui tão profissional. Faltou uma inspetora do colégio, sua mãe e o Allan na minha vida.

Beatrix Kiddo! disse...

ótimas dicas.

HAUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHAU

Gente, q pessoa é essa?(eu, i mean!)

Bellatrix disse...

Hahaha, somos muitas.

Ana disse...

Ai, gente, como somos baixas!
Quer saber? Não sei por vc, mas eu tô irada até hoje com o filho da puta do Google inc. que teve a infeliz ideia de deixar que os usuários restringissem suas fotos e recados....
ÓDIO!
beijooooo

disse...

Cara, tu poderia ser detetive.

Lívia disse...

stalkers of the world, unite and take over o/

vanessa disse...

amiga, taí um fato importante:

chicleteiro faz PÓS GRADUAÇÃO.

não que o ensino deste país seja grande coisa, pode ser pós em acupuntura (ah vá), mas né? pelo menos estuda. bom gosto ele não tem (vide chicrete e não estar com vc), mas pelo menos a alma tem salvação! ARELUIAAAAAAAAAAA

Anônimo disse...

Por que o apelido de chicleteiro?
Tem algum post contando?
beijos

samiemaybe disse...

Eu sempre tive o nome completo mas nunca achei nada significativo no google, daí q decidi provar q sua teoria tava errada e joguei o nome dele no google uma vez mais e acheeeei, agora sei até q curso ele faz/fez na faculdade... sem allan e sem ajuda de mãe só tive sorte de sempre topar com ele, mas tb brasília é um ovo!! agora vou stalkear rumo ao orkut!!

Anônimo disse...

você vive um amor platonico na acepção original da palavra. idealiza total esse chicleteiro. vale a pena, não. sei bem como é.