quarta-feira, junho 24, 2009

einstein vive

Acabo de receber o segundo melhor email do mundo. Ninguém bate o primeiro colocado, mas o de hoje quase supera. Muito pensando em criar um cantinho do leitor aqui, hein?

Um mato grossense me manda um email indignado com a falsa imagem que eu passo do Mato Grosso.

FALSA IMAGEM.

Segue:

"Tenho 21 anos, nascido e criado aqui e nunca vi um índio"

Meu filho, até aí eu tenho 25 anos, nascida e criada no Rio de Janeiro e nunca fui assaltada. O que não significa que não há assaltos. O que não significa que no Mato Grosso não haja índios. E ainda fica PUTO como se, sei lá, uma terra de índios diminuísse o valor da população. Mein Kampf total.


"Patrícia, você passa uma imagem do Mato Grosso ser uma selva (...). Fico decepcionado pois admiro seus textos. Mas você tem a mesma mentalidade das pessoas ditas de "cidade grande", só enxergam o lado ruim e são preconceituosos com os outros estados"

Aqui entra uma questão que me irrita profundamente. O coitadismo. Ó, somos vítima de preconceito. Ó, nos olham como se fôssemos selvagens. Olha, nego lá fora acha que brasileira é tudo puta. Minha reação? BOCEJOS. Nego lá fora acha que aqui só tem banana, nego andando pelado na rua e macacos convivendo em paz com seres humanos. Minha reação? Gargalhadas com Os Simpsons. Que mania uó de se vitimizar que o brasileiro em geral tem. E olha que não falo de região específica, falo de uma forma geral mesmo. Se nego fizesse o seu ao invés de olhar o que o outro acha, talvez esse país fosse mais adiantado. É gaúcho puto porque é chamado de viado, é nordestino puto porque chamam de flagelados, paulista que só pensa em trabalho, carioca que adora uma putaria. CA-GUEI no que o outro está pensando. Você deveria fazer o mesmo.

E assim, estou em Jiboia City e é uma região onde há muitos índios, é uma área da Floresta Amazônica, e segundo as próprias pessoas da cidade, até 5 anos atrás era comum achar onça perdida no centro da cidade. Veja bem, no CENTRO da cidade, não era em uma areazinha afastada. Então, vai me desculpar, mas preconceito é minha pica, são FATOS. Eu não tenho culpa da realidade. Se você vive em Cuiabá-Rondonópolis-Whatever, não vem querer pagar uma de ofendido antes de visitar o nortão.


E você tem que se decidir se mora no Pantanal ou na Amazonia, não dá pra viver nos dois simultaneamente. Prourei e não achei também nenhuma cidade no estado chamada Jibóia. De qualquer forma você escreve muito bem.
Abraço.

Não sei se me choco da pessoa achar que vivo pulando de galho em galho entre o Pantanal e a Amazônia, como se eu fosse, sei lá, o macaco prego, ou se me choco pelo fato da pessoa realmente acreditar que Jiboia City é o nome verdadeiro dessa pocilga.

Mas é a vida, né campeão? Abraço.

28 comentários :

Quéroul disse...

De qualquer forma, ele escreve bem mal.


legal que deu pra rir dele...

guilherme disse...

Ai cara, conta a verdade logo vai, vc está morando na Barra. Num condomínio chamado Sucuri City, casada com um índio que enriqueceu porque achou petróleo e escreve esse blog só porque não tem nada pra fazer em casa.

Ana P. disse...

Super ri do comentário do guilherme aqui em cima e digo maaaaaais: nasci e sempre morei em São Paulo, e ODEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEIO trabalhar! Odeio, odeio trabalhar como acho que nunca odiarei NADA MAIS na minha vida.

Ai, libertei!

Patrícia disse...

Porra, que manézão! "Procurei e não achei tbm nenhuma cidade no estado chamada Jibóia" KKKKKKKK O ermano se superou!

Anne disse...

HAHAHAHAHAHAHA! "Procurei e não achei também nenhuma cidade no estado chamada Jibóia" Genteee. Essa foi DEMAIS. Sensacional. Teus leitores são os melhores, Patricia! hahaha. Ai, gente...

Barbarella disse...

Hahahahahah!!!
Please, cria o cantinho dos leitores...rolei de rir com esse cara!!!
Meu, paisinho merda esse viu, ninguém merece esse povo!!!
Beijos querida e força!!!
Ahh...adorei o coment. do Guilherme!!!

Priroza disse...

Olha, eu não sei como no mundo de hj ainda possa existir pessoas assim e como esse mundo ainda não "engoliu" essa gente LERDA!
meu filho ACORDA! mais acorda pra ontem!!! Pq se eu te contar que que papai noel não existe é capaz de vc ficar chocado com a informação.
Patricia continue alegrando o nosso dia com essas criaturas, pq MORRO de rir!

raquel disse...

eu vou fundar um fã-clube em sua homenagem! abraço.

Samantha disse...

Pocilga foi ótimo. hahahahaha
Dá-lhe Patrícia.

Andreza Canto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Quando eu morei aí nesse inferno, onde tem floresta amzônica, era muito comum encontrarem sucuris, uma vez uma invadiu o patio da empresa de energia eletrica da cidade. E o caseiro do meu amigo achou uma sucuri no laguinho do sitio.
E os indios interditam as estradas com manifestações polticas ao estilo do mst, com violencia e cara de pau.
E eu, querida Patricia, escrevo como anonimo aqui, pq como morei perto desse inferno onde vc vive, perto de onde vivi, sei que aí, pela pequenez das cidades e pelo fato do povo nao ter nada o que fazer alem de correr atras de sucuris, logo irao lembrar-se de mim, que sempre pensei exatamente como vc.
Povinho mediocre. Melhor coisa da minha vida foi ter saido desse rincao dos infernos.

VOLTA!!!!!!!!!!!!!!!!

Andreza Canto disse...

Mais que cara idiota nao encontrou nenhuma cidade chamada jiboia... no minimo ele nao estudou geografia e nao sabe quais os municipios do estado que ele mora e ainda pocurar uma cidade do qual o nome e ficticio!!
e muito mané mesmo...
ja quero me juntar com a Raquel e montar o seu fã clube!hehehe
beijoss

vanessa disse...

eu não tenho como comentar, pq eu só posso RIR.

eu não sei pq ainda me choco com a genialidade dos CERUMANOSSSS

é bem o que vc diz: será que as pessoas são TÃO burras que acham que essas coisas que a gente escreve são reais? não é possível, viu?

Ana Paula disse...

Aiai...eita falta do que fazer heim!?rs
Linda...adorei o post (como sempre)...brasileiro se vitimiza e ainda nao dar valor ao que tem...ele deveria se orgulhar de ter em sua cidade "exemplares" de indios tao massacrados e humilhados por nos "brancos"...

Cessel disse...

Como não morrer de rir com esse blog, meu Deus!? Hahahahahahahaha

Cessel disse...

PS.: Índio massacrado e humilhado é sacanagem, né!? Essas tribos indigenas recebem mais dinheiro da Funai do que eu receberei numa vida inteira de trabalho. Quero ser índio!

Rita disse...

eu tb quero ser india!!! heauhaeuhaeu amas aki em minas soh tem queijo... comofas// hehehehehehe

adoooorei o fato de a pessoa ter procurado por jiboia city no mapa. tb, neh, existe ateh sinop, pq nao jiboia city? aheuhaeuhaeuhe

Juliana Monteiro. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Juliana Monteiro. disse...

morri. eu sinto é vergonha de ter conterrâneos - a nível de país, claro, porque GRAÇASADEUS eu não nasci nessa terra doida aí - tão pobres de conteúdo (e até de massa encefálica, por que não?). Esse povo desse lugar aí tem que evoluir muito ainda para ao menos tentar defender o lugar e a comunidade em que vivem.

Os próprios habitantes se queimam, como podem ter moral para discutir assim, meldels? uahiuoaha! clichezinho válido: é rir para não chorar.

Taynara disse...

RI demais!!!!
E-mails e comentários toscos sempre são diversão para quem faz blog...

"Nego lá fora acha que aqui só tem banana, nego andando pelado na rua e macacos convivendo em paz com seres humanos. Minha reação? Gargalhadas com Os Simpsons."

Concordo plenamente!!!!
Odeio essa mania de brasileiro se achar vítima, é com Os Simpsons, é com o comercial do Burger King... oh povo sem senso de humor.

Bjs,

disse...

Aí que cara burro.

Carolina disse...

Uma pessôua que perde tempo procurando "Jibóia city" nos Google Maps da vida... G-zus!

Aline-NC disse...

"Procurei e não achei também nenhuma cidade no estado chamada Jibóia"
Caraleo, morri. De rir. Tô chorando! Ele não entendeu que o nome Jiboia City é uma INVENSSÃO.
Adoro teu blog, muita força aí na selva. Pensa que você tá ganhando um dinheiro, pelo menos. E não deixe de postar.

Anônimo disse...

"PS.: Índio massacrado e humilhado é sacanagem, né!? Essas tribos indigenas recebem mais dinheiro da Funai do que eu receberei numa vida inteira de trabalho. Quero ser índio!" (2)

Anônimo disse...

Nem achei legal querer esculachar o cara.

Ana disse...

Olha, o lance de ele procurar a cidade nem pega muito pq, confesso, não sei mesmo todas as cidades do meu Estado, q é menor q o dele. Mas ao não encontrar né? tipos, óbvio, nome fictício.
Só que assim, questionar se vc tá na Floresta Amazônica ou no Pantanal foi foda.
Tem um mapinha da vegetação brasileira aqui pra ajudar o colega a perceber que uma única cidade matogrossense pode ter 3 tipos de vegetação diferente incluindo Pantanal E Floresta Amazônica. Não é incrível?
É a vida, companheiro!!!
Por sinal, morar no Rio e não ser assaltada, morar em SP e não pegar congestionamento ou ser atropelada pela multidão que corre pelo trabalho é privilégio...Mas, ser matogrossense e nunca ter tido a oportunidade de ver a cultura indígena de perto é punk...pensa bem...Não é nem "da cidade grande", nem "da selva", nem "caipira"...que sem graça!!!! Em São Paulo é legal ver shopping e restaurante tailandês aberto de madrugada...No Rio, é legal ver as praias, o Cristo, a orla, os famosos...No Mato Grosso é legal ver a natureza selvagem, a flora e fauna do pantanal e a cultura indígena. Triste o amigo não ter visto...lamento por ele hein?
Guilherme...adoooro!
beijos

Foxtrot disse...

Hahahaha - ri muito dele acreditar que Jibóia city existe!!
Mas, tem louco pra tudo, né?
ADORO ler o que vc escreve!!
Me mato de rir e acho que vc escreve suuuper bem!!!
:)
Bjoo

Ana disse...

Só pra constar: morei em Rondonópolis e o que tem de índio lá não é brincadeira...