quarta-feira, maio 06, 2009

traduções astrológicas

Personare é incrível, me acabo com as análises. Cago pra signo, mas receber email "Você está passando por um novo trânsito astrológico" é algo que anima meu dia.

Aí mandaram um "Descubra seu jeito de ser mãe", o que uma pessoa racional faz? Clica no email, óbvio.

Resumindo:
A mulher com lua em áries é apressada, impaciente, aventureira, vive de momentos intensos e sempre a flor da pele.

Eu traduzo:
Piranhuda que deixa o filho com a vó e cai no mundo.

Quando eu digo que não quero ter filhos, eu sei o que estou dizendo.

11 comentários :

Kakau Tendrás disse...

Hahahahahaha.. Morri.

guilherme disse...

Hahahahaha.

PEOR que faz sentido mesmo.

rafaelnanet disse...

Necessito saber o signo da minha prima, que está na Espanha e fez exatamente isso com a mãe dela kkkkkkkkk

Patrícia disse...

Certíssima, Patrícia! Acho super digno optar por não ter filhos, digno e responsável! Filho não é moleza, não! Melhor não ter do que ter e não cuidar! Eu tenho um (vc sabe), um único e nêgo vive me aporrinhando que eu deveria ter outro! Mas nêgo num vem aqui me ajudar, não! Aliás, meu muito bem cuidado filho tem praticamente só a minha assistência. AMO meu filho, mas Alá e eu sabemos o trabalho que dá...

Jullyane disse...

Ai, Patrícia, miacabo com vc, porque só vc consegue rir de si mesma com tanto bom humor.

Beeeeijos

Isa Deetz disse...

hahaha
adooooro personare, mesmo sem acreditar muito nesse negócio de signos..

Ale disse...

Eu sou de áries - HAHAHAHAHAHAHA

Beijos!

.duas doses de desdém disse...

Conheço uma assim! mas não é desse signo hauhuhuha

:P

Cyba.. disse...

Ai, Patrícia! Tu me diverte tanto.. e nem sonha!
Pena que vc não está feliz aí..
mas um dia o jogo vira.
;*

Ana disse...

Ai...morro com essas paradas de lua não sei onde, marte não sei lá de que jeito....
Mas que é gostoso ler e ficar balançando a cabeça concordando com o que escrevem, isso é!!!!
Ai, ai, ai, ai....rs
beijooo

raquel disse...

Geez, recebi isso não. Acho que Personare analisou meu mapa e concluiu que eu simplesmente não devo ser mãe e o melhor é nem dar idéia.