sexta-feira, abril 17, 2009

seu hélio

Seu Hélio, dono do Ibiza, é assim um achado na humanidade. Uma cara de pau que olha, Maluf perde.

Primeiro foi ter mentido sobre a internet. Agora segue o resto:

Papel
Já é constrangedor você virar para um desconhecido e falar "Oi. Bom dia. Me dá um rolo de papel higiênico?". Tipo, subentende-se o destino do papel, eu fico pensando que a humanidade evoluiu tanto em tecnologia, ciência, mas o ato de ir ao banheiro põe o ser humano no mesmo pé de igualdade com o homem das cavernas. É a vida. O fato é que seu Hélio não repõe o papel, então todo mundo tem que pedir, acho que assim ele pensa que gasta menos. O que é uma verdade, partindo do ponto que evitamos ao máximo nos constranger.

Barulho
A bomba de água fica no meu quarto. É no chão, tem um tapume e tal. Quando eu entrei eu disse "mas e esse barulho?", Seu Hélio deu um sorrisinho e disse:
- É bom pra dormir.

Café da manhã
Gente, não tenho PALAVRAS para descrever o café da manhã do Ibiza. Penintenciária é luxo. Nunca estive em uma, mas certeza que é melhor. E todo dia de manhã Seu Hélio solta "ou, não vai tomar café?" e eu sempre solto a mesma desculpa "estou atrasada". Muito atrasada. Tenho que sair CORRENDO daqui.

Água
Juntei um arsenal de garrafinhas de água no trabalho. Pegava a água do filtro lá e levava para o hotel. Seu Hélio, muito puto, jogou as minhas garrafas fora e colocou as dele, que, obviamente, tenho que pagar.

T
Meu quarto tem duas tomadas, uma é da geladeira, então nem mexo, assim me sobra UMA. Não posso ligar o note e recarregar o celular ao mesmo tempo. Aí fui pedir um t (benjamim) e ele:
- Você quer um t? Ah, isso você tem que comprar.
Hahahahahaha eu-tenho-que-comprar.


Sabe Raskolnikov? Crime e castigo? É como eu me sinto, com a diferença que eu pago as contas, não dou calote.

Depois eu mato, nego vai achar que não tenho limites. Quem não tem limites é esse senhor.

5 comentários :

Beatrix Kiddo! disse...

Isso tá me lembrando a época que a Polly morava na pensão da Dona Nena.

Kαren disse...

Sua nada mole vida.

guilherme disse...

Pense que em sua existência até hoje você desfrutou de mais prazeres do que esse verme vai desfrutar em toda sua vida... E sorria.

Ele ainda vai achar vc simpática.

carolina disse...

q bom q vc ainda pode rir das tuas dores. eu já to querendo esmigalhar um cranio. falta issozinho só. mas ler teu blog me contém. bjs.

Patrícia disse...

Já que vc mencionou Crime e Castigo: Cuidado pro espírito do Raskolnikov não baixar em você e nem seu hélio incorporar Ivanovna... Senão cê vira notícia de Jornal Nacional, com machadinha na mão e tudo! E aí, como a gente vai viver nesse mundinho cruel e pÔdi sem seu blog, hein, hein?
Boa sorte prá sair rápido desse muquifão!