quarta-feira, março 25, 2009

farinha pouca, meu pirão primeiro

Treinamento é que nem Big Brother, passado uma semana, já acabou aquela fase todo-mundo-é-legal-passa-lá-na-minha-casa. Não que esteja tudo uma merda agora, não está, mas é diferente. É um tal de nego só olhar o seu, de tentar vencer a qualquer custo (até em dinâmicas, alguém avisa que rasgar papel não me torna um ser humano melhor?), um tal de querer mostrar o MBA em Gestão de Pau no cu, pós em Como ser um merda etc.

Sem contar que você pergunta o livro preferido e a pessoa responde "Pai rico, pai pobre". Aí depois eu destilo meu veneno, pronto, não tenho coração. Alou, Pai rico, pai pobre? Um minuto de silêncio para quem assina Você S/A. Toda uma ode ao mau gosto. Outro dia fui voto vencido e assisti um filme DUBLADO com Jim Carrey. Hahahahahahah JIM CARREY, típico ator que eu olho o cartaz e traduzo mentalmente Fugir para o Alasca, só perde pra Adam Sandler, cuja tradução mental é Mate-me por favor. Depois a gente se suicida se jogando em um rio cheio de piranhas, nego não sabe porquê.

Essa semana tive a primeira grande lição do ambiente de trabalho: como puxar o tapete de alguém. Estava lá em uma reunião de grupo, tive um insight e comentei com as pessoas que estavam perto. Uma das integrantes, ao ver o professor passar, simplesmente cita a ideia como sendo dela e repete tudo o que eu havia dito. Assim na minha frente, na frente das outras pessoas, e eu com aquela cara q/

Depois que o professor sai de perto, ela vira COMO SE NADA TIVESSE ACONTECIDO e diz: "Patricia, essa sua ideia foi excelente".


HAHAHAHAHAHAH a minha ideia foi excelente. POXA, QUE BOM.


Gente, o que se faz numa hora dessas?

Ri e segue a vida.

14 comentários :

Caroline disse...

Não deve ser o melhor conselho a dar, pq vingança não leva a nada blebleble, mas fica na toca e dá o troco!

Madame Ç disse...

ah, mas vem cá. você viu brilho eterno de uma mente sem lembranças, né?


o jim carrey ali super merece atenção...

November disse...

Vontade de mandar a menina tomarnomeiodoolhodocu... (muito fina né?)

guilherme disse...

filme dublado que não seja clássico da sessão da tarde por si só já é um suicídio...

=/

Mas pense que são em momentos como esse vendo como os outros são medíocres, em que percebemos a nossa grandeza...

raquel disse...

o que vc tem contra você s/a? magoei!

:(

mas "pai rico, pai pobre style" é foda! lá na facul sou obrigada a conviver com esses tipos e, convenhamos, pra quem já dividiu sala com neo-hippes-pseudo-comunistas... ir de história pra marketing é phoda!

beijo e boa sorte!

Jullyane disse...

Afff, onde vc anda tem sempre um joselito, né? Aposto que vc teve que suprimir toda a sua fineza para não mandá-la ir tomar no c*! Usa a mesma tática com ela! Isso é, se algum dia ela der alguma idéia interessante...

Beijos!

Chico Mouse disse...

Porra, só tem estagiário do Roberto Justus aí, é?

Isso me lembra The Office. Deu vontade de assistir de novo. Classy. :P

Carlos L. R. disse...

nossa, tô abismado com a atitude da garota lá. Que raivinha!

e... como alguém citou acima... Jim Carrey... Só em "Eternal Sunshine"!

Mas é isso mesmo... rir e seguir em frente.
beijos.

disse...

Oh my God! E como tem gente escrota nesta vida. Gente esnobe é foda.

Lorenah Loes disse...

Cara sem que inimiza existem mas tem pessoa que forçam a situação
Vonatde de mandar se fudê uma pessoa dessa..

Beatrix Kiddo! disse...

Uma das coisas ruins de crescer é que nem dá pra falar pra um superior que ela te copiou para ver a filha da puta de castigo depois da aula.

Mas super aconselho vingança.











Tb com o nome de Beatrix Kiddo... nem conta.

Ale disse...

Nossa, estou passando por situações parecidas onde trabalho... fico muito desconcertada também!

Foda =/

Beijos!

Ugly Betty disse...

Tô quase pedindo demissão no meu trabalho. E entre tantos motivos, um deles é esse: lá é cada um por si MESMO, um engolindo o outro, um tentando diminuir o outro pra parecer maior. É uma BOSTA!

Mas... acostume-se. Essa é a realidade em que vivemos. Infelizmente! :(

vanessa disse...

por isso que eu saí do mundo corporativo. nem comento.

masssssss

adorei a nova modalidade de suicídio (hauhauahuahauhauahuaa mil vezes)