segunda-feira, fevereiro 02, 2009

BBB - análise do primeiro mês

Queria dizer isso não, mas essa edição do BBB tá muito merda. Estamos já na terceira semana e eu não tenho aquele favorito foda, que defendo com unhas e dentes. Isso nunca aconteceu, em todas as 8 edições passadas, eu tive esse favorito no máximo em duas semanas.

Tá rolando decepção atrás de decepção com esse povo.

Francine está fazendo jus ao apelido do Big Bother de Francínica. Fica nesse chove não molha com o Max, meio que tentando reeditar Irislene e Alemão, está jogando claramente. Até aí, jogar não é nada ruim, mas o jogo dela de vou-dar-corda-e-depois-viro-a-carinha-na-hora-do-beijo é boring, não faço isso desde os meus 6 anos, quando dava corda para o filho da empregada e depois saia correndo, com a mão na boca fazendo hihihi. Quantos anos ela tem? Amiga, 25 anos isso não cola mais. Cresce. Outra coisa que me deixou puta, foi ela ter ficado triste com a saída do velho babão, ficar triste porque um sexagenário que te passava a mão foi eliminado? Cadê o respeito próprio? Claro que ela tem seus momentos engraçados, é aí quando o meu coração junta os cacos novamente e eu volto a gostar dela.

O Max faz um jogo muito bom, mas não está sendo ele e isso me incomoda um pouco. Eu abraço as pessoas no BBB que são sinceras, mesmo com todos os defeitos (vide Marcelo, meu favorito da edição 8). Ele pode jogar, não tenho nada contra isso, mas um mínimo de sinceridade tem que rolar. E falando especificamente sobre o casal, Max e Francine, a impressão que eu tenho é de ser tudo fake, cada frase, cada movimento. Então, é aquilo, o jogo pode ser bom, mas a partir do momento que não rola um desarme, fica difícil manter uma torcida.

Alexandre me conquistou logo nos primeiros dias ao peitar o Newton. E é gay, então rola toda uma simpatia gratuita. Nego monta clube nazista, monta clube da igreja, monta movimento 100% negro, então eu posso montar meu clube amo-todos-os-viados-do-mundo. O problema é que o Alexandre é parado, não faz nada na casa, é meio inútil ao programa, embora tenha carisma, não usa isso e é muito quieto, não traz conflitos para o programa. Aí é foda torcer por uma pessoa muda (nada contra os mudos, acho ótimo), só não tenho muito material para torcer. Não vou votar essa semana, porque gosto dos três emparedados, mas prefiro que ele saia, e deixe Max e Priscila.

A Priscila é uma coisa. Tá se fodendo pra opinião alheia e está sendo ela. Dá bafão quando está bêbada, solta algumas pérolas ótimas, mas evita brigar, evita se meter em confusão. Só que viver em comunidade é se meter, é dar a opinião, é dar a cara a tapa. A minha torcida hoje é dela, mas ainda não chega aos pés de uma Fani ou uma Natália.

Flávio, faço aqui meu mea culpa. Não é tão merda como eu imaginava, até gosto dele hoje, MAS ele é chato e ponto. Tenho todo um pré conceito com esse estilo óculos de aro grosso e blusas malucas, de nego que sai da faculdade e vai fumar maconha com os mendigos da praça se achando O integrador social, depois sai dali e volta pra cobertura em Ipanema.

Sobre os outros participantes, não mudei muito de opinião.

9 comentários :

Ro Salgueiro disse...

"nada contra os mudos, acho ótimo"
Hahahhdhhhd... rachei!

paulinhaonline disse...

tbm ri com a frase acima! hahaha

rola TODA uma identificação em relação ao Marcelo, do BB passado, que eu tb adorava.
por isso acho prianha autêntica, bem pelo o que vc falou. mas ela tbm não chega longe, ela é muito esteriótipo (no caso, mulher melância), esteriótipo faz capa de playboy e ano que vem está anunciando o Big Fone.

Não tinha sacado que o Alexandre é gay. Na casa, p mim, ele n fede nem cheira. tinha que dar uns trancos no flávio, sei lá. aliás, pegaria o flávio fácil.

Beijooos =*

paulinhaonline disse...

esqueci de adicionar meu comentário sobre a fancine:
NÃO VEJO A HORA DELA SAIR DA CASA.
mina tosca.

e escreve: MAX é o novo RAFINHA. ele ganha fácil esta edição.

anota.
hahaha
=)

Mi disse...

Só vi um dia, cinco minutos... aquele cara que tá sendo um grosso com a menina loira¬¬

/nemvejo

Beijos

guilherme disse...

"Tenho todo um pré conceito com esse estilo óculos de aro grosso e blusas malucas, de nego que sai da faculdade se achando O integrador social, depois sai dali e volta pra cobertura em Ipanema."

Ainda bem que eu moro no terceiro andar e não fumo maconha com mendigos da praça.

Barbarella disse...

kkkkk, concordo com você....só que vc esqueceu de falar do Ton..o gogoboy de cruzeiro universitário...Terrivel,tremendo sacana e intrigueiro, fora o que é machista...
Minhas fichas estão no Max...concordo com a Paulinha...NOVO RAFINHA DA CASA...
Bj...

.duas doses de desdém - Gui disse...

Odeio a Priscila afff

Bruna Presmic disse...

Não entendo como uma pessoa que não conhece o Max pode AFIRMAR que ele não está sendo ele mesmo! Pois eu te digo uma coisa, apesar de estar um pouco travado, ele está sendo ele mesmo sim! E eu conheço ele para dizer isso!!!

Patricia C. disse...

Bruna, eu penso que se você está sendo gravado e mostrado pra milhões de pessoas, é NATURAL que você se trave. A máscara cai aos poucos (máscara aqui no sentido geral, não no sentido negativo).

O Max entrou pra jogar, e acho isso louvável, já afirmou n vezes que não esquece das câmeras em momento algum, então acho que é hipocrisia da sua parte afirmar que ele está sendo ele mesmo. Como também seria hipocrisia da minha parte deixar de torcer por ele APENAS por causa disso.

Só que, como eu disse no post, eu acho a relação dele com a Francine forçada e fake de ambas as partes. E a minha tendência é torcer pra quem tem culhão de assumir ser o que é (Priscila), embora eu admita, lá dentro eu fosse agir mais ou menos como o Max.

Minha torcida em ordem:
1. Priscila
2. Francine
3. Max