quarta-feira, dezembro 03, 2008

médico do sus (ou como ganhar para sacanear pessoas)

PROVAÇÃO DE DEUS é a frase dessa semana.

Se eu ainda acreditasse em deus, hoje teria sentado em uma calçada qualquer, chorado horrores e praguejado: "VOCÊ NÃO ME AMAAAAA, VOCÊ AMA TODOS OS SEUS OUTROS FILHOS, MENOS A MIIIIIM!".


Eis que hoje eu tinha uma consulta com um médico do Sus (só podia ser um do sus, coitada dessa gente que precisa sempre). Só que um dilúvio caiu, Noé inclusive pediu arrego e foi se refugiar em um posto de gasolina. Mandou um foda-se pra galere.

Eu de sandália na chuva, andando que nem aquelas chinesas com pé minúsculo, um centímetro por cada passo, um medo de tombar naquela água podre. E ainda tendo que atravessar passarela (o pavor, o pavor!). O guarda-chuva vira, entorta com o vento. O que mais podia me acontecer naquele momento, hein? Ah, os carros passarem e a água vir em cima de mim. Cara, só faltou aparecer um cachorro e mijar minha perna.

Minha consulta estava marcada para às 8:00, cheguei VIVA às 10:00. Segue o pseudo diálogo com o médico:


Eu: Oi, bom dia, desculpa o atras...
Médico cu me interrompe, vira pra OUTRA PESSOA e diz: Que horas estava marcado?
Outra pessoa:
8 horas.

Médico cu ainda falando com outra pessoa como se eu não estivesse ali: E que horas são?
Outra pessoa: 10 horas.

*Médico cu vira a cara e sai da sala*

Eu para outra pessoa: Então, continuando, desculpa o atraso. Como podemos resolver isso?


Daí ela marcou para outro dia, porque o médico cu não podia me atender ali naquele momento, já que estava muito ocupado.

Muito ocupado = Em pé, conversando animadamente e tomando café antes de eu chegar. Sendo que era apenas olhar meus exames e dar o ok. Realmente levaria muito tempo.


Veja bem, a questão não é achar que ele tinha obrigação de me atender, afinal cheguei atrasada e foda-se o dilúvio, até porque o médico estava lá às 8 e eu, não. Se ele estivesse realmente ocupado, não me importaria nada em voltar outro dia, aceitaria até levar uma mini (só mini) bronca, mas transferir para outro dia, podendo me atender ali?


Eu tenho pena de quem precisa do SUS.

9 comentários :

guilherme disse...

O pior é vc procurar hospital com emergência aqui no RJ.

Kakau Tendrás disse...

Certa vez quebrei o pé e para onde você acha que eles me mandaram?
Claro, PEdiatra.

hauhauAHuahua
E nem era SUS. Ou seja, poderia ter sido pior.

Jullyane disse...

É terrível mesmo, o pior é quem precisa e não tem outro jeito. Eles pintam e bordam, humilham as pessoas, muitas vezes nem olham pra cara do paciente. Uó.
Beijos!

Ana disse...

Aconteceu uma coisa quase parecida comigo aqui do outro lado do mundo. Cheguei atrasada numa ultrassonografia por causa de um engarrafamento e a secretária, com a maior cara de cu do mundo, me fala que vai ver se dá pra me encaixar. 2 minutos depois, me chamam e eu vejo que a ultrassonografista era a pessoa que tava do lado dela, a toa. Dei sorte de ter chegado antes da próxima, eu acho. Mas o que mata, na minha opinião, é a má vontade. É poder fazer e não fazer de birra. Ainda mais quando é coisa simples, como só olhar exame. Dá vontade de mandar pra pqp mesmo...

E sobre as fofocas, eu também adoro - afinal, se eu ainda entro no ego é porque eu gosto, né!? - mas não tenho paciência pra coisas do tipo "Mulher fruta descolore os pêlos na praia". Pra mim, isso não é notícia, é falta de.

Beijo!

vanessa disse...

eu só digo duas frases sempre:
- CRM, por favor?

ele TEM QUE te dar. aí eu pego o celular e digo:
- tenho o telefone do CRM no speed dial, vai rolar um momento omissão de socorro e quebra de juramento... hummm, pode posar pra foto ao lado do cafezinho por favor?

tenho paciência pra médico não.

.duas doses de desdém - Gui disse...

E eu tenho pena de um mediCUzinho desses! deve ser um mal amado! cusatva te atender rapidim?

bjbj

criatura sem cintura disse...

Esses hospitais estão cada vez piores. Isso quando o médico não tá dormindo na sala ao invés de atender o paciente :x

(gostei do blog) :**

guilherme disse...

eu tenho medo da Vanessa.

um dia ela dominará o brasil e governará a punho de ferro.

serei queimado em praça pública.

Fernanda disse...

Cara, pobre sofre.