sexta-feira, novembro 28, 2008

eu te amo

Tentei escrever aqui inúmeras coisas, isso de dizer nas entrelinhas, sou ótima nisso, de dizer para apenas uma pessoa pescar e saber exatamente o que eu estou dizendo. Só há uma pessoa assim na minha vida. E tudo que eu tinha para dizer eu já disse olhando nos olhos. Não existem os, existe o, existe você.

Lembrei de inúmeras canções da Bethânia, mas uma me veio forte hoje andando pela rua, Brincar de viver.

Quem me chamou
Quem vai querer voltar pro ninho
E redescobrir seu lugar
Pra retornar
E enfrentar o dia-a-dia
Reaprender a sonhar

Você verá que é mesmo assim, que a história não tem fim
Continua sempre que você responde sim à sua imaginação
A arte de sorrir cada vez que o mundo diz não

Você verá que a emoção começa agora
Agora é brincar de viver
E não esquecer,
Ninguém é o centro do universo
Que assim é maior o prazer

Você verá que é mesmo assim, que a história não tem fim
Continua sempre que você responde sim à sua imaginação
A arte de sorrir cada vez que o mundo diz não

E eu desejo amar todos que eu cruzar pelo meu caminho
Como sou feliz, eu quero ver feliz
Quem andar comigo, vem.


Eu te amo.

6 comentários :

Vinícius disse...

bethânia pra mim é tudo. sabe a entonação certa, das sílabas certas e no tempo exato. a voz dela preenche.

Fernanda disse...

Oooohhh! =)

Maria disse...

Que bonito, Patricia. Essa coisa de "não existem os, existe o" ficou demaaaaaaaaais.

Beijooos

.duas doses de desdém - Gui disse...

concordo com a Maria alí em cima!!!
adorei

bjbj

paulinhaonline disse...

oun, gente!
q meigo.

eu sou ótima tb em dizer nas entrelinhas, mas nada melhor (e espontaneo) que um belo e sincero "eu te amo" fte a fte!

=]

Jonatas Oliveira disse...

Eu simplesmente adoro essa música! Ótima lembrança... :')