sexta-feira, outubro 17, 2008

minha vida é um rascunho

Aqui no blog, na parte de postar, dá para guardar futuras postagens, o que chamamos de rascunho. Pois bem, tenho vários rascunhos aí sem publicar, alguns porque falta coragem, outros porque falta terminar, enfim, vários motivos.

Aí estive pensando sobre os textos em que falta a coragem. E não é pelo fato de contar, é pelo fato de saberem quem eu sou. E as pessoas que me importo são as pessoas que eu gosto. Porque já falei mal de desafeto que lê isso aqui, e estou me fodendo (ei, você lendo isso, vai tomar bem no meio do olho do seu cu), mas as pessoas que eu gosto, é um pouco complicado.

Lembro que a idéia no início era escrever, pois é tão bom colocar em palavras toda a avalanche aqui dentro, mas fico pensando em quem lê. Será que ela vai entender? Será que ele vai entender?

E será que eu vou sair dessa vida sem ninguém nunca conhecer a Patricia de verdade?

16 comentários :

Anne disse...

Eu sei bem como é essa sensação, viu. Mas cheguei à conclusão de que ninguém NUNCA conhece ninguém DE VERDADE mesmo. ASsim, por completo. Tem sempre um lado que não mostramos, geralmente por medo de decepcionar, mesmo. Por isso eu não digo pra familia q tenho um blog. Já tive alguns blogs que meus amigos sabiam da existencia, e.. não dá certo. Não dá. Vc sempre vai acabar magoando um, decepcionando outro. Pq blog é você nua e crua, né. Ou então vc se limita no seu proprio blog, pra não decepcionar um, nem magoar outro. Enfim. Por isso decidi criar esse novo blog, que NINGUEM sabe da existencia. E assim a vida segue.

Jullyane disse...

Adorei o seu blog, o modo tão sincero como vc escreve! Fique tranquila pois todo mundo tem rascunhos não publicados nas suas vidas... Beijos!

Chico Mouse disse...

Tem muita coisa que tenho vontade de escrever, mas também não tenho coragem de publicar. Exatamente por conta dessas "convenções sociais"... sucks!

Ei, sua engraçadinha! Aline Mouse não é que nem você não, tá? Hahahahah!! Mas tá tranqüilo... ela é a mulher da minha vida... e acho que conhece o namorado que tem. Ou não, sei lá... Ok, eu confesso que vou apanhar quando ela chegar... mas estarei esperando pelas cotoveladas ansiosamente... (tá achando que ela dá tapinha? ela bate é de cum força!!!)

Bjus!

Mouse

yochis disse...

Falou a adolescente!
Minguem me conhece!
Ninguem si conhece minha querida, a vida é assim! Pouco sei do que sou capaz e represento no mundo..
O que sou são reprensentações ditas pelo exterior..Ja conversamos ou falamos sobre isso algum dia...
Bjs!

Doduti disse...

Eu tenho milhões de rascunhos e eu sei que NUNCA terei coragem de publicar. A maioria é sobre mim mesma, coisas que eu jamais terei coragem de contar pra alguém...

raquel disse...

uma vez eu descobri que a minha mãe lia o meu blog.

o que é mais estranho que isso? SUA MÃE ler seu blog? a partir daí, passei a me censurar mais, não porque não queria esconder coisas mas porque percebi que muita gente que eu prezo podia estar tendo acesso aos meus textos que volta e meia me deixam tão exposta.

mas assim... acho que pode ser uma via de duas mãos: pode ser ruim, por essa questão que citei, mas muito bom pois bem ou mal o blog acaba nos aproximando com o nosso interlocutor.

e assim é na vida, não sei, a gente se esconde muito... um beijo, flamenguista!

Fernanda disse...

Tenho esse dilema tbm.

guilherme disse...

por ela eu não posso dizer.

por mim, eu te digo que sim, eu entenderei tudo. mesmo que não seja comigo.

*mania de perseguição...

Lívia disse...

eu nunca nem comentei aqui, sou sua follower no twitter (liviaf), e me veio uma analogia na cabeça. enquanto você não tem coragem de publicar seus rascunhos, eu quase nunca comento nos blogs que eu leio de gente que eu me identifico. deixo de criar uma possível conexão com a pessoa por falta de coragem de me mostrar. e assim, deixo de mostrar pra pessoa que tem alguém do outro lado que, mesmo desconhecido, entende sim.

dito isso, aproveito pra dizer que seu blog tá nos meu favoritíssimos faz tempo. :)

.duas doses de desdém - Gui disse...

Complicado mesmo né!!!

eu não tenho rascunhos aqui não..mas pensei em escrever muita coisa e depois desisto..sei lá..a gnte nunca sabe aonde vai parar nossas cobras e lagartos...

beijo, querida!!!


ah!! ri muito qdo vc falou que pnsou que os nomes lá fossem pra bbs mesmo hahaahahahah

bjão!!!!

Mi disse...

Não tenhas medo, sinceridade é melhor do que qualquer forma de repressão. Falo isso porque tenho mil monstros, que me adoecem.

Memê para vc no meu blog podreira, mil bjs.

vanessa disse...

eu tenho um zilhão de rascunhos e outro zilhão de posts que só moram dentro da minha cabeça.

pq eu tenho CERTEZA que ninguém entende o que a gente escreve no blog, e que ele é lido por muuuito mais gente do que nós pensamos.

por isso eu quero tanto meu blog secreto. quero mandar pro inferno gente que se acha meu amigo, quero falar que eu amo gente que nem me conhece, sabe? sem ter que pensar "OMG o que vão pensar de mim?"

eu quero só poder botar pra fora

(hahahaha *gorfa*)

Loira e Morena disse...

Se jogue, nao tenha medo do que escreve, nem do que os outros vao pensar....
Falar, conversar, escrever é um otimo metodo de colocar pra fora tudo q nos faz mal...aqui é o seu espaço , seu cantinho faça dele o que quiser!!!
Evitar nomes..as evzes é bom..rs

Beijocas da loira

Beatrix Kiddo! disse...

Meu pai lê meu blog.
Minha mãe lê meu blog (quando ela lembra).
Meu tio lê meu blog.
I´m pretty much fucked up...
Mas nem ligo mto para isso não, talvez pq eu não tenha podres de verdade.

- disse...

o interessante do blog, é que você escolhe o que quer que as pessoas saibam sobre você, afinal, você escolhe o que quer que elas leiam.
e não é aquilo que você mostra pros leitores que faz com que eles te conheçam, é o fato de você escolher isso ou aquilo

Walquiria Biazetto disse...

frustrante mesmo. se nem eu mesma sei quem sou, como os outros vão saber?
mas sabe... algum dia vão falar sobre mim. vão achar meus cadernos de anotações e vão pensar... nossa!
e então, um pedaço de papel que hoje não vale nada, valerá milhões.
síndrome de Leonardo DaVinci...
narcisismo ao extremo... que feio. =X