sexta-feira, setembro 19, 2008

Festa com globais

Gente, não posso dar detalhes porque complicaria a mim e a outras pessoas, mas posso contar por alto. Bom, era aniversário de alguma global e não importa como, mas fomos parar lá na casa da mulher. Eu, Allan e outros amigos. Chegando lá, fomos levar a cerveja (sim porque eram globais, mas pegava mal ir de mãos abanando), e lá atrás no depósito onde ficavam as bebidas vi que minha noite seria maravilhosa. Max Fercondini e Thiago Rodrigues dividindo o mesmo micro espaço que eu, andando pra lá e pra cá, uma coisa. O Thiago é bem comum mesmo, é mais bonito na tv e é baixinho. Já o Max, e olha que não sou chegada em loiros, é lindo, bem mais bonito pessoalmente, e é bem alto.

E nisso eu já estava há horas no lugar e ainda não tinha falado com a aniversariante, aí numas de ir ao banheiro cruzei com ela e disse "oi, sou amiga de fulano, feliz aniversário" naquela vibe "sou penetra, mas minha mãe me deu educação de sempre falar com o anfitrião da festa", e ela mega, mas MEGA bêbada, diz: "sai da frente, quero ir pra cozinha", tipos "tô me fodendo pra quem você é". O que uma pessoa com orgulho faria, minha gente? Iria embora. Como não tenho orgulho, fiquei lá bebendo e comendo.

Quase apertei a bunda da Zezé Polessa porque ela resolveu abaixar na minha frente não sei pra quê. O Vinicius vira e diz "vamos apertar a bunda dela", e daí fazemos aquele gesto, mas acho que ela escutou e acabou levantando rápido e saiu rindo. Em um outro canto da casa, Beth Carvalho trêbada, mas trê-ba-da, sendo carrega pela própria filha, me rendia altas gargalhadas.

Bebi o mundo, quase derrapei no whisky, se eu tivesse me entregue ao deus em garrafa, nem sei, viu. Só não bebi porque o Allan implorou tirando o copo da minha mão: "amiga, não bebe isso, você vai estragar a noite de todo mundo", porque eu tenho um problema, não posso misturar bebidas que é escândalo na certa. Ai gente, imagina eu vomitando a pista toda? Perdi um bafão. Da próxima vez não escuto meus amigos. E toda hora que eu ia ao banheiro saiam de lá umas 4, 5 pessoas por vez. Tinha hora que eu fazia o xixi e escutava gente dentro do box, cara, naquela altura estava me fodendo bonito. Em uma das vezes entrei no banheiro principal e vi aquela bancada imensa de cremes, muito pensei em destilar minha vingança pelo "sai da frente" jogando água naqueles potes caríssimos, ou melhor, jogando tudo no vaso, mas sabe, eu estava me divertindo muito e não dei bola para esse meu lado evil.

Daí que o bolo era muito engraçado, porque não era desses feito por profissionais, era um bolo caseiro. Tipo a pessoa mora em um puta apartamento na zona sul e faz ela mesma o bolo. Ele todo capengando, uma cara péssima. Mas depois que comi, olha, um gosto maravilhoso. Estranhamente me joguei no sofá logo depois tendo alucinações. Coisas foram colocadas naquele bolo. Certeza. Logo depois já precisava me escorar na Mila, as pessoas deitadas no meio da pista (vulgo antiga sala), todo mundo trêbado e muito alucinado. Um velho deitava, dormia, dava 5 minutos e bebia whisky, e daí voltava a cochilar. E eu olhando todo aquele processo, contando as vezes. Eis que vem uma atriz, atravessa toda a pista na minha direção, me agarra e diz "olha, você está acabada, mas isso passa" HAHAHAHAHAHAHAH. Eu não aguentava gesticular mais, a boca não abria, estava quase pedindo um canudo para conseguir beber minha cerveja em paz. Lembro de alguém virar para mim e dizer "A Ana Carolina está aí", e nossa, sou fanzaça dela, mas eu estava tão morgada naquele sofá que devo ter dito "bléh".

Um ator de 5° (olha, nem é que eu não possa dizer o nome, é porque não sei mesmo, mas ele fez Fascinação no sbt), bem gato e tal, estava brigando horrores com o namorado, uma situação super chata. E para piorar o namorado do cara começou a olhar para o Allan. E daí a festa seguiu com o meu amigo sendo fuzilado a noite toda, e melhor, o Allan adorando isso e desfilando na frente dos dois hahahaha.

Sei lá que horas eram, umas 5 da manhã, fomos lá para o depósito das bebidas que ficava em uma área aberta, o barulho da nossa festa era tanto que os vizinhos tacaram ovos na gente (hahahahha não são só meus vizinhos que são malas). Chamaram a polícia e tudo. Quando já estava embarreirando tudo fomos para casa.

Memories. Foi uma grande noite. Contentem-se com esses bafos, porque olha, muito não estou afim de ir à polícia fazer esclarecimentos. Só digo uma coisa, se eu tivesse celular com câmera e não tivesse escrúpulos, seria colaboradora da Contigo em grandes escândalos.

10 comentários :

yochis disse...

O Allan Adora ser vilão de novela!!
ahahha Ele acha digno e Inteligente.
Concordo com ele.

Mi disse...

Ah, mas me responde: o Zé Bob na vida real é gay?

/morre

HAUHSUAHSUAS, que anfitriã imbecil.

GuiGa disse...

Primeiro: tô morrendo e me roendo de inveja hahaahah pq nunca fui numa fest de nenhum global e muito provavelmente nunca irei hhahaha!

Segundo: Porra! a Ana Carolina mesmo? cara...se fosse eu era bem capaz de nem beber só para poder cumprimentá-la! amo aquela mulher! *_*

Beijo, senhorita :D
Adorei o bafão!

guilherme disse...

Meus encontros com globais são bem menos engraçados...

=/ quando a gente beber quero detalhes. tipo quem era atriz, se a bunda da zezé polessa era P, M, G, caída ou apertável e afins...

Letícia disse...

nhá, queria nomes! haha mas tudo bem, já adorei mesmo assim.

ps:- lógico que o Zé Bob é gay e ainda deve ter um caso com João Emanuel Carneiro haha

Patricia C. disse...

sabe o que é ruim de ter Gaydar? é que é tão óbvio pra mim que um gay é gay, que perguntar pra mim se o zé bob é gay é a mesma coisa de perguntar se o pelé é negro. e eu acabo esquecendo que pra maioria das pessoas não é nada óbvio. aí vem a culpa por ficar apontando, sabe? coisa péssima isso de dizer "fulano é gay", e pior que faço isso sem perceber hahahah

Mateus disse...

chama eu proxima vez!!!!
eu juro que deixo vc beber o q quiser!!
amigo é pra isso, po!!!

Fernanda disse...

Não só da contigo né rs
Mas cara, eu tbm quero ir em festas assim e não pra beber e sim pra saber os bafões dos outros rs

Dão disse...

Imagino o quanto de brizola que deve ter rolado nesse banheiro.

Fui numa das várias festas de encerramento do Filme Chatô(aquele mesmo que nunca acabou mas que teve umas 3 festas de encerramento) na casa do Guilherme Fontes, e a brizola rolou soltinha soltinha...

Mi disse...

Não tenho Gaydar, /morre. Mas enfim, obrigada pela resposta.

Beijos e desculpa por alguma coisa.