segunda-feira, setembro 08, 2008

da arte de pegar em suor alheio

Cadê a pior seleção em 15 anos?

Chupa, Chile.

CHUPA, BIELSA.

BRASIL NELES!

Uma coisa que nunca vou entender é essa troca de camisas no final. Beleza, tudo bem que é educação, sinal de respeito ao adversário, admiração e tal, mas tirando grandes nomes feito Ronaldinho Gaúcho, que nego vai correndo porque sabe que aquela camisa vale alguma coisa, seja pelo valor sentimental de pregar na parede "um dia, filho, eu já joguei com o melhor do mundo", seja para vender no ebay quando estiver decadente, não entendo porque trocar de camisa com todos, tipo pegar aquela camisa pingando de suor alheio do Elano, por exemplo, do Jô, do Josué. Não entendo o propósito, não entendo mesmo. E nem é para economizar a compra de uma camisa da seleção brasileira, porque fazem isso com todas as seleções. E olha, eu prefiro PAGAR por uma camisa nova, do que simplesmente pegar uma camisa que venha molhada de líquidos expelidos por outra pessoa, enrolar ela assim na mão, atravessar todo o gramado, entrar no vestiário (e gente, penso em todo o trajeto, eu caçando uma sacola nos armários para enfiar aquilo e indo tomar banho correndo com nojo das minhas mãos). A menos que essa camisa seja do Diego, aí sim pego de bom grado.

Me dá o shortinho também

4 comentários :

... disse...

Ui colírio! aff eu tb queria :P

Beijos!

Yochis disse...

Ai to nervoso e molhado com esse short!
Que perna é essa gente?!
Meu dia está mais azul!
Quero trocar suor com ele tb!! hahhaha

Dão disse...

Essas camisas valem uma grana no cambio negro. E muitas vezes o jogadores que ja tem grana repassam para amigos de infancia revenderem e tirarem um cascalho ja que não tiveram tanta sorte na vida. E em muito casos os proprios jogadores colecionam, coisas de boleiro.

Beatrix Kiddo! disse...

Sem comentários para essa seleção de merda!
sem comentários para esse jogador de merda, que nem bonito é.



























Nossa, que mau-humor!