sábado, agosto 16, 2008

zé do caixão e mst

Marquei um médico ontem, saí de casa toda animada porque depois eu ia passar no Paço e finalmente ver Estômago.

Chegando lá, mudaram os horários dos filmes e o que estava marcado pra passar às 19 era um filme do Zé do Caixão. hahahaha tá de sacanagem porque nem fudendo que eu assisto um filme chamado sei-lá-o-que-demônio. Demônio é um diretor desses! Aliás, queria que me explicassem naonde Zé do Caixão virou cult. Alguém me explica? porque eu não peguei esse time, não peguei essa passagem de trash pra cult. Medo do futuro, hein. Daqui 10 anos nego com livro de Foucault debaixo do braço, oclinhos com aro grosso preto e calça quadriculada, indo pra apresentação da Gaiola das Popozudas, Mulher Melancia e o caralho.

E a passeata do MST que eu peguei no meio do caminho? Vamos pronunciar a sigla toda? Movimento dos Sem Terra. Tipo uma manifestação aqui significa que é o mst do Brasil. Cara, bandeiras da Venezuela, bandeiras da Colômbia... esse povo é cheirado, não vi nenhuma bandeira do Brasil. E o povo com cartaz "Venezuela libre é com Chávez!". Libre donde, carajo? O mais engraçado dessas passeatas é que vão apenas dois tipos de pessoas: os pobres mesmo, pessoas ali reinvindicando sério; e o povo simpatizante da causa, que vai às passeatas, mas não abre mão de celular de última geração e do dinheiro sagrado pra comprar pó, essa parte é em sua maioria composta por patricinhas zona sul que estão dando para algum militante. Pode reparar, passeata é isso aí.

Obs: botei feed no blog. Se dependendo do seu leitor de feed você receber as trocentas edições que eu faço nos posts, e quiser achar que eu sou louca, eu apóio. Afinal sou louca mesmo.

Um comentário :

Anônimo disse...

reivindicando!