terça-feira, agosto 26, 2008

troféu paciência pra mim

Hoje na rua fui parada por dois crentes, segue:

- Olá meu nome é Rafael e essa aqui é a Rafaela

E eu pensando "oh rly? vão sacar um violão e começar a cantar é o amor agora?"

- Sabe, Patricia, que a eleição está chegando e jesus disse há 2 mil anos atrás quem estaria governando hoje?

Sorte dele que eu estava num dia muito madre-tereza, porque se me pega num dia laura-prudente-da-costa...

- É mesmo?

- É, é sim, Patricia

E saca a bíblia e começa a ler trechos.

E gente, o que eu fiz? O que eu fiz?
Não, não mandei ele a merda como a verdadeira Patricia faria, simplesmente peguei a bíblia e li junto.

Pausa.

EU LI UMA BIBLIA NO MEIO DA RUA.

Tipos perto da minha casa, todo mundo vendo, olha o constrangimento. Imagina se passa um conhecido, onde fica minha reputação?

E fiz ainda interpretações de texto com o mala.

- Aqui nessa parte, patricia, o que vc entendeu?

- Ah, entendi que o diabo governa o mundo.

- Patricia, você sabe o pai nosso?

- Não, diz aê.


Gente, uma vontade de rir, de RIR, mas me controlei.

Meu ônibus chegou e eu fui embora mandando beijinho "rafael e rafaela, adorei conhecer vocês, beijosmeliga".


Eis que deus me reservaria um prêmio pela boa ação de aturar os malas, fiz minha escova francesa e meu cabelo está lindo. Estou me sentindo a Cher. Agora eu sou piranha e ninguém vai me segurar.

Um comentário :

Edson disse...

Que podre!
Adoro esses textos antigos!