quinta-feira, agosto 07, 2008

preferia não saber

O filho de uma amiga da minha mãe morreu semana passada. Parece que ele estava em um morro e foi confundido com um traficante, a polícia meteu bala. Não vou entrar no mérito sobre o que ele estava fazendo no morro, já que ele não morava lá, mas enfim. Ontem foi a missa e minha mãe chegou em casa bastante preocupada:

Mãe: minha filha, sabe o que ela me disse? disse pra não deixar você sair, porque o filho dela começou assim, indo pra lapa, pra varnhagem, pro baixo méier, e no final deu no que deu

Eu: mãe, tudo bem, mas eu nunca subi morro na minha vida
(eu sei, releve, era minha mãe)

Mãe: É filha, tem razão. E eu que subi várias vezes...

EU EM CHOQUE: como assim "várias vezes"?

Mãe: Ah, foi pra fazer macumba, mas já tem tempo isso




Agora eu descobri o EXATO significado desse emoticon do msn.

2 comentários :

Rosana Tibúrcio disse...

Hoje eu tô mal: dor de cabeça, cansada, serviço emperrado e de mal humor.
Tanta coisa pra fazer - além do trabalho normal - anotada aqui num papel e no cantinho vejo: "blog te amo porra, parei em julho de 2008."
Um dia lá atrás, faz tempo, resolvi ver seu blog todo. Parei aí

E assim, rindo aqui dos posts, gargalhando nesse, encontrei minha salvação, pelo menos por hoje.

Patricia, você é uma graça, uma querida. Como uma afilhada ou sobrinha. Torço muito por você, viu.
Grata!

Rosana Tibúrcio disse...

Tô tão mal-humorada que mau humor saiu com"ele... Releve, por favor?
haauahauas