quarta-feira, julho 16, 2008

e toda a culpa do mundo é minha

Sabe aquelas competições de passar rápido uma bola de mão em mão, porque quando o sinal toca é como se uma bomba estourasse, e o seu grupo perde? Então, a minha vida real é assim, eu sou a pessoa que fica com a bola na mão ao som do sinal. Substitua as bolas-bomba por problemas em geral. Sou sempre eu que falo o que não deve ser dito, faz determinada coisa em horas inapropriadas, gera discórdia - mesmo que não haja intenção, mas foda-se, né, o resultado é o mesmo, a merda é a mesma tendo ou não intenção -, sou sempre eu que esqueço alguma coisa, e deixa lá atrás algo que era para eu tomar conta. Eu sou o John Terry do Chelsea, eu sou o cara que perde o pênalti do título, que escorrega e chuta para fora, e faz o grupo ficar com o vice campeonato.

Nenhum comentário :