domingo, janeiro 25, 2004

Ficar sem computador é a morte

Como vocês devem ter percebido eu fiquei um tempo fora da internet, umas duas semanas, porque meu computador deu pau. Claro, porque se eu tivesse viajado eu avisaria, mas infelizmente não viajei. Fiquei em casa esse tempo todo sem fazer nada porque a porcaria do Pc estava no conserto, que aliás me custou muito caro e talvez tenha custado até a minha viagem no carnaval. A explicação deles foi que o windows estava corrompido. E tem mais: provei novamente o gostinho de Murphy quando ao ter meu computador de volta na quinta feira não pude entrar na net por causa da mulher idiota do suporte (mulher como eu já disse uma vez aqui, é uma merda). Consegui entrar somente hoje.

Resultado: estou eu aqui igual a uma louca baixando todos os programas que me faltam, como kazaa, winamp, flashget, media player. Aliás, alguém aí sabe como faço para baixar o icq com o meu número?

Balanço das minhas perdas com o defeito no pc: Além de perder todos os programas, perdi os vídeos (putaria e clips), perdi praticamente todos os arquivos, que não eram poucos. Ainda bem que pelo menos as músicas e os arquivos de texto não foram perdidos.

Coisas que aprendi nessas duas semanas:
- A vida é um tédio e eu não sei viver sem computador
- Como não tinha nada pra fazer, comecei a ver o seriado 24 Horas e gostei muito
- Meu primo de 14 anos pode ser muito útil as vezes, ele trouxe o playstation no fim de semana.
- Meus problemas de sono não são causados por causa da internet.
- A televisão é realmente uma merda.
- Depois de mais de um ano resolvi ver o Fantástico. Está parecendo mais uma Ana Maria Braga do que propriamente um programa jornalístico.
- Constatei ser impossível arrumar as minhas fitas de vídeo
- Descobri que há dois anos não compro e não ganho nenhum CD.
- Recebo em média 50 e-mails por semana.