sábado, outubro 02, 2004

O bom filho à casa torna

Estava com saudades de vocês. Sério mesmo. Estou de volta ao Rio depois de um ano e nove meses fora dessa cidade que eu amo, estou de volta para o mesmo bairro e para a mesma vila. Acho que na vida nós passamos por momentos difíceis justamente para o nosso amadurecimento, como já dizia Pessoa: tudo vale a pena se a alma não é pequena. E esse tempo longe daqui valeu a pena, aprendi muitas coisas, acima de tudo aprendi o por que que nós não devemos nunca saber o nosso futuro. Se soubermos de antemão as dificuldades pelas quais passaremos mais adiante, desistimos na hora da vida. Vencer um obstáculo de cada vez, e sem saber quando virá o próximo, é bem melhor, ou pelo menos, menos pior. Bom, a seção sofri-e-dei-a-volta-por-cima acabou, e quero saber como vocês estão. O que de legal aconteceu na minha ausência?

A mudança em si (caminhão, essas coisas) foi uma merda, os caras conseguiram quebrar até o vidro da mesa. Foi hilário, teve uma hora que a minha mãe virou pra um dos caras e disse: "olha, se vocês quebrarem mais alguma coisa, por favor não me conta, que é pra eu não avançar em vocês". A telemar (telemerda) deu um prazo de duas semanas pra instalar o novo telefone, meio que parece a década de 80, onde levavam anos para fazer isso. E a internet foi instalada agora pouco.

Estou dando uns retoques no blogspot, vou me mudar pra lá, aguardem. O layout vai ser o mesmo. Algum de vocês sabe como faço pra redirecionar um site? Queria fazer isso com esse blog quando me mudar em definitivo, aí as pessoas que entrarem aqui poderão ir direto para o novo blog.